A PRÁXIS NA FORMAÇÃO DE UMA HUMANIDADE NOVA

CONTRADIÇÕES, AVANÇOS E LIMITES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-037X.2021.33930

Palavras-chave:

Práxis, Educação, Revolução

Resumo

Esta tese tem o objetivo de investigar a categoria práxis e sua contribuição para a formação de uma humanidade nova, partindo das contribuições teórico-práticas formuladas e experimentadas no período da Revolução Russa. Encetando a discussão sob a base teórica de Marx e Engels, conceitua-se a categoria práxis e apresenta-se a obscuridade conceitual existente entre trabalho e práxis, seguindo as reflexões de Barata-Moura, Lukács, Marx, Engels, Sousa Junior, Vázquez, dentre outros...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Iziane Silvestre Nobre, Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE)

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará. Mestre em educação pela Universidade Federal do Ceará. Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual do Ceará. Professora EBTT do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Ceará. 

Downloads

Publicado

2021-09-20

Como Citar

NOBRE, I. S. A PRÁXIS NA FORMAÇÃO DE UMA HUMANIDADE NOVA: CONTRADIÇÕES, AVANÇOS E LIMITES. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 30, n. 2, p. 227–228, 2021. DOI: 10.35699/2238-037X.2021.33930. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/33930. Acesso em: 4 dez. 2021.

Edição

Seção

RESUMOS