POLÍTICAS DE AVALIAÇÃO E RECONHECIMENTO DE SABERES NA INGLATERRA

O QUALIFICATION AND CREDIT FRAMEWORK

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-037X.2021.29075

Palavras-chave:

Qualification and Credit Framework, Inglaterra, Política de reconhecimento de saberes

Resumo

Este artigo objetiva analisar o Qualification and Credit Framework, enquanto dispositivo voltado para o reconhecimento e certificação de saberes construídos na/pela experiência de trabalho no âmbito da Inglaterra. Para tal, realizamos pesquisas bibliográfica e documental, nas quais se buscou identificar as formas e instrumentos adotados para o reconhecimento e validação de saberes adotados no QCF. Além disso, visando aprofundar sobre a configuração do processo de reconhecimento de saberes, analisamos a estrutura dos referenciais para avaliação, bem como os instrumentos para a certificação da profissão de azulejista no país. A partir da discussão proposta, constatamos que o processo de avaliação e reconhecimento de saberes na Inglaterra constitui-se enquanto coleta de documentação comprovatória das competências dos sujeitos, orientada por critérios de avaliações que procuram listar todas as habilidades e conhecimentos considerados necessários para determinada profissão. Por fim, concluímos que a forma como se organiza o processo de reconhecimento de saberes pauta-se nos pressupostos da psicologia behaviorista, que pressupõe que as competências dos trabalhadores podem ser desveladas por meio da observação e questionamento aos trabalhadores, deixando de lado as imprevisibilidades do trabalho e o potencial criativo do trabalhador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natália Valadares Lima, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG)

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais, Mestre em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais, Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Minas Gerais. Técnico-Administrativa em Educação no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. 

Daisy Moreira Cunha, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Doutora em Filosofia pela Université de Provence, Mestre em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais, Graduação em Pedagogia pelo Instituto de Educação de Minas Gerais. Professora Associada da Universidade Federal de Minas Gerais.

Referências

ALPHAPLUS Ltd - Validation of vocational qualifications: final report. Inglaterra: Ofqual, 2014.

BEETHAM, Helen - E-portfolios in post-16 learning in the UK: developments, issues and opportunities. Bristol: Joint Information Systems Committee, 2005. Disponível em :http://www.jisc.ac.uk/media/documents/themes/ elearning/eportfolioped.pdf>. Acesso em: 06 nov. 2018.

CITY & GUILDS. N/SVQ guide for centres and candidates: centre guide. Londres: City & Guilds of London Institute, 2006.

___________. Recognition of Prior Learning. Londres: City & Guilds of London Institute, 2013a.

____________. Level 2 NVQ Certificate in Wall and Floor Tiling (Construction): candidate

Logbook/work-cased evidence record. Londres: City & Guilds of London Institute, 2013b.

___________. Supporting Customer Excellence Centre Manual. Londres: City & Guilds of London Institute, 2013c.

CLARKE, Linda. Trade? Job? Occupation? The development of occupational labour markets for bricklaying and lorry driving. In BROCKMANN, Michaela; CLARKE, Linda; WINCH, Cristopher (org.) Knowledge, skills and competence in the European labour market. Londres: Routledge, 2011. p. 102 – 119.

COMISSÃO EUROPEIA. Memorando sobre Aprendizagem ao Longo da Vida. Bruxelas: Comissão Europeira. 2000.

CURCIN, Milja; BOYLE, Andrew; MAY, Tom, RAHMAN, Zeeshan. A validation framework for work-based observational assessment in vocational qualifications. Coventry: Ofqual, 2014.

HARTH, Helen; HEMKER, Bas. On the reliability of vocational workplace-based certifications. Research Papers in Education, v. 28, n. 1, p. 75–90, 2013.

LESTER, Stan. The UK Qualifications and Credit Framework: a critique. Journal of Vocational Education and Training, v. 63, n. 2, p. 205-216, 2011.

LIMA, Natália. V.; PETRUS, Ângela. M. F.; CUNHA. Daisy. M. A produção de saberes no trabalho: qual o valor dos saberes investidos? Revista Pedagógica, Chapecó, v. 15, n. 31, p. 321-334, jul./dez. 2013.

NIACE. National Institute of Adult Continuing Education - Using the Recognition of Prior Learning (RPL) within the QCF: A report to the Skills Funding Agency. Londres: NIACE, 2013.

OFQUAL. Office of the Qualifications and Examinations Regulator - Regulatory arrangements for the Qualifications and Credit Framework. Coventry: QCA, 2008.

________. Identifying purposes for qualifications in the Qualifications and Credit Framework: Testing and trialling. Londres: Ofqual, 2009.

________. A Consultation on Withdrawing the Regulatory arrangements for the Qualifications and Credit Framework. Londres: Ofqual, 2014a.

________. Guided Learning Hours: A consultation on the relevance of qualifications for the Raising the Participation Age policy and estimating the size of qualifications. Londres: Ofqual, 2014b.

PIRES, Ana Luisa de Oliveira. Educação e formação ao longo da vida: análise crítica dos sistemas e dispositivos de reconhecimento e validação de aprendizagens e de competências. Tese (Doutorado em Ciência da Educação)- Faculdade de Ciência e Tecnologia, Universidade de Lisboa, Lisboa, 2002.

QCDA. Qualification and Curriculum Development Agency. Claiming credit Guidance on the recognition of prior learning within the Qualifications and Credit Framework.. Londres: QCDA, 2010a.

_______. Guidance for developing rules of combination for the Qualifications and Credit Framework. [manual]. 4.ed. Londres: QCDA, 2010b.

______. Claiming credit Guidance on the recognition of prior learning within the Qualifications and Credit Framework. Londres: QCDA, 2010c.

STASZ, Cathy. The Purposes and Validity of Vocational Qualifications. SKOPE Research Paper, n. 105. Cardiff: SKOPE, 2011.

WINTERTON, Jonathan; DELAMARE, Françoise; STRINGFELLOW, Emma; Typology of knowledge, skills and competences: clarification of the concept and prototype. Luxemburgo: Office for Official Publications of the European Communities, 2006.

Downloads

Publicado

2021-05-19

Como Citar

LIMA, N. V.; CUNHA, D. M. . POLÍTICAS DE AVALIAÇÃO E RECONHECIMENTO DE SABERES NA INGLATERRA : O QUALIFICATION AND CREDIT FRAMEWORK. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 30, n. 1, p. 69–86, 2021. DOI: 10.35699/2238-037X.2021.29075. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/29075. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

> >>