O direito à água potável e os riscos de desabastecimento

um estudo do ABC paulista

Autores

  • Ricardo de Sousa Moretti Universidade Federal do ABC - UFABC
  • Leonardo Santos Varallo Universidade Federal do ABC - UFABC
  • Francisco Comaru Universidade Federal do ABC - UFABC

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-770X.2013.2702

Palavras-chave:

Riscos, Riscos de desabastecimento de água potável, Planos emergenciais, Interrupção do fornecimento de água

Resumo

O artigo analisa os riscos de desabastecimento de água, a necessidade de estratégias de defesa civil associadas a esses riscos e as contradições das políticas de interrupção do fornecimento de água para os inadimplentes, a partir de estudo de caso na região do ABC. A hipótese é de que, apesar de o risco de desabastecimento existir em diferentes graus, ainda não faz parte da agenda de procedimentos preventivos dos órgãos de defesa civil e de saneamento. Como hipótese secundária, busca-se demonstrar que os procedimentos de interrupção do fornecimento de água adotados em algumas empresas de saneamento precisam ser revistos, pois contrariam conceitos básicos de saúde pública e princípios já contemplados na legislação brasileira associados à necessidade de um abastecimento mínimo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo de Sousa Moretti, Universidade Federal do ABC - UFABC

Engenheiro civil. Mestre em Engenharia de Solos. Doutor em Engenharia de Construção Civil e Urbana pela USP. Professor Titular da Universidade Federal do ABC (UFABC).

Leonardo Santos Varallo, Universidade Federal do ABC - UFABC

Graduando em Engenharia Ambiental e Urbana pela UFABC.

Francisco Comaru, Universidade Federal do ABC - UFABC

Engenheiro civil. Mestre em Engenharia Civil. Doutor em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP). Professor Adjunto da UFABC.

Referências

BALAZINA, A. et al. Sumário de evidências – Saúde, sustentabilidade e cidadania: um observatório de caso urbano tendo como cenário a Região Metropolitana de São Paulo. São Paulo, 2009. Disponível em: <http://www.saudeesustentabilidade.org.br/sumario_de_evidencias.pdf>. Acesso em: 23 fev. 2014

CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Fraternidade e água: texto-base CF - 2004. São Paulo: Salesiana, 2003.

NATURAL RESOURCES DEFENSE COUNCIL. Energy down the drain: the hidden costs of California’s water supply. Pacific Institute, Oakland, California, August 2004.

SANTOS, J. M. V. O saneamento de Campinas e a modernização da cidade: a implementação dos sistemas de águas e esgotos (1840-1923). 2004. 185f. Dissertação (Mestrado em Urbanismo) – Centro de Ciências Exatas Ambientais e de Tecnologias, PUC-Campinas, Campinas, 2004.

WARD, D. R. Water Wars. New York: Riverhead Books, 2002.

Downloads

Publicado

2016-04-11

Como Citar

MORETTI, R. de S.; VARALLO, L. S.; COMARU, F. O direito à água potável e os riscos de desabastecimento: um estudo do ABC paulista. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 20, n. 2, p. 290–305, 2016. DOI: 10.35699/2316-770X.2013.2702. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistadaufmg/article/view/2702. Acesso em: 23 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos