Um conjunto de ações e situações de aprendizagem na comunidade de Itatiaia – MG

Autores

  • Bárbara Bija Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-770X.2021.32834

Palavras-chave:

Oralidade, Folclore, Arte-Educação, Experiência, Itatiaia – MG

Resumo

A investigação apresenta um conjunto de ações e situações de aprendizagem fora da educação formal na comunidade de Itatiaia, povoado pertencente a Ouro Branco – MG. A artista proponente desenvolveu seu trabalho e pesquisa norteada pela Abordagem Triangular, de Ana Mae Barbosa, as ideias de Paulo Freire sobre biograficidade, a proposta de artesania das práticas de Boaventura S. Santos, entre outros teóricos e filósofos das artes e educação. As experiências configuram soluções à produção de conhecimentos situados e engajados com contextos de vida em tempos de crise, projetando e iluminando um futuro ao mesmo tempo global e local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bárbara Bija, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Graduação em Artes Visuais pela Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais – EBA/UFMG; Mestrado em Artes pelo Programa de Pós-Graduação da UFMG ­– PPG ARTES

Referências

BENJAMIN, W. O contador de histórias: reflexões sobre a obra de Nikolai Leskov. In: Walter B. Linguagem tradução, literatura. Obras Escolhidas de Walter Benjamin. Barrento J, editor e tradutor. Porto: Assírio & Alvim; 2015. p. 147-178.

BRANDÃO, Carlos R.; BORGES, M. C. A pesquisa participante: um momento da educação popular. Rev. Ed. Popular, Uberlândia, v. 6, p.51-62. jan./dez. 2007.

BRANDÃO, Vera M. T. Oficina de Memória – Teoria e Prática: relato sobre a construção de um projeto. Revista Kairós Gerontologia, 5 (2): 181-195, São Paulo: EDUC, 2002.

DELORY-MOMBERGER, Christine. Formação e socialização: os ateliês biográficos de projeto. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.32, n.2, p. 359-371, maio/ago. 2006.

FASANELLO; NUNES; PORTO. Metodologias colaborativas não extrativistas e comunicação: articulando criativamente saberes e sentidos para a emancipação social. Reciis – Rev Eletron Comun Inf Inov Saúde. 2018 out.- dez.;12(4). Disponível em: www.reciis.icict.fiocruz.br

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Cortez, 1996.

KRENAK, Ailton. Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

KAPROW, Allan. A educação do an-artista II. Concinnitas, ano 5, número 6, julho 2004.

KINCHELOE, Joe L.; BERRY, Kathleen S. Pesquisa em educação: conceituando a bricolagem. Porto Alegre: Artmed, 2007.

LARROSA, Jorge Bondía. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, n. 19, p. 20-28. Universidade Estadual de Campinas: 2002.

MARTINS, Joel. Um enfoque fenomenológico do currículo: educação como poiésis. Editora Cortez: São Paulo, 1992.

MEDEIROS, Vânia. Caderno de campo. São Paulo: Associação Escola da Cidade, 2017.

PASSEGGI, Maria da Conceição. A experiência em formação. Educação, Porto Alegre, v. 34, n. 2, p. 147-156, maio/ago. 2011.

PIMENTEL, Lucia Gouvêa. Abordagem Triangular e as narrativas de si: autobiografia e aprendizagem em Arte. Revista GEARTE, Porto Alegre, v. 4, n. 2, p. 307-316, maio/ago. 2017. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/gearte

PIMENTEL, Lucia Gouvêa. Processos artísticos como metodologia de pesquisa. Ouvirouver. Uberlândia v. 11 n. 1 p. 88-98 jan-jun. 2015.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A Praxis da Ecologia de Saberes: entrevista de Boaventura de Sousa Santos. Tempus, actas de saúde colet, Brasília, 8(2), 331-338, jun, 2014.

SCHMIDT, Maria Luisa Sandoval. Pesquisa participante: alteridade e comunidades interpretativas. Psicologia USP, 2006, 17(2), 11-41.

SANTOS, B. de S. Introdução a uma ciência pós-moderna. Rio de Janeiro: Graal, 1989.

REIS, Rosemeire. Pesquisa biográfica e heterobiografização: fonte de aprendizagens para o/a pesquisador/a. Revista Portuguesa de Educação, 33(2), 295-309. Disponível em: http://doi.org/10.21814/rpe.19748

VAN ACKER, M. T. V; GOMES, M. O. Ateliê Biográfico de Projeto na formação de professores: uma perspectiva emancipatória. R. Educ. Públ. Cuiabá, v. 22, n. 48, p. 29-42, jan./abr. 2013.

Downloads

Publicado

2022-07-28 — Atualizado em 2022-07-29

Versões

Como Citar

MACHADO, B. T. S. Um conjunto de ações e situações de aprendizagem na comunidade de Itatiaia – MG. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 28, n. 2, p. 520–537, 2022. DOI: 10.35699/2316-770X.2021.32834. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistadaufmg/article/view/32834. Acesso em: 27 set. 2022.

Edição

Seção

Educação