Rios-Desertos

constatações durante o processo de construção do trabalho Água Morta

  • Marilene Cardoso Ribeiro University for the Creative Arts / Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
Palavras-chave: Hidrelétricas, Impactos Socioambientais, Rios, Ribeirinhos, Fotografia, Colaboração

Resumo

Trata-se de uma reflexão da autora – com base nas vivências em campo e nas trocas com os participantes do trabalho documental Água Morta – sobre as transformações nos rios, indivíduos e comunidades ribeirinhas em decorrência da construção de barragens para hidrelétricas. O ensaio é apresentado na forma de um diálogo entre imagem e texto e culmina com a concepção de rios-desertos, de acordo com o que é observado e interpretado durante o processo de trabalho do Água Morta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marilene Cardoso Ribeiro, University for the Creative Arts / Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Artista Visual; Doutora em Artes Criativas/Fotografia pela University for the Creative Arts; Mestre em Ecologia, Conservação e Manejo de Vida Silvestre pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); Colaboradora do Latin America Bureau e do Fast Forward – Women in Photography

Publicado
2020-05-22
Como Citar
RIBEIRO, M. C. Rios-Desertos. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, v. 26, n. 1 e 2, p. 152-167, 22 maio 2020.
Seção
Artes Visuais