O LUGAR DOS IDOSOS NAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO EM PORTUGAL / The place of the elderlies in public policies of education and training in Portugal

Autores

  • Carmen Cavaco Universidade de Lisboa / Instituto de Educação

Palavras-chave:

Aprendizagem ao Longo da Vida, Educação de idosos, Políticas públicas

Resumo

Neste artigo, por meio da análise de dados estatísticos sobre Educação e Formação do Eurostat e de documentos oficiais da Comissão Européia - o Livro Branco da Educação e Formação (1995) e o Memorando da Aprendizagem ao longo da vida (2000) -, onde são mencionados como destinatários das políticas públicas de educação apenas os jovens e adultos ativos, faz-se uma análise crítica sobre o direito dos idosos à educação. Nessa análise evidenciam-se dois paradoxos presentes nos documentos analisados - não se defende uma educação e formação para todos e não se valoriza, de igual modo, todas as modalidades educativas - que provocam grandes constrangimentos na participação dos idosos em educação e formação na comunidade europeia, bem como no contexto português, reforçando um referencial "liberal social" no campo do direito à educação.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carmen Cavaco, Universidade de Lisboa / Instituto de Educação

Professora Pesquisadora do Instituto de Educaçao da Universidadede de Lisboa.

Downloads

Publicado

2012-05-03

Como Citar

CAVACO, C. O LUGAR DOS IDOSOS NAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO EM PORTUGAL / The place of the elderlies in public policies of education and training in Portugal. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 21, n. 1, p. 39–51, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8823. Acesso em: 25 mar. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS