A FORMAÇÃO DE INTELECTUAIS E A ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR NA EDUCAÇÃO INTEGRADA

Autores

  • Luís Paulo Lombardi Villela Graciano Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS)
  • Vagno Emygdio Machado Dias Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS) https://orcid.org/0000-0001-9102-4283

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-037X.2023.40949

Palavras-chave:

Formação de Intelectuais., Administração Escolar., Escola Unitária.

Resumo

As políticas públicas nas primeiras décadas do século XXI no Brasil, que possibilitaram a expansão da educação profissional e tecnológica, trouxeram consigo uma proposta de educação integrada. Os educadores em torno da educação integrada consideram a necessidade de articular o ensino profissional e o ensino médio, de acordo com a concepção gramsciana de "trabalho como princípio educativo" e de "escola unitária". Esta pesquisa parte do pressuposto de que a administração escolar, inserida num projeto de transformação social no âmbito da Educação Profissional e Tecnológica (EPT), não separa os aspectos administrativos e educativos, mas sim os considera como um único e mesmo processo que contribui na formação de intelectuais (dirigentes). A pesquisa é de cunho qualitativo e os procedimentos metodológicos adotados correspondem a uma análise documental e de literatura. Assim, o objetivo da pesquisa é compreender as possibilidades de formação de intelectuais na educação integrada, considerando que suas bases conceituais estão alinhadas ao referencial teórico-metodológico marxista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luís Paulo Lombardi Villela Graciano, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS)

Mestrando em Educação Profissional e Tecnológica pelo PROFEPT no IFUSLDEMINAS- PCS, Graduação em Filosofia pela UNIFRAN e em Processos Gerenciais pelo IFSP, realiza estudos nas áreas de Educação, Filosofia Política, Ética, Gestão Pública e Teorias Organizacionais. É Professor e Gestor Público trabalhando atualmente como Assessor do Diretor do Departamento de Cultura na Prefeitura Municipal de São João da Boa Vista

Vagno Emygdio Machado Dias, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS)

Doutor e Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Graduação em Ciências Sociais pela UNESP. Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS - Campus Poços de Caldas). Atuação em Fundamentos de Sociologia e Fundamentos da Educação, nos seguintes temas: Trabalho, Educação e Política; Educação Profissional e Tecnológica; Teoria Social; Pensamento Gramsciano

Referências

BRASIL. Lei nº 11.892, de 29/12/2008: Cria a Rede Federal de Educação Profissional Científica e Tecnológica. Brasília: Planalto Central, D.O.U. DE 30/12/2008, p. 1 com alterações da Lei 12.863, de 24/09/2013. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11892.htm. Acesso em: 27 de nov. 2020.

BRASIL. Educação Profissional Técnica de Nível Médio Integrada ao ensino Médio: Documento Base. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, Brasília, 2007.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere, volume 1. edição e tradução, Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro, 2. ed. Civilização Brasileira, 1999.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere, volume 2. edição e tradução, Carlos Nelson Coutinho. Rio de Janeiro, 2. ed. Civilização Brasileira, 2001.

HORTA, José Silvério Baia. A Educação Na Itália Fascista: As Reformas Gentile (1922-1923). História da Educação, ASPHE/FaE/UFPel, Pelotas, v. 12, n. 24, p. 179-223, jan. abr. 2008. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/asphe/article/viewFile/29249/pdf Acesso em: 27 de nov. 2020.

IFSULDEMINAS. Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI 2019-2023). Pouso Alegre, 2021. Disponível em: https://portal.ifsuldeminas.edu.br/index.php/historico-dos-pdis Acesso em: 24 de ago. de 2022.

IFSULDEMINAS. Projeto Político Pedagógico do Curso Técnico em Administração Integrado ao Ensino Médio do campus Poços de Caldas. Poços de Caldas, 2019a. Disponível em: https://portal.pcs.ifsuldeminas.edu.br/documentos-tecnico-administracao-integrado Acesso em: 24 de ado. 2022.

IFSULDEMINAS. Projeto Político Pedagógico do Curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio do campus Poços de Caldas. Poços de Caldas, 2019b. Disponível em: https://portal.pcs.ifsuldeminas.edu.br/cursos-tecnicos-integrados/tecnico-em-informatica/documentos-tecnico-informatica-integrado Acesso em: 24 de ado. 2022.

IFSULDEMINAS. Projeto Político Pedagógico do Curso Técnico em Eletrônica Integrado ao Ensino Médio do campus Poços de Caldas. Poços de Caldas, 2019c. Disponível em: https://portal.pcs.ifsuldeminas.edu.br/cursos-tecnicos-integrados/tecnico-eletrotecnica-integrado/documentos-tecnico-eletrotecnica-integrado Acesso em: 24 de ado. 2022.

JÚNIOR, Severino Domingos; COSTA, Francisco José. Mensuração e Escalas de Verificação: uma Análise Comparativa das Escalas de Likert e PhraseCompletion. PMKT – Revista Brasileira de Pesquisas de Marketing, Opinião e Mídia. São Paulo, v. 15, p. 1-16, out. 2014. Disponível em: http://www.revistapmkt.com.br/Portals/9/Volumes/15/1_Mensura%C3%A7%C3%A3o%20e%20Escalas%20de%20Verifica%C3%A7%C3%A3o%20uma%20An%C3%A1lise%20Comparativa%20das%20Escalas%20de%20Likert%20e%20Phrase%20Completion.pdf Acesso em: 27 de nov. 2020.

NOSELLA, Paolo. Ensino Médio: unitário ou multiforme. Revista Brasileira de Educação. v. 20, n. 60, jan.-mar. de 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/v20n60/1413-2478-rbedu-20-60-0121.pdf Acesso: 18 de ago. 2022.

PARO, Vitor Henrique. Administração escolar: Introdução Crítica. São Paulo, 17 ed. Editora Cortez, 2012.

PARO, Vitor Henrique. Gestão Escolar, Democracia e Qualidade do Ensino. São Paulo, 2 ed. Editora Intermeios, 2018.

Downloads

Publicado

2024-01-24

Como Citar

GRACIANO, L. P. L. V.; DIAS, V. E. M. A FORMAÇÃO DE INTELECTUAIS E A ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR NA EDUCAÇÃO INTEGRADA. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 32, n. 3, p. 110–126, 2024. DOI: 10.35699/2238-037X.2023.40949. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/40949. Acesso em: 22 jun. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS