Arroz, feijão e macarrão

entrelaçamentos e reconstruções da cultura alimentar de imigrantes italianos em São João del-Rei

Autores

  • Kátia Lombardi Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-770X.2022.39027

Palavras-chave:

Pós-memória, Relato oral, Imigração italiana, Cultura alimentar, Reconstrução

Resumo

A proposta do presente artigo é investigar de que maneira acontecem entrelaçamentos culturais e transferências de identidades pelos hábitos alimentares de descendentes de imigrantes italianos. É possível reconstruir algo sobre bases que foram praticamente apagadas? A memória e a pós-memória (HIRSCH, 2012) são as ferramentas utilizadas para buscar relações com o passado. O processo de reconstrução pode ser visto como uma tentativa de refazer um passado dilacerado e, ao mesmo tempo, como uma oportunidade de inovação. Para Pollak (1992), a memória é seletiva, nem tudo fica gravado. Trata-se de um movimento descontínuo que perambula na errância, definido por Bhabha (2013) como tradução e que comunga com o pensamento de Benjamin (2009). A partir dos relatos orais de integrantes de seis famílias de imigrantes italianos em São João del-Rei, Minas Gerais – Longatti, Giarola, Lovatto, Tortoriello, Lombardi e Spinelli –, procuramos estabelecer relações entre lembranças, reconstruções, transferências culturais e alimentação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kátia Lombardi, Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)

Professora do curso de Comunicação Social/Jornalismo e do Programa de Mestrado em Letras (PROMEL), da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).

Referências

BENJAMIN, W. A tarefa do tradutor. In: A tarefa do tradutor, de Walter Benjamin: quatro traduções para o português. Tradução João Barrento. Belo Horizonte: Faculdade de Letras da UFMG, 2009. p. 82- 98.

BENJAMIN, W. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. (Obras escolhidas, v. 1). Tradução Sérgio Paulo Rouanet. 10ª reimpressão. São Paulo: Brasiliense, 1996.

BHABHA, H. K. O local da cultura. Tradução Myriam Ávila, Eliana Lourenço de Lima Reis e Gláucia Renate Gonçalves. 2 ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.

BUZATTI, D. J. Raízes Italianas em São João del-Rei.1888. Belo Horizonte, 1988.

GIAROLA, B. Entrevista concedida a Raruza Kiara. São João-del-Rei, 03 ago. 2020.

HIRSCH, M. Family frames: photography, narrative, and postmemory. Cambridge: Harvard University Press, 2012.

LÉVI-STRAUSS, C. O triângulo Culinário. In: SIMONIS, I. Introdução ao estruturalismo: Claude Lévi-Strauss ou a paixão do incesto. Lisboa: Moraes, 1979. p. 169-176.

LOMBARDI, E. Entrevista concedida ao (a) autor(a). São João-del-Rei, 04 jun. 2020.

LONGATTI, O; LONGATTI, E; LONGATTI, J. Entrevista concedida ao (a) autor(a). São João del-Rei, 22 fev. 2020.

LOVATTO, M. Entrevista concedida ao (a) autor(a). São João-del-Rei, 30 nov. 2020.

OLIVEIRA, J. S. A Imigração Italiana e a família Carazza em São João del-Rei. Governador Valadares: Gráfica Valadares, 2000.

POLLAK, M. Memória e identidade social. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, v. 5, n. 10, p. 200-212, 1992.

TORTORIELLO, P. Entrevista concedida ao (a) autor(a). São João-del-Rei, 10 e 31 jul. 2020.

SANTOS, C. R. A. A alimentação e seu lugar na história: os tempos da memória gustativa. História: Questões & Debates, Curitiba, nº 42, p. 11-31, 2005.

SARLO, B. Tempo Passado. Cultura da memória e guinada subjetiva. São Paulo-Belo Horizonte: Companhia das Letras/Editora da UFMG, 2007.

SPINELLI, M. N.; SPINELLI, A.; SPINELLI, M. Entrevista concedida ao (a) autor(a). São João del-Rei, 19 jun. 2021.

Downloads

Publicado

2022-08-01

Como Citar

LOMBARDI, K. Arroz, feijão e macarrão: entrelaçamentos e reconstruções da cultura alimentar de imigrantes italianos em São João del-Rei . Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 29, n. 2, p. 163–185, 2022. DOI: 10.35699/2316-770X.2022.39027. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistadaufmg/article/view/39027. Acesso em: 7 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos