Conhecidos de vista

a cidade e suas janelas indiscretas

Autores

  • Letícia Lampert Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-770X.2013.2687

Palavras-chave:

Cidade, Janela, Fotografia

Resumo

Este artigo apresenta o projeto em Artes Visuais/Fotografia Conhecidos de Vista, que tem as relações entre vizinhos que não se conhecem, mas têm suas janelas próximas demais, como tema principal. Questões como a influência da especulação imobiliária na vida das pessoas e o ver e ser visto na cidade são abordadas por meio das imagens e depoimentos coletados para o projeto e das aproximações com os filmes Janela indiscreta, de Alfred Hitchcock (1954), e Medianeras, de Gustavo Taretto (2011).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Letícia Lampert, Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS

Designer, Artista e Mestranda em Poéticas Visuais no Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais do Instituto de Artesda Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS (Brasil).

Referências

BACHELARD, G. A poética do espaço. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

CERTEAU, M.; GIARD, L.; MAYOL, P. A invenção do cotidiano: morar, cozinhar. Petrópolis: Vozes, 2009. v. 2.

CORTÁZAR, J. Histórias de cronocópios e de famas. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.

JANELA indiscreta. Rear Window. Direção eprodução: Alfred Hitchcock. Los Angeles: Para-mount Pictures, 1954. 112 min.

KUSTER, E. Uma província de muitos olhos – Janela indiscreta e Caché: quando a cidade revela segredos através do cinema. Urbe – Revista Brasileira de Gestão Urbana, Curitiba, v. 1, n. 1, 2009. Disponível em: <http://www2.pucpr.br/reol/index.php/URBE?dd1=179>. Acesso em: jul. 2012.

MEDIANERAS. Medianeras. Roteiro e direção: Gustavo Taretto. Buenos Aires: Pandora Filmes, 2011. 95 min.

Downloads

Publicado

2016-04-11

Como Citar

LAMPERT, L. Conhecidos de vista: a cidade e suas janelas indiscretas. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 20, n. 1, p. 324–335, 2016. DOI: 10.35699/2316-770X.2013.2687. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistadaufmg/article/view/2687. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos