TRANSIÇÕES ESCOLA-TRABALHO EM TEMPOS DE CRISE PANDÉMICA

CONTRIBUTOS PARA A COMPREENSÃO A PARTIR DAS EXPERIÊNCIAS DE JOVENS NEET

Autores

  • Mafalda Frias Fundação para a Ciência e a Tecnologia - Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra https://orcid.org/0000-0002-7052-0701
  • Luís Alcoforado Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
  • António Cordeiro Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra https://orcid.org/0000-0002-8648-3204

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-037X.2022.41849

Palavras-chave:

Jovens NEET, Transição escola-trabalho, Covid-19

Resumo

Nas últimas décadas, a transição para a vida adulta tem vindo a tornar-se mais complexa e prolongada, não raras vezes intermitente e reversível. Este fenômeno tem dado visibilidade a uma série de constrangimentos que afetam o desenvolvimento das trajetórias dos jovens, dos quais se destaca a precariedade laboral e o desemprego, culminando em conjunturas NEET (not in employment, education or training). Para quem já enfrentava uma posição de maior vulnerabilidade a flutuações estruturais, os constrangimentos desencadeados pela pandemia de Covid-19 vieram ampliar e adensar as dificuldades dos jovens no processo de transição para a vida adulta. Enquanto terceira fase de um estudo de caso sobre os jovens que não estudam nem trabalham, neste trabalho propomo-nos a revisitar algumas das conclusões mais relevantes reunidas em etapas anteriores, relacionando-as com um conjunto de perceções geradas a partir de um focus group com participantes integrados numa resposta pública para jovens NEET do município de Sintra (Portugal) – razões, desafios e vivências da situação NEET; e perceções sobre o sistema educativo, transições e mercado de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mafalda Frias, Fundação para a Ciência e a Tecnologia - Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra

Formação de Adultos, pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra (Portugal); experiência profissional como Formadora e Mediadora Pessoal e Social de Cursos de Educação e Formação de Adultos; membro do projeto “Território e Educação” que atua no desenvolvimento de Planos Estratégicos de Educação; Investigadora do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20); Bolseira de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia SFRH/BD/131426/2017

Luís Alcoforado, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra

Professor Doutor em Ciências da Educação na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra (Portugal); Investigador do Grupo de Políticas, Organizações e Dinâmicas Educativas (GRUPOEDE) do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20); Coordenador do Mestrado em Ciências da Educação e membro da comissão coordenadora do Doutoramento em Ciências da Educação da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra

António Cordeiro, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

Professor Doutor em Geografia na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (Portugal); Investigador do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS20); Faz parte do projeto europeu H2020 - "URBiNAT - Corredores saudáveis como impulsionadores de bairros de habitação social para a co-criação de social, ambiental e comercializável - NBS", bem como Erasmus + "CoReD - Collaborative Re-Design with Schools”; Coordenador de Cartas Municipais de Educação e Planos Estratégicos de Educação desde 2004

Referências

ALCOFORADO, Luís. Competências, Cidadania e Profissionalidade: limites e desafios para a construção de um modelo português de educação e formação de adultos. Dissertação (Doutoramento em Ciências da Educação) – Especialidade de Educação Permanente e Formação de Adultos, Universidade de Coimbra, Coimbra, 2008.

ALVES, Mariana Gaio. Trajectórias de inserção profissional: uma música sem maestro? In: Pardal, L.; Martins, A.; Sousa, C.; Dujo, A.; Placco, V. (org.). Educação e Trabalho: representações, competência e trajetórias. Aveiro: Universidade de Aveiro. Departamento de Ciências da Educação, 2007. p. 305-319.

AMADO, João. Manual de Investigação Qualitativa em Educação. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2014.

CALLEJO, Javier. El Grupo de Discusión: introducción a una práctica de investigación. Barcelona: Ariel, 2001.

CALVO, Alfredo Hernando. Viaje a la escuela del siglo XXI. Así trabajan los colegios más inovadores del mundo. Madrid: Fundación Telefónica, 2015.

CLEARY, Jennifer; KERRIGAN, Monica & VAN NOY, Michelle. Towards a New Understanding of Labor Market Alignment. In: Paulsen, M. (Ed.). Higher Education: Handbook of Theory and Research Springer, 2017. p. 577-629.

CNE. Recomendação: perspetivar o futuro do Ensino Profissional. Lisboa: Conselho Nacional de Educação, 2021.

CNE. O Estado da Educação 2019. Lisboa: Conselho Nacional de Educação, 2020.

COLLARD, Paul & LOONEY, Janet. Nurturing creativity in education. European Journal of Education, v. 49, n. 3, p. 348-364, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1111/ejed.12090. Acesso em: 18 abr. 2022.

DELORS, Jacques. Educação: um tesouro a descobrir, relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI. UNESCO: Editora Cortez, 2010.

DIÁRIO DA REPÚBLICA. Despacho n.º 6478/2017, 26 de julho. O Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória. Diário da República, n.º 143/2017, Série II. Educação - Gabinete do Secretário de Estado da Educação. Disponível em: https://dre.pt/dre/detalhe/despacho/6478-2017-107752620. Acesso em: 7 abr. 2022.

DICKS, Alexander & LEVELS, Mark. NEET during the School-to-Work Transition in the Netherlands. In: Levels, M.; Brzinsky-Fay, C.; Holmes, C.; Jongbloed, J.; Taki, H. (Eds). The Dynamics of Marginalized Youth. Not in Education, Employment, or Training Around the World. London and New York: Routledge Taylor and Francis Group, 2022. p. 25-55.

ESTANQUE, Elísio. Trabalho, desigualdades sociais e sindicalismo. Revista Crítica de Ciências Sociais, n. 71, p. 113-140, 2005. Disponível em: http://journals.openedition.org/rccs/1023. Acesso em: 10 jun. 2022.

EUROFOUND. Impact of COVID-19 on young people in the EU. Luxembourg: Publications Office of the European Union, 2021.

EUROFOUND. Exploring the Diversity of NEETs. Luxembourg: Publications Office of the European Union, 2016.

EUROFOUND. NEETs – Young people not in employment, education or training: Characteristics, costs and policy responses in Europe. Luxembourg: Publications Office of the European Union, 2012.

FRIAS, Mafada, ALCOFORADO, Luís & CORDEIRO, António Manuel Rochette. The NEET phenomenon and dynamics of school-to-work transition: characterisation as support to the definition of local strategic actions. International Review of Education (no prelo).

FRIAS, Mafalda, ALCOFORADO, Luís & CORDEIRO, António Manuel Rochette. Fenómeno NEET. Desafios para uma nova compreensão das transições para a vida adulta. Dirigir & Formar, Instituto do Emprego e Formação Profissional, n. 30, p. 46-50, 2021. Disponível em: https://opac.iefp.pt/Images/winlibimg.aspx?skey=&doc=90854&img=3649. Acesso em: 19 jun. 2022.

FRIAS, Mafalda, ALCOFORADO, Luís & CORDEIRO, António Manuel Rochette. O Caso dos Jovens Nem Nem: novas trajetórias, novos desafios. Práxis Educacional, v. 16, n. 42, p. 186-216, 2020. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/praxis/article/view/7348. Acesso em: 11 jul. 2022.

GUERREIRO, Maria das Dores & ABRANTES, Pedro. Transições Incertas. Os Jovens perante o Trabalho e a Família. Lisboa: Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego, 2007.

HEWISON, Kevin. Precarious Work. In: Edgell, S.; Gottfried, H.; Granter, E. (org.). The Sage Handbook of Sociology of Work and Employment. London: Sage, 2016. p. 428-443.

ILO. Global Employment Trends for Youth 2020: Technology and the future of jobs. Geneva: International Labour Office, 2020a.

ILO. Monitor: Covid-19 and the world of work. Fourth edition Updated estimates and analysis. International Labor Organization, 2020b.

ILO. Youth and Covid-19: impacts on jobs, education, rights and mental well-being. Survey Report 2020. International Labor Organization, 2020c.

KOVÁCS, Ilona. Emprego flexível em Portugal. Sociologias, v. 6, n. 12, p. 32-67, 2004. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/sociologias/article/view/5489. Acesso em: 23 abr. 2022.

LEVELS, Mark; BRZINSKY-FAY, Christian; HOLMES, Craig; JONGBLOED, Janine & TAKI, Hirofumi. The Dynamics of Marginalized Youth. Not in Education, Employment, or Training Around the World. London and New York: Routledge Taylor and Francis Group, 2022.

OCDE. Education at a Glance 2021: OECD Indicators. Paris: OECD Publishing, 2021.

ORTEGA, Magdalena Suárez. El Grupo de Discusión: Una Herramienta para la Investigación Cualitativa. Barcelona: Laertes, 2005.

PAIS, José Machado. Ganchos, Tachos e Biscates: jovens, trabalho e futuro. 4. Ed. Berlin: GD Publishing / Edições Machado, 2016.

ROBINSON, Ken. O elemento. Porto: Porto Editora, 2010.

SCHOON, Ingrid. Parental worklessness and the experience of NEET among their offspring. Evidence from the Longitudinal Study of young people in England (LSYPE). Longitudinal and Life Course Studies, v. 5, n. 2, p. 129-150, 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14301/llcs.v5i2.279. Acesso em: 15 mar. 2022.

SHORT, Maureen & KELLER-BELL, Yolanda. Essential skills for the 21st century workforce. In: Khosrow-Pour. M. (Ed.). Research Anthology on Developing Critical Thinking Skills in Students IGI Global, 2021. p. 97-110.

STRECKER, Tanja; LÓPEZ, Joffre & CABASÉS, Àngels. Examining NEET situations in Spain: Labour Market, Discourses and Policies. Journal of Applied Youth Studies n. 4, p.119–134, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s43151-021-00048-2. Acesso em: 12 jul. 2022.

TRINDADE, Rui & COSME, Ariana. Educar e Aprender na Escola - Questões, desafios e respostas pedagógicas. Vila Nova de Gaia: Fundação Manoel Leão, 2010.

UNESCO. Reimaginar nossos futuros juntos - Um novo contrato social para a educação. Relatório da Comissão Internacional sobre os futuros da educação. Paris: UNESCO/ Fundação SM, 2022.

Downloads

Publicado

2023-01-24

Como Citar

FRIAS, M.; ALCOFORADO, L.; CORDEIRO, A. TRANSIÇÕES ESCOLA-TRABALHO EM TEMPOS DE CRISE PANDÉMICA: CONTRIBUTOS PARA A COMPREENSÃO A PARTIR DAS EXPERIÊNCIAS DE JOVENS NEET. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 31, n. 3, p. 11–28, 2023. DOI: 10.35699/2238-037X.2022.41849. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/41849. Acesso em: 4 fev. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS