Notório Saber para os Mestres e Mestras dos Povos e Comunidades Tradicionais

Uma Revolução no Mundo Acadêmico Brasileiro

Autores

  • José Jorge de Carvalho Universidade de Brasília (UnB)

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-770X.2021.29103

Palavras-chave:

Notório Saber, Encontro de Saberes, Descolonização Acadêmica – transdisciplinaridade

Resumo

O artigo apresenta uma fundamentação circunstanciada do instrumento formal de titulação acadêmica chamada Notório Saber, concebido especificamente para os mestres e mestras dos saberes dos povos e comunidades tradicionais (indígenas, afro-brasileiros, quilombolas, das culturas populares, entre outros).  A luta pelo Notório Saber se vincula ao movimento Encontro de Saberes, destinado a incluir os mestres como docentes nas universidades, e que já alcança uma escala nacional. O Notório Saber dos mestres contribuiu para um enfrentamento de três grandes desafios colocados para as universidades hoje, em praticamente todos os países do mundo: a descolonização do padrão eurocêntrico de universidade moderna; a transição da disciplinaridade para a transdiciplinaridade; e a superação do modelo neoliberal de produção de saber acadêmico com base no capitalismo cognitivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Jorge de Carvalho, Universidade de Brasília (UnB)

Professor de Antropologia da Universidade de Brasília (UnB) e Coordenador do INCT de Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa (CNPq).

Referências

ALVARES, Claude and Shad Saleem Faruqi (eds), Decolonising the University. The Emergent Quest for Non-Eurocentric Paradigms. Pulau Pinang: Penerbit Universiti Sains Malaysia, 2012.

BHAMBRA, Gurminder K., Dalia Gebrial & Kerem Nisancioglu (eds), Decolonising the University. London: Pluto Press, 2018.

CARVALHO, José Jorge Sobre o Notório Saber dos Mestres Tradicionais nas Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa. Cadernos de Inclusão, No. 6. Brasília: INCT de Inclusão/Universidade de Brasília, 2016.

_____________________ Uma Proposta de Estudos Culturais na América Latina: Inclusão Étnica e Racial, Transdisciplinaridade e Encontro de Saberes. Em: Júlia Almeida e Paulo Roberto Tonani do Patrocínio (orgs), Estudos Culturais: Legado e Apropriações, 157-189. Campinas: Pontes Editores, 2017.

____________________ Encontro de Saberes e Descolonização: Para uma refundação étnica, racial e epistêmica das universidades brasileiras. Em: Joaze Bernardino-Costa, Nelson Maldonado-Torres e Ramón Grossfoguel (orgs), Decolonialidade e Pensamento Afrodiaspórico, 79-106. Belo Horizonte: Autêntica, 2018.

______________________ Transculturality and the Meeting of Knowledges. Em: Ursula Hemetek, Daliah Hindler, Harald Huber, Therese Kaufmann, Isolde Malmberg e Hande Saglam (orgs), Transkulturelle Erkundungen. Wissenschaftlich-künstleriche Perspektiven, 79-94. Viena: Böhlau Verlag, 2019.

______________________ Notório Saber para os Mestres e Mestras dos Povos e Comunidades Tradicionais: Uma Revolução no Mundo Acadêmico Brasileiro. In: FESTIVAL DE INVERNO DA UFMG, 52º, 2020a, Belo Horizonte. Ensaios Mundos Possíveis. Belo Horizonte: DAC/UFMG, 2020a. Disponível em: https://issuu.com/culturaufmg.

Transdisciplinaridade. Três Conferências Introdutórias. Em: Rosângela Pereira de Tugny e Gustavo Gonçalves (orgs), Universidade Popular e Encontro de Saberes, 13-56. Brasília: INCT de Inclusão/Salvador: EDUFBA.

_________________________2020c. O Encontro de Saberes nas Artes e as Epistemologias do Cosmos Vivo. Em: Rosângela Pereira de Tugny e Gustavo Gonçalves (orgs), Universidade Popular e Encontro de Saberes, 475-507. Brasília: INCT de Inclusão/Salvador: EDUFBA.

CHANTILUKE, Roseanne, Brian Kwoba & Athinangamso Nkopo (eds), Rhodes Must Fall. London: Zed Books, 2018.

EDU-FACTORY COLLECTIVE Towards a Global Autonomous University. New York: Autonomidia, 2009.

HOSTAKER, Roar & Agnete Vabo Higher Education and the Transformation to a Cognitive Capitalism. Em: I. Bleiklie and M. Henkel (orgs), Governing Knowledge, 227-243. Doordrecht: Springer, 2005.

MAX-NEEF, Manfred. “Foundations of transdisciplinarity”, Ecological Economics, 53(1):5-16, April 2005.

NICOLESCU, Basarab O transcultural e o espelho do Outro. Em O Manifesto da Transdisciplinaridade, 113-120. São Paulo: TRIOM, 1999.

NDLOVU-GATSHENI, Sabelo. & Siphamandla Zondi (orgs), Decolonizing the University, Knowledge Systems and Disciplines in Africa. Durham: Carolina University Press, 2016.

SULKOWSKI, Lukasz The Culture of Control in the Contemporary University. Em: Michal Izak, Monika Kostera & Michal Zawadski (orgs), The Future of University Education. 85-108. New York: Palgrave MacMillan, 2019.

Szadkowski Krystian The University of the Common: Beyond the Contradictions of Higher Education Subsumed under Capital. Em: Michal Izak, Monika Kostera & Michal Zawadski (orgs), The Future of University Education, 39-62. New York: Palgrave MacMillan, 2019.

Downloads

Publicado

2021-12-30

Como Citar

CARVALHO, J. J. de. Notório Saber para os Mestres e Mestras dos Povos e Comunidades Tradicionais: Uma Revolução no Mundo Acadêmico Brasileiro. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 28, n. 1, p. 54–77, 2021. DOI: 10.35699/2316-770X.2021.29103. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistadaufmg/article/view/29103. Acesso em: 26 jun. 2022.