Atuação do enfermeiro junto à população materno-infantil em uma unidade de saúde da família, no município de Passos-MG

Autores

  • Débora Falleiros de Mello USP, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto , Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública
  • Raquel Dully Andrade USP, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

Palavras-chave:

Medicina de Família, Enfermagem Familiar, Programa Saúde da Família, Saúde Materno-Infantil, Bem Estar da Criança

Resumo

Este artigo apresenta uma reflexão sobre a atenção materno-infantil e a enfermagem em saúde da família, com base na literatura e na experiência das autoras. Entre as limitações estão: o grande número de pessoas cadastradas, a área territorial vasta e o tempo insuficiente diante da demanda. Na busca de caminhos, encontram-se recursos na equipe e nas parcerias intersetoriais, procurando assistir essa clientela de forma menos normatizadora e mais vinculada a um conceito amplo de saúde. Obstáculos e possibilidades devem ser discutidos, visando trazer subsídios à capacitação do enfermeiro, bem como melhorar a estruturação do PSF, favorecendo aspectos qualitativos da assistência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-01-2006

Como Citar

1.
Mello DF de, Andrade RD. Atuação do enfermeiro junto à população materno-infantil em uma unidade de saúde da família, no município de Passos-MG. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 1º de janeiro de 2006 [citado 20º de maio de 2024];10(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/50779

Edição

Seção

Artigo Reflexivo

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)