A EDUCAÇÃO NAS COMUNIDADES PRIMITIVAS EM ELEANOR LEACOCK

UMA APROXIMAÇÃO A PARTIR DE MITOS DA DOMINAÇÃO MASCULINA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-037X.2022.39804

Palavras-chave:

Comunidades primitivas, Comunismo primitivo, Educação nas comunidades primitivas

Resumo

As comunidades primitivas expressam o primeiro passo da humanidade para a constituição do que hoje é o gênero humano. Num processo de transformação interrupto, mas que envolve elementos essenciais de continuidade, a humanidade é uma totalidade em movimento, cujo início remete a suas primeiras formas de organização social. O seu estudo é fundamental para entendermos como chegamos até aqui e como podemos orientar a nossa história futura. Baseado nesses pressupostos, debruçamo-nos neste artigo sobre a educação nas comunidades primitivas, entendendo que a compreensão de como ela se organizava na primitividade é basilar para orientarmos nossas ações pedagógicas hoje em dia. Entendemos que desde o livro de Aníbal Ponce, Educação e lutas de classes, de 1937, nada mais de significativo sobre o nosso objeto foi produzido na perspectiva teórica que adotamos acerca da educação nas comunidades primitivas, isto é, a perspectiva marxista. Este artigo busca atualizar, no sentido de negar, confirmar e aprofundar, as teses sobre a educação nas comunidades primitivas apontadas por Ponce em sua obra. Para tal, baseamo-nos na leitura imanente de Mitos da Dominação Masculina, clássico da antropologia marxista, de Eleanor Burke Leacock. Nesse livro, a autora traça um amplo painel acerca das relações e da forma de organização das comunidades primitivas, a partir do qual podemos extrair as linhas gerais da dinâmica educativa nela subjacente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Talvanes Eugenio Maceno, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Doutor em Educação pela Universidade Federal de Alagoas, Mestre em Educação pela Universidade Federal de Alagoas, Graduação em história pela mesma instituição. Professor adjunto da Universidade Federal de Alagoas

Yuri Rangel Nunes Silva, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Graduando em Pedagogia pela Universidade Federal de Alagoas.

Referências

LEACOCK, Eleanor Burke. Mitos da dominação masculina: uma coletânea de artigos sobre as mulheres numa perspectiva transcultural. São Paulo: Instituto Lukács, 2019. 416 p. Tradução de: Susana Vasconcelos Jimenez.

LUKÁCS, Georg. Para uma ontologia do ser social II. São Paulo, Boitempo, 2013.

MACENO, Talvanes Eugênio. A impossibilidade da universalização da educação. São Paulo: Instituto Lukács, 2019. 128 p.

PONCE, Aníbal. Educação e luta de classes. 18. ed. São Paulo: Cortez, 2001. Tradução de: José Severo de Camargo Pereira.

Downloads

Publicado

2023-01-24

Como Citar

MACENO, T. E.; SILVA, Y. R. N. A EDUCAÇÃO NAS COMUNIDADES PRIMITIVAS EM ELEANOR LEACOCK: UMA APROXIMAÇÃO A PARTIR DE MITOS DA DOMINAÇÃO MASCULINA. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 31, n. 3, p. 65–78, 2023. DOI: 10.35699/2238-037X.2022.39804. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/39804. Acesso em: 4 fev. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.