“É DIFERENTE, MAS TEM MUITA COISA IGUAL”. DIÁLOGOS COM A CLÍNICA DA ATIVIDADE A PARTIR DE UMA PESQUISA COM PROFISSIONAIS DE RECURSOS HUMANOS / “It's different, but it is also the same”. Dialogue with clinical activity from a survey with Human Resources

Autores

  • Ana Paula de Castro Almeida UFMG

Palavras-chave:

Clínica da atividade, Instrução ao sósia, Recursos Humanos | Clinical activity, Instruction to double, Human Resources

Resumo

Over the years, the changes that have occurred in Brazil in the political, social and economic context drove companies to change, significantly, how they manage their employees, requiring even more focus on developing policies and employee management practices. Therefore, the performance of HR professionals has undergone major changes, and needs to adapt their profile and activities in the face of new demands. This new form of action, as part of strategic management of the business, brings a series of impasses and difficulties for these professionals. Without finding space in their companies to share them, they search for autonomous groups formed by peers to enable the sharing of these experiences. However, these meetings, especially in the case of the group subject of the study in this thesis - Human Resources Professionals Group (GPRH) - occur in meeting format, with a set schedule and a limited workload, making it difficult for these exchanges to occur in more detailed way. The purpose of this study was to offer, from the theoretical and methodological resources proposed by the clinical activity... 

___

Ao longo dos anos, as mudanças ocorridas no Brasil no âmbito político, social e econômico impulsionaram as empresas a alterarem, significativamente, a forma de gerir seus empregados, sendo necessário focar ainda mais no desenvolvimento de políticas e práticas de gestão de pessoas. Por conseguinte, a atuação dos profissionais de Recursos Humanos sofreu profundas transformações, sendo preciso adaptar seu perfil e suas atividades, frente às novas demandas. Essa nova forma de atuação, como parte integrante da gestão estratégica do negócio, traz consigo uma série de impasses e dificuldades para esses profissionais. Sem encontrar espaço em suas empresas para partilhá-los, procuram por grupos autônomos formados por colegas de profissão, que possibilitam o compartilhamento dessas experiências. Todavia, estes encontros, especialmente no caso do grupo que foi objeto de estudo nesta dissertação - Grupo de Profissionais de Recursos Humanos (GPRH) - ocorrem em formato de reunião, com uma programação definida e uma carga horária limitada, dificultando que essas trocas ocorram de maneira mais aprofundada. A proposta deste estudo consistiu, portanto, em oferecer, a partir dos recursos teóricos e metodológicos propostos pela clínica da atividade... 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula de Castro Almeida, UFMG

Mestrado em Psicologia Social pela UFMG, Graduação em Psicologia 

Downloads

Publicado

2016-03-03

Como Citar

ALMEIDA, A. P. de C. “É DIFERENTE, MAS TEM MUITA COISA IGUAL”. DIÁLOGOS COM A CLÍNICA DA ATIVIDADE A PARTIR DE UMA PESQUISA COM PROFISSIONAIