RECOMENDAÇÕES DE MEDIDAS PREVENTIVAS SOBRE O VÍRUS H1N1 ATRAVÉS DE AÇÕES EDUCATIVAS PARA O PÚBLICO INFANTIL: UNIVERSIDADES CRIATIVAS EM AÇÃO

Autores

  • Rebeca Simoes Brito Inovação em Educação
  • Ana Beatriz Clemente Gonçalves Departamento de Medicina, Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC)
  • Flávia Mesquita Soares Departamento de Medicina, Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC)
  • Beatriz Elizabeth Bagatin Veleda Bermudez Departamento de Medicina Integrada, Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Edison Luiz Almeida Tizzot Departamento de Medicina Integrada, Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Carlos Alberto Mourão Júnior Departamento de Fisiologia, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
  • Camila Maciel de Oliveira Harvard Medical School Universidade Federal do Paraná

Palavras-chave:

Aprendizagem criativa, gripe tipo A, vírus influenza H1N1, educação em saúde, medidas de prevenção.

Resumo

A gripe tipo A tem sido alvo de constantes estudos, já que é sazonal, permanente e com alto índice de transmissibilidade podendo tornar-se pandêmica. Atinge anualmente diversas regiões do Brasil e do mundo e suas formas mais graves atingem grupos vulneráveis, tais como, crianças, idosos, gestantes e portadores de doenças imunossupressoras. Para tanto, ações educativas em saúde foram propostas com o objetivo de disseminar informações acerca da prevenção da gripe tipo A. Isto foi possível a partir da utilização do conceito de Aprendizagem Criativa para a construção de projetos reais, de forma lúdica, por graduandos do curso de medicina. Assim, os mesmos puderam elaborar e aplicar o módulo do programa de intervenção “Little Hearts Changing Lives”, o qual tem natureza qualitativa e foi destinado a crianças entre 6 e 12 anos de escolas públicas do município de Baependi, Minas Gerais, Brasil. Este projeto teve como público-alvo graduandos do curso de medicina em primeiro nível e estudantes de 6 a 12 anos de idade matriculados em escolas públicas de um município brasileiro, como segundo nível. A expectativa era que o público infantil pudesse incorporar medidas de prevenção da gripe tipo A, tornando-se, ainda, multiplicadores de informação. Segundo o relato de pais e educadores, objetivo foi atingido, observando-se mudanças de hábitos em casa e na escola.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-07-24

Edição

Seção

Dossiê- Saúde e Educação Básica