A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E OS MOVIMENTOS SOCIAIS: ALGUNS APONTAMENTOS / A Youth and Adults Education and social movements: some notes

Autores

  • Roberto Márcio Gomes de Rezende UEMG

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos, Movimentos sociais, Formação Humana

Resumo

Este trabalho visa analisar a Educação de Jovens e Adultos (EJA) para além de sua redução a uma modalidade de ensino, bem como discutir seu caráter marcadamente legal e oficial. Realiza-se uma crítica segundo a qual a EJA é sempre vista pela oferta educacional propiciada pelo Estado. Neste texto procuramos superar a concepção de EJA, em que ela é vista de forma fragmentada; EJA nas escolas, no campo, como formação profissional e outras. Sustentamos neste artigo como a EJA se constitui, a partir da sua relação com os movimentos sociais, como o conjunto de formas de aprendizagem que se dão no interior da produção e reprodução da existência. Nesse sentido, a EJA deve ser vista, no âmbito da sociedade civil, na perspectiva de que os diversos locais de prática social se constituem em espaços de educação-formação de jovens e adultos. Sinalizamos uma visão ampliada do fenômeno educativo, ancorada na busca da unidade entre as ações de mobilização e organização dos setores oprimidos e de todas as expressões de luta por uma nova hegemonia na sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roberto Márcio Gomes de Rezende, UEMG

Mestrado em Educação, Historiador e Professor da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Centro de Extensão, Observatório da Educação do Campo.

Downloads

Publicado

2013-05-11

Como Citar

REZENDE, R. M. G. de. A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E OS MOVIMENTOS SOCIAIS: ALGUNS APONTAMENTOS / A Youth and Adults Education and social movements: some notes. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 22, n. 2, p. 105–124, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9058. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS