EDUCAÇÃO E CRISE DO TRABALHO - PERSPECTIVAS DE FINAL DE SÉCULO

Autores

  • Paulo Henrique de Queiroz Nogueira FaE/UFMG

Palavras-chave:

Educação, Trabalho, Crise do capitalismo

Resumo

O livro apresenta oito autores afinados com os estudos do complexo temático Trabalho e Educação e que se propuseram a responder aos dilemas e desafios enunciados no título. O livro em questão é assinado pelos seguintes nomes: Gaudêncio Frigotto (organizador e apresentador), Acácia Kuenzer, Pablo Gentili, Maria Ciavatta Franco, Miguel G. Arroyo, Paolo Nosella, Lia Vargas Tiriba, Tomas R. Villasante - mantêm-se a relação conforme esses aparecem na coletânea, da postulada por Frigotto, pois ela obedece a um caráter de agrupamento temático favorável à compreensão da obra. O título, ao mesmo tempo que reconhece as mudanças ocorridas na organização produtiva e sua incidência nos processos formais e não formais de educação, propõe aos pesquisadores do campo e aos leitores um repensar efetivo sobre essas questões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

NOGUEIRA, P. H. de Q. EDUCAÇÃO E CRISE DO TRABALHO - PERSPECTIVAS DE FINAL DE SÉCULO. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 3, p. 193–195, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8914. Acesso em: 5 jul. 2022.

Edição

Seção

RESENHAS