Indicadores clínicos da Nursing Outcomes Classification para avaliar o paciente submetido à biópsia renal percutânea

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2022.40292

Palavras-chave:

Cuidados de Enfermagem, Biópsia, Rim, Avaliação de Resultados da Assistência ao Paciente

Resumo

Objetivos: selecionar indicadores clínicos dos resultados de Enfermagem Coagulação Sanguínea (0409), Estado Circulatório (0401), Gravidade da perda de Sangue (0413), Nível de dor (2102) e Estado de Conforto: físico (2010) da Nursing Outcomes Classification e elaborar suas definições conceituais e operacionais para avaliação de pacientes submetidos à biópsia renal percutânea. Método: estudo de consenso de especialistas realizado em um hospital universitário do Sul do Brasil. A amostra foi de 12 especialistas. A coleta de dados ocorreu por meio de formulário eletrônico no Google Forms, no qual foram listados os indicadores clínicos a serem selecionados para avaliar pacientes submetidos ao procedimento de biópsia renal. Foram selecionados os indicadores que obtiveram concordância mínima de 80% entre os especialistas. Os dados foram organizados em um quadro para a elaboração das definições de cada indicador. Resultados: foram selecionados 11 indicadores clínicos: sangramento, hematoma, hematúria, pressão arterial sistólica, pressão arterial diastólica, distensão abdominal, palidez da pele e das mucosas, dor relatada, expressões faciais de dor, bem-estar físico e posição confortável. Posteriormente, com base na literatura, foram elaboradas as definições conceituais e operacionais para esses indicadores. Conclusão: os indicadores clínicos selecionados estão em consonância com as possíveis complicações da biópsia renal percutânea descritas na literatura, podendo auxiliar os enfermeiros na avaliação dos pacientes submetidos ao procedimento. Infere-se que as definições conceituais e operacionais reduzem a subjetividade e facilitam avaliações mais acuradas dos pacientes na prática clínica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Shaikh ZA, Qadri GA, Shaikih BA, Shah AH, Ansari IM, Kumar A. Determine the Prevalence of Complications in Patients Undergoing Renal Biopsy. Pak J Med Sci. 2020[citado em 2020 set. 28];14(1):32-4. Disponível em: https://www.pjmhsonline.com/2020/jan_march/pdf/32.pdf

Izquierdo ES, Torres MTA, Ariet CM, Barnils EF, Martínez AP, Molas CF. Biopsia renal en receptores de trasplante renal: cuidados de enfermería y complicaciones. Enferm Nefrol. 2015[citado em 2020 set. 28];18(3);196-202. Disponível em: https://dx.doi.org/10.4321/S2254-28842015000300008

Hogan JJ, Mocanu M, Berns JS. The native kidney biopsy: update and evidence for best practice. Clin J Am Soc Nephrol. 2016[citado em 2020 set. 28];11(2):354-62. Disponível em: https://doi.org/10.2215/CJN.05750515

Prasad N, Kumar S, Manjunath R, Bhadauria D, Kaul A, Sharma RK, et al. Real-time ultrasound-guided percutaneous renal biopsy with needle guide by nephrologists decreases post-biopsy complications. Clin Kidney J. 2015[citado em 2020 set. 29];8(2):151-6. Disponível em: https://doi.org/10.1093/ckj/sfv012

Pombas B, Rodríguez E, Sánchez J, Radosevic A, Gimeno J, Busto M, et al. Risk Factors Associated with major complications after ultrasound-guided percutaneous renal biopsy of native kidneys. Kidney Blood Press Res. 2020[citado em 2020 set. 30];45(1):122-30. Disponível em: https://doi.org/10.1159/000504544

Mier MVP, Espinosa-Hernández M, Rodelo-Haad C, Motta EE, Gómez-Carrasco J, Ortega R, et al. Estudio prospectivo de las complicaciones asociadas a la biopsia percutánea en riñón nativo: experiencia en un centro. Nefrologia. 2014[citado em 2020 out. 10];34(3):383-7. Disponível em: https://dx.doi.org/10.3265/Nefrologia.pre2014.Jan.12323

Visconti L, Cernaro V, Ricciardi CA, Lacava V, Pellicanò V, Lacquaniti A, et al. Renal biopsy: Still a landmark for the nephrologist. World J Nephrol. 2016[citado em 2020 out. 11];5(4):321-7. Disponível em: https://dx.doi.org/10.5527/wjn.v5.i4.321

Ghimire M, Vaidya S, Upadhyay HP. Complications of Kidney Biopsy in a Tertiary Hospital of Central Nepal, Chitwan. Nepal Med Coll J. 2020[citado em 2020 out. 25];16(2):62-5. Disponível em: https://doi.org/10.3126/jcmsn.v16i2.28926

Carvalho EC, Cruz DALM, Herdman H. Contribuição das linguagens padronizadas para a produção do conhecimento, raciocínio clínico e prática clínica da Enfermagem. Rev Bras Enferm. 2013[citado em 2020 out. 05];66(spe):134-41. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0034-71672013000700017

Moorhead S, Johnson M, Maas ML, Swanson E. Classificação dos Resultados de Enfermagem: mensuração dos resultados em saúde. 6ª ed. St. Louis, Missouri: Elsevier; 2018.

Lucena AF, Magro CZ, Proença MCC, Pires AUB, Moraes VM, Aliti GB. Validação de intervenções e atividades de Enfermagem para pacientes em terapia hemodialítica. Rev Gaúch Enferm. 2017[citado em 2020 out. 20];38(3):e66789. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2017.03.66789

Luzia MF, Argenta C, Almeida MA, Lucena AF. Definições conceituais dos indicadores do resultado de Enfermagem “Conhecimento: prevenção de quedas”. Rev Bras Enferm. 2018[citado em 2020 out. 20];71(2):431-9. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0686

Osmarin VM, Bavaresco T, Lucena AF, Echer IC. Indicadores clínicos para avaliar o conhecimento de pacientes com úlcera venosa. Acta Paul Enferm. 2018[citado em 2020 out. 23];31(4):391-8. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1982-0194201800055

Mello BS, Almeida MA, Pruinelli L, Lucena AF. Resultados de Enfermagem para avaliação da dor de pacientes em cuidado paliativo. Rev Bras Enferm. 2019[citado em 2020 out. 20];72(1):64-72. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0307

Osmarin VM, Boni FG, Bavaresco T, Lucena AF, Echer IC. Uso da Nursing Outcomes Classification - NOC para avaliar o conhecimento de pacientes com úlcera venosa. Rev Gaúch Enferm. 2020[citado em 2020 nov. 06];41(esp):e20190146. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1983- 1447.2020.20190146

Associação Brasileira de Transplante de Órgãos. Dimensionamento dos transplantes no Brasil e em cada estado (2011-2018). Registro Brasileiro de Transplantes. 2018[citado em 2020 nov. 06];24(4);1-89. Disponível em: http://www.abto.org.br/abtov03/Upload/file/RBT/2018/Lv_RBT-2018.pdf

Guimarães HCQCP, Pena SB, Lopes JL, Lopes CT, Barros ALBL. Experts for Validation Studies in Nursing: new proposal and selection criteria. Int J Nurs Knowl. 2016[citado em 2020 nov. 10];27(3):130-5. Disponível em: https://doi.org/10.1111/2047-3095.12089

Antunes PRB, Araújo AS, Miranda SMC, Prado FFM, Antunes LFF, Siqueira EC, et al. Post-Biopsy Complications Associated with Percutaneous Kidney Biopsy. Renal Diseases. 2020[citado em 2020 nov. 10]. Disponível em: https://doi.org/10.5772/intechopen.89226

Oliveira MC, Flores FS, Barbosa FM, Fujii CDC, Rabelo-Silva ER, Lucena AF. Avaliação de complicações da biópsia renal percutânea com base nos resultados e indicadores da Nursing Outcomes Classification. Rev Latino-am Enferm. 2021[citado em 2021 dez. 28];29:e3415. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.3759.3415

Ministério da Saúde (BR). Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Brasília: Conselho Nacional de Saúde; 2013[citado em 2020 set. 23]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html

Schorr M, Roshanov PS, Weir MA, House AA. Frequency, Timing, and Prediction of Major Bleeding Complications From Percutaneous Renal Biopsy. Can J Kidney Health Dis. 2020[citado em 2020 nov. 10];7:1-10. Disponível em: https://doi.org/10.1177/2054358120923527

Nobre F, Mion Júnior D, Gomes MAM, Barbosa ECD, Rodrigues CIS, Neves MFT, et al. 6ª Diretrizes de Monitorização Ambulatorial da Pressão Arterial e 4ª Diretrizes de Monitorização Residencial da Pressão Arterial. Arq Bras Cardiol. 2018[citado em 2020 out. 13];110(5):1-29. Disponível em: http://publicacoes.cardiol.br/2014/diretrizes/2018/01_diretriz-mapa-e-mrpa.pdf

Nunes AM, Caetano AC, Rodeia J, Fernandes PX, Seco A. Extravasamento de fluido para a cavidade intra-abdominal e torácica após artroscopia da anca. Rev Port Ortop Traumatol. 2018[citado em 2020 nov. 17];26(4):355-61. Disponível em: http://www.rpot.pt/app/public/detalhes/arquivoDetalhes.xhtml;jsessionid=25230B8AB1524AA7ACDB386630D69E55?id=496&locale=pt

Cox J, Roche S, Murphy V. Pressure injury risk factors in critical care patients: à descriptive analysis. Adv Skin Wound Care. 2018[citado em 2020 nov. 17];31(7):328-34. Disponível em: https://doi.org/10.1097/01.ASW.0000534699.50162.4e

Cavalheiro JT, Ferreira GL, Souza MB, Ferreira AM. Intervenções de Enfermagem para pacientes com dor aguda. Rev Enferm UFPE On Line. 2019[citado em 2020 out. 18];13(3):632-9. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/238069/31545

Arquivos adicionais

Publicado

28-12-2022

Como Citar

1.
Oliveira MC, Silva ACFE da, Almeida T de, Lucena A de F. Indicadores clínicos da Nursing Outcomes Classification para avaliar o paciente submetido à biópsia renal percutânea. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 28º de dezembro de 2022 [citado 4º de fevereiro de 2023];26. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/40292

Edição

Seção

Pesquisa