Autoaplicação de insulina em adultos com diabetes mellitus no contexto domiciliar

Revisão integrativa

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2022.38799

Palavras-chave:

Autocuidado, Insulina, Diabetes Mellitus, Educação em Saúde, Enfermagem, Atenção Primária à Saúde

Resumo

Objetivo: sintetizar a produção científica sobre a técnica da autoaplicação de insulina em adultos com diabetes Mellitus no contexto domiciliar. Método: revisão integrativa realizada entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020, a partir da busca de publicações em periódicos indexados no PubMed, CINAHL, EMBASE, SCOPUS, Web of Science, LILACS e BDENF utilizando-se os termos controlados diabetes Mellitus, self care, insulin, health education, disposable equipment, medical wastedisposal e self administration e seus correspondentes em português, combinados com o operador booleano AND. Foram incluídos artigos originais publicados entre 2009 e 2019, nos idiomas inglês, português e espanhol e que responderam à questão norteadora: qual a produção científica sobre a técnica da autoaplicação de insulina em adultos com diabetes Mellitus no contexto domiciliar nos últimos 10 anos? Resultados: compuseram a amostra final oito artigos. Predominaram estudos realizados no Brasil, por enfermeiros no contexto da atenção primária à saúde. Em relação à técnica de autoaplicação de insulina, os resultados foram agrupados em quatro eixos: pré-aplicação, técnica de preparo da insulina, aplicação e pós-aplicação. Observaram-se ações inadequadas em todos os eixos tais como: transporte, armazenamento, autoaplicação, reutilização de agulhas e descarte incorreto. Tais inadequações podem resultar em procedimentos dolorosos, prejuízos no controle glicêmico e complicações para a saúde da pessoa com diabetes Mellitus. Conclusão: os resultados evidenciaram que a realidade da autoaplicação de insulina em adultos com DM no domicílio pode ser modificada a partir da educação em saúde pelo enfermeiro, bem como colaborar para o planejamento das ações estratégicas para diminuir tais problemas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Sociedade Brasileira de Diabetes. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes (2019-2020). São Paulo: Clannad; 2019. p. 490

Reisi M, Mostafavi F, Javadzade H, Mahaki B, Tavassoli E, Sharifirad G. Impact of Health Literacy, Self-efficacy, and Outcome Expectations on Adherence to Self-care Behaviors in Iranians with Type 2 Diabetes. Oman Med J. 2016[citado em 2020 abr. 18];31(1):51-9. Disponível em: https://doi.org/10.5001/omj.2016

Moreira TR, Toledo LV, Colodette RM, Mendonça ÉT, Amaro MOF, Ayres LFA, et al. Factors relate do the self-application of insulin in subjects with diabetes Mellitus. Rev Gaúch Enferm. 2018[citado em 2020 fev. 01];39:e2017-0066. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2018.2017-0066

Silva JP, Pereira Junior GA, Meska MHG, Mazzo A. Construction and validation of a low-cost simulator for training patients with diabetes Mellitus and/or their caregivers in insulin administration. Esc Anna Nery Rev Enferm. 2018[citado em 2020 abr. 23];22(3):e20170387. Disponível em: https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2017-0387

American Diabetes Association. Standards of Medical Care in Diabetes-2020. Diabetes Care. 2020[citado em 2021 ago. 25];43(Suppl 1):224. Disponível em: https://diabetesjournals.org/care/issue/43/Supplement_1

Menezes LC, Guedes MV, Moura N, Moura D, Vieira LA, Barros AA. Knowledge of Nurses in Primary Health Care on the Care for the Diabetic Foot. Estima. 2017[citado em 2021 set. 04];15(2):100-6. Disponível em: https://doi.org/10.5327/z1806-3144201700020006

Galindo-Neto NM, Alexandre ACS, Barros LM, Sá GGM, Carvalho KM, Caetano JA. Creation and validation of na educational video for deaf people about cardiopulmonary resuscitation. Rev Latinoam Enferm. 2019[citado em 2020 abr. 30];27:e3130. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1518-8345.2765.3130

