A MODERNIZAÇÃO DA INDÚSTRIA TÊXTIL E OS CONDICIONANTES DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Autores

  • Maria Laetitia Corrêa FEAD

Palavras-chave:

Indústria têxtil, Modernização, Formação profissional

Resumo

As transformações do mundo do trabalho, que condicionam uma nova pedagogia do capital, são tomadas como ponto de partida para a análise das modificações no processo de formação profissional, partindo-se do pressuposto de que a reflexão sobre esta problemática tem a ganhar com o desenvolvimento de pesquisas em setores específicos da indústria. É o caso aqui, que trata da questão no setor têxtil, a partir do estudo de caso de uma empresa mineira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Laetitia Corrêa, FEAD

Doutora em Sociologia (Université Paris I, Panthéon, Sorbonne). Professora da Faculdade de Estudos Administrativos (FEAD). Consultora Organizacional e de Pós-Graduação. Pesquisadora do Grupo de Pesquisas sobre Gestão, Trabalho, Educação e Cidadania da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais (GETEC) e do Núcleo de Estudos sobre Trabalho e Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (NETE). Suas áreas de interesse em pesquisa são sociologia do trabalho, sociologia da educação, organizações públicas e gestão de pessoas nas organizações.

Downloads

Como Citar

CORRÊA, M. L. A MODERNIZAÇÃO DA INDÚSTRIA TÊXTIL E OS CONDICIONANTES DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 3, p. 161–184, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8918. Acesso em: 20 jan. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS