Transferência de política do tratamento diretamente observado da tuberculose: discursos de profissionais da atenção primária

Autores

  • Rita de Cassia Cordeiro de Oliveira Centro Universitário de João Pessoa, Curso de Enfermagem, João Pessoa PB , Brazil, Centro Universitário de João Pessoa - UNIPE, Curso de Enfermagem. João Pessoa, PB – Brasil http://orcid.org/0000-0001-7881-271X
  • Karinne Dantas de Oliveira Adário Universidade Federal da Paraíba, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, João Pessoa PB , Brazil, Universidade Federal da Paraíba - UFPB, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem - PPGENF. João Pessoa, PB – Brasil http://orcid.org/0000-0003-2002-3181
  • Anne Jaquelyne Roque Barrêto Universidade Federal de Campina Grande, Curso de Enfermagem, João Pessoa PB , Brazil, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG, Curso de Enfermagem. João Pessoa, PB – Brasil http://orcid.org/0000-0002-6852-8480
  • Khivia Kiss da Silva Barbosa Universidade Federal de Campina Grande, Curso de Enfermagem, João Pessoa PB , Brazil, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG, Curso de Enfermagem. João Pessoa, PB – Brasil http://orcid.org/0000-0001-7343-5724
  • Ariele Nóbrega Rodrigues Videres Universidade Federal de Campina Grande, Curso de Enfermagem, João Pessoa PB , Brazil, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG, Curso de Enfermagem. João Pessoa, PB – Brasil http://orcid.org/0000-0001-9582-8131
  • Jordana de Almeida Nogueira Universidade Federal da Paraíba, Departamento de Enfermagem Clínica, João Pessoa PB , Brazil, UFPB, Departamento de Enfermagem Clínica. João Pessoa, PB – Brasil http://orcid.org/0000-0002-2673-0285
  • Pedro Fredemir Palha Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Departamento de Enfermagem Materno Infantil e Saúde Pública, Ribeirão Preto SP , Brazil, Universidade de São Paulo - USP, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - EERP Departamento de Enfermagem Materno Infantil e Saúde Pública. Ribeirão Preto, SP - Brasil http://orcid.org/0000-0002-5220-4529

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2019.49818

Palavras-chave:

Atenção Primária à Saúde, Pessoal de Saúde, Tuberculose

Resumo

OBJETIVO: analisar os discursos de profissionais da saúde acerca dos aspectos motivacionais relacionados à transferência de política do tratamento diretamente observado da tuberculose no município de João Pessoa, Paraíba. MÉTODO: estudo descritivo, qualitativo, desenvolvido nas Secretarias Municipal e Estadual de Saúde e em cinco distritos sanitários de saúde de João Pessoa. A amostra foi composta de 26 profissionais de saúde que participaram de uma entrevista semidirigida no período de junho a dezembro de 2013. Os dados empíricos foram analisados por meio do dispositivo teórico analítico da análise de discurso (AD) de filiação francesa pecheutiana. RESULTADOS: observaram-se como aspectos motivacionais para a transferência de política: benefícios da descentralização das ações da estratégia TDO para o serviço de atenção primária; diminuição dos índices epidemiológicos relacionados ao abandono no tratamento; aumento no percentual de cura e encerramento dos casos; o fortalecimento do vínculo terapêutico entre profissionais e usuários a partir da responsabilidade compartilhada pelo tratamento e cuidados em geral de saúde; e melhorias na acessibilidade dos usuários aos serviços de saúde. CONCLUSÃO: embora sejam visíveis esforços e vontade política dos atores-chave envolvidos na transferência da política, verificou-se que o município necessita ainda implementar estratégias a fim de superar os amplos desafios impostos pela doença e, assim, alcançar a detecção, tratamento e cura dos casos de tuberculose.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

World Health Organization. Global tuberculosis control report. Genebra: WHO; 2011. [citado em 2017 out. 07]. Disponível em: http://apps.who.int/iris/bitstream/10665/44728/1/9789241564380_eng.pdf.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Tratamento Diretamente Observado (TDO) da língua portuguesa. 8ª ed. São Paulo: Saraiva; 2010.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Assistência à Saúde. Departamento de Descentralização da Gestão da Assistência. Regionalização da Assistência à Saúde: NOAS-SUS 01/02 e Portaria MS/GM nº 373, de 27 de fevereiro de 2002 e regulação complementar. Brasília: Ministério da Saúde; 2002.

Bissell K, Lee K, Freeman R. Analysing policy transfer: perspectives for operational research. Int J Tuberc Lung Dis. 2011[citado em 2017 out. 07];15(9):1140-8. Disponível em: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21943837

Dolowiitz DA. Policy-maker’s guide to Policy Transfer. Political Quarterly Publishing Co 2003[citado em 2017 out. 13];74(1). Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/1467-923X.t01-1-00517

Orlandi EP. Análise do discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes; 2012.

Souza SAF. Análise de discurso: procedimentos metodológicos. Manaus: Instituto Census; 2014.

Sayim KZ. Policy transfer from advanced to less advanced institutional environments: Labour market orientations of US MNEs in Turkey. Human Relations. 2011[citado em 2017 set. 15];64(4):573-97. Disponível em: http://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/0018726710396247

Ferreira ABH. Dicionário Aurélio da língua portuguesa. 8ª ed. São Paulo: Saraiva; 2010.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Tuberculose: alinhada com o social, afinada com a tecnologia. Bol Epidemiol. 2013[citado em 2017 out. 15];44(2):1-6. Disponível em: http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2014/maio/06/boletim2-2013-tb-web.pdf

Alves RS, Souza KMJ, Oliveira AAV, Pedro FP, Nogueira JA, Sá LD. Abandono do tratamento da tuberculose e integralidade da atenção na Estratégia Saúde da Família. Texto Contexto Enferm. 2012[citado em 2017 out. 07];21(3):650-7. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072012000300021

Braga JU, Pinheiro JS, Matsuda JS, Barreto JAP, Feijão AMM. Fatores associados ao abandono do tratamento da tuberculose nos serviços de atenção básica em dois municípios brasileiros, Manaus e Fortaleza, 2006 a 2008. Cad Saúde Colet. 2012[citado em 2017 set. 15]; 20(2):225-33. Disponível em: http://www.cadernos.iesc.ufrj.br/cadernos/images/csc/2012_2/artigos/csc_v20n2_225-233.pdf.

Furlan MCR, Oliveira SP, Marcon SS. Fatores associados ao abandono do tratamento de tuberculose no estado do Paraná. Acta Paul Enferm. 2012[citado em 2017 out. 06];25(esp.1):108-14. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-21002012000800017&script=sci_arttext&tlng=pt

Oliveira MG, Silva CB, Lafaiete RS, Motta MCS, Villa TCS. O doente em tratamento de tuberculose no município de Itaboraí, Rio de Janeiro - participação da família. Rev Bras Med Fam Comunidade. 2011[citado em 2017 dez. 16];6(18):40-5. Disponível em: https://www.rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/117

Sá LD, Oliveira AAV, Gomes ALC, Nogueira JA, Villa TCS, Collet N. Cuidado ao doente de tuberculose na Estratégia Saúde da Família: percepções de enfermeiras. Rev Esc Enferm USP. 2012[citado em 2017 out. 06];46(2):356- 63. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342012000200013

Souza KMJ, Sá LD, Palha PF, Nogueira JA, Villa TCS, Figueiredo DA. Abandono do tratamento de tuberculose e relações de vínculo com a equipe de saúde da família. [internet]. Rev Esc Enferm USP. 2010[citado em 2017 dez. 16];44(4):904-10. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S008062342010000400007&lng=en.

Brunello MEF, Ponce MAS, Assis EG, Andrade LP, Scatena LM, Palha PF, et al. O vínculo na atenção à saúde: revisão sistematizada na literatura, Brasil (1998-2007). Acta Paul Enferm. 2010[citado em 2017 out. 15];23(1):131-5. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002010000100021

Garuzi M, Achitti MCO, Sato CA, Rocha SA, Spagnuolo RS. Acolhimento na Estratégia Saúde da Família: revisão integrativa. Rev Panam Salud Pública. 2014[citado em 2017 out. 15];35(2):144-9. Disponível em: https://scielosp.org/pdf/rpsp/v35n2/a09v35n2.pdf

Mendes EV. As redes de atenção à saúde. Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde; 2011.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Detectar, tratar e curar: desafios e estratégias brasileiras frente à tuberculose. Bol Epidemiológico. 2015[citado em 2017 out. 06];46(9):1-9. Disponível em: http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2015/marco/25/Boletimtuberculose-2015.pdf.

Oliveira AAV, Sá LD, Nogueira JA, Andrade SLE, Palha PF, Villa TCS. Diagnóstico da tuberculose em pessoas idosas: barreiras de acesso relacionadas aos serviços de saúde. Rev Esc Enferm USP. 2013[citado em 2017 out. 16];47(1):145-51. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0080-62342013000100018&script=sci_abstract&tlng=pt

Publicado

09-05-2019

Como Citar

1.
Oliveira R de CC de, Adário KD de O, Barrêto AJR, Barbosa KK da S, Videres ANR, Nogueira J de A, Palha PF. Transferência de política do tratamento diretamente observado da tuberculose: discursos de profissionais da atenção primária. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 9º de maio de 2019 [citado 27º de maio de 2024];23(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/49818

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.