Silva LB, Soares SM, Silva PAB, Santos JFG, Miranda LCV, Santos RM. Assessment of the quality of primary care for the elderly according to the Chronic Care Model. Rev Latinoam Enferm. 2018[citado em 2020 maio 12];26:e2987. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1518-8345.2331.2987

Ercole FF, Melo LS, Alcoforado CL. Integrative review versus systematic review. REME- Rev Min Enferm. 2014[citado em 2021 set. 7];18(1):9-11. Disponível em: https://doi.org/10.5935/1415-2762.20140001

Paula CC, Pandoin SMMP, Galvão CM. Revisão integrativa como ferramenta para tomada de decisão na prática em saúde. In: Lacerda MR, Costenaro RGS. Metodologias da Pesquisa para a Enfermagem e saúde: da teoria à prática. Porto Alegre: Moriá; 2015. p. 51-76

International Diabetes Federation. IDF Atlas. 9ª ed: International Diabetes Federation; 2019[citado em 2021 set. 07]. Disponível em: https://www.diabetesatlas.org/

Ouzzani M, Hammady H, Fedorowicz Z, Elmagarmid A. Rayyan-a web and mobile app for systematic reviews. Syst Rev. 2016[citado em 2020 jan. 05];5(1). Disponível em: https://doi.org/10.1186/s13643-016-0384-4

Souza MT, Silva MD, Carvalho RD. Integrative review: what is it? How to do it? Einstein (São Paulo). 2010[citado em 2021 set. 13];8(1):102-6. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s1679-45082010rw1134

Moher D, Liberati A, Tetzlaff J, Altman DG, The PRISMA Group. Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses: The PRISMA Statement. PLoS Med. 2009[citado em 2020 ago. 18];6(7):e1000097. Disponível em: https://doi.org/10.1371/journal.pmed.1000097

Barros AE, Souza EN. Self-injection of insulin: attitudes of a group of individuals with diabetes. Rev Enferm UFPE Online. 2011[citado em 2020 mar. 27];5(3):593-603. Disponível em: https://doi.org/10.5205/reuol.1262-12560-1-LE.0503201106

Stacciarini TSG, Caetano TSG, Pace AE. Prescribed insulin dose versus prepared insulin dose. Acta Paul Enferm. 2011[citado em 2020 jan. 20];24(6):789-93. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0103-21002011000600010

Pereira FGF, Diógenes MAR, Ataíde MBC, Mendonça Júnior JO, Leal DE, Xavier ATF. Fatores relacionados à utilização de insulina em diabéticos acompanhados pela estratégia saúde da família. Rev APS. 2016[citado em 2020 jan. 30];19(1):58-66. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/15532

Diógenes MAR, Souza AKP, Cavalcante IP, Lopes LCO, Rebello MMCB. Insulin therapy: knowledge and practices used by patients with type 2 diabetes Mellitus. Rev Enferm UERJ. 2012[citado em 2020 abr. 05];20(6):746-51. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/5998

Yosef, Tewodros. Knowledge and Attitude on Insulin Self-Administration among Type 1 Diabetic Patients at Metu Karl Referral Hospital, Ethiopia. J Diabetes Res. 2019[citado em 2020 jan. 28]. Disponível em: https://doi.org/10.1155/2019/7801367

Marques CR. Percepção dos usuários insulino dependentes não controlados quanto ao tratamento para o diabetes Mellitus tipo 2. Rev APS. 2017[citado em 2020 jan. 30];20(1):69-80. Disponível em: https://doi.org/10.34019/1809-8363.2017.v20.15702

Estequi JG, André SCS, Souza RS, Figueiredo RM. Residues generated by insulin users in domicile. REME-Rev Min Enferm. 2018[citado em 2020 fev. 03];22:e-1120. Disponível em: 10.5935/1415-2762.20180055

Stacciarini TSG, Pace AE, Haas VJ. Insulin self-administration technique with disposables yringe among patients with diabetes Mellitus followed by the family health strategy. Rev Latinoam Enferm. 2009[citado em 2020 fev. 25];17(4):474-80. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0104-11692009000400007

Flora MC, Gameiro MGH. Self-care dificulteis of adolescentes with type 1 diabetes. Rev Enferm Ref. 2016[citado em 2020 abr. 25];IV(11):31-40. Disponível em: http://dx.doi.org/10.12707/RIV16062

Reis PD, Marcon SS, Nass EMA, Arruda GO, Back IR, Lino IGT, et al. Performance of people with diabetes Mellitus under insulin therapy. Cogitare Enferm. 2020[citado em 2020 abr. 24];25:e66006. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v25i0.66006

Grossi SAA, Pascali PM. Cuidados de Enfermagem em Diabetes Mellitus. São Paulo: Sociedade Brasileira de Diabetes; 2009. p.173

Vianna MS, Silva PAB, Nascimento CV, Soares SM. Self-care competence in the administration of insulin in older people aged 70 or over. Rev Latinoam Enferm. 2017[citado em 2020 fev. 13];25:e2943. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1518-8345.2080.2943

Visentin A, Mantovani MF, Caveião C, Hey AP, Pereira Scheneider E, Paulino V. Self-care of users with type 1 diabetes in a basic health unit. Rev Enferm UFPE Online. 2016[citado em 2020 fev. 01];10(3):991-8. Disponível em: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v10i3a11050p991-998-2016

Kaneto LA, Damião EBC. Knowledge assessment of children with type 1 diabetes: proposal for an instrument. Rev Soc Bras Enferm Pediatr. 2015[citado em 2020 abr. 01];15(2):93-101. Disponível em: https://sobep.org.br/revista/images/stories/pdf-revista/vol15-n2/vol_15_n_2-artigo-de-pesquisa-2.pdf

Molina Vintimilla J, Pérez Parra CdR, Santander Martinez C, Quezada Rodriguez FC, Montesdeoca Durazno C, Encalada Sacoto A, et al. Técnica de aplicación de insulina y su relación com lipo distrofia en pacientes con Diabetes Mellitus Tipo 1. ArchVenez Farmacol Ter. 2019[citado em 2020 abr. 03];38(1). Disponível em: http://190.169.30.98/ojs/index.php/rev_aavft/article/view/16409

Jiraporncharoen W, Pinyopornpanish K, Junjom K, Dejkriengkraikul N, Wisetborisut A, Papachristou I, et al. Exploring perceptions, attitudes and beliefs of Thai patients with type 2 diabetes Mellitus as they relate to medication adherence at an out-patient primary care clinic in Chiang Mai, Thailand. BMC Fam Pract. 2020[citado em 2020 ago. 24];21(173). Disponível em: https://doi.org/10.1186/s12875-020-01233-7

Santos AL, Silva EM, Marcon SS. Care for people with diabetes in the hiperdia program: potential sand limits from the perspective of nurses. Texto Contexto Enferm. 2018[citado em 2020 ago. 24];27(1):e2630014. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0104-07072018002630014

Ministério da Saúde (BR). Estratégia para o cuidado da pessoa com doença crônica: diabetes Mellitus. Brasília: Ministério da Saúde; 2013. (Cadernos de Atenção Básica, n. 36)

Dunes CAT, Sousa JK, Oliveira MTA. Re-use of sharps in insulin therapy and their association with staphylococcus infections. Rev Epidemiol Controle Infec. 2019[citado em 2020 abr. 24];9(1). Disponível em: http://dx.doi.org/10.17058/reci.v9i1.12243

Arquivos adicionais

Publicado

08-04-2022

Como Citar

1.
Castro PC de, Ribeiro T da S, Faraoni AG, Matumoto S, Souza FB, Viana AL. Autoaplicação de insulina em adultos com diabetes mellitus no contexto domiciliar: Revisão integrativa. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 8º de abril de 2022 [citado 4º de fevereiro de 2023];26. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/38799

Edição

Seção

Revisão