Aproximação entre teoria e prática urbana

reflexões a partir do pensamento de Henri Lefebvre

Autores

  • Geraldo Magela Costa Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-770X.2013.2679

Palavras-chave:

Teoria urbana, Prática urbana, Henri Lefebvre

Resumo

Procura-se neste ensaio discutir a análise dos processos socioespaciais urbanos por meio de uma reflexão sobre a relação entre teoria, realidade e possibilidade das práticas, entre elas a do planejamento urbano. Para isso, procura-se destacar passagens do pensamento de alguns autores sobre a questão, em especial Henri Lefebvre. As reflexões são desenvolvidas utilizando-se um recurso analítico que procura entender dois momentos de aproximação: um primeiro entre o pensamento filosófico e teórico e a realidade e, um segundo, entre este mundo real e a possibilidade da prática emancipatória. Para refletir sobre esta segunda aproximação, introduz-se, além da contribuição teórica de alguns autores, o relato de uma experiência recente de planejamento urbano/metropolitano realizada no âmbito da Universidade Federal de Minas Gerais, por meio da elaboração do Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado para a Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Geraldo Magela Costa, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Professor Associado do Departamento de Geografia do Instituto de Geociências da Universidade Federal de Minas Gerais– UFMG (Brasil).

Referências

ADORNO, T. A astúcia da dialética. Caderno Mais, p. 4-7, 31 ago. 2003. Entrevista concedida em 1979, publicada na Folha de S.Paulo.

BECKER, B. Modernidade e gestão do território no Brasil: da integração nacional à integração competitiva. Espaço e Debates. São Paulo, ano XI, v. 32, p. 47-56, 1991.

CARDOSO, A.L. Reforma urbana e planos diretores: avaliação da experiência recente. Cadernos IPPUR,Rio de Janeiro, ano XI, n. 1 e 2, p. 79-111, 1997.

CASTELLS, M. The power of identity. Oxford: Blackwell Publishers, 1997.

COSTA, G. M. Prática e ensino em planejamento (urbano) no Brasil: da “velha” compreensividade multidisciplinar à abordagem transdisciplinar. In: COSTA, G. M.; MENDONÇA, J. G. (Org.). Planejamento urbano no Brasil: trajetória, avanços e perspectivas. Belo Horizonte: C/Arte/CNPq, 2008. p. 66-78.

COSTA, G. M. As possibilidades do planejamento e da gestão participativa na escala metropolitana como um meio para a mudança social: o caso da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). In: SEMINÁRIO SOBRE A ECONOMIA MINEIRA, 15., 2012, Diamantina. Anais..., Belo Horizonte: CEDEPLAR, 2012. v. 1, p. 1-16.

DAVIDOVICH, F. A “volta da metrópole” no Brasil: referências para a gestão territorial. In: RIBEIRO, L. C. Q. (Org.). Metrópoles: entre a coesão e a fragmentação, a cooperação e o conflito. Rio de Janeiro: Fase/Observatório das Metrópoles/Fundação Perseu Abramo, 2004. p. 197-229.

GOTTDIENER, M. A produção social do espaço urbano. São Paulo: EDUSP, 1993.

HARVEY, D. The urban experience. Baltimore: The Johns Hopkins University Press, 1989.

HARVEY, D. Espaços de esperança. São Paulo: Edições Loyola, 2009.

KOFMAN, E.; LEBAS, E. (Ed.). Writings on cities: Henri Lefebvre. Cambridge: Blackwell, 1996.

LEFEBVRE, H. Space: social product and use value. In: FREIBERG, J. (Ed.). Critical sociology: European perspective. New York: Irvington Publishers, 1979. p. 285-295.

LEFEBVRE, H. Entrevista: conversa com Henri Lefebvre. Trad. Manuel Rolando Berríos. Espaço e Debates, n. 30, p. 61-69, 1990.

LEFEBVRE, H. The production of space.Oxford: Blackwell, 1993.

LEFEBVRE, H. A revolução urbana. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 1999.

LEFEBVRE, H. O direito à cidade. São Paulo: Centauro Editora, 2008.

MARICATO, E. Reforma urbana: limites e possibilidades – uma trajetória incompleta. In: RIBEIRO, L. C. Q.; SANTOS JÚNIOR, O. (Org.) Globalização, fragmentação e reforma urbana: o futuro das cidades brasileiras na crise. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1994. p. 309-325.

MARICATO, E. Brasil 2000: qual planejamento urbano? Cadernos IPPUR, Rio de Janeiro, ano XI, n. 1 e 2, p. 113-130, jan./dez. 1997.

SANTOS, M. O retorno do território. In: SANTOS, M. et al. (Org.). Território: globalização e fragmentação. São Paulo: HUCITEC/ANPUR, 1994. p. 15-20.

SOUZA, M. L. Mudar a cidade: uma introdução crítica ao planejamento e à gestão urbanos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

UFMG/PUC-MINAS/UEMG. Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado: Região Metropolitana de Belo Horizonte, 2011, v. 1. Disponível em: <http://www.metropolitana.mg.gov.br/documents/pddi/relatorio-final-cedeplar/pddi-rmbh-relatorio-final-volume-1.pdf>. Acesso em: 20 mar. 2013.

Downloads

Publicado

2016-04-11

Como Citar

COSTA, G. M. Aproximação entre teoria e prática urbana: reflexões a partir do pensamento de Henri Lefebvre. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 20, n. 1, p. 168–189, 2016. DOI: 10.35699/2316-770X.2013.2679. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistadaufmg/article/view/2679. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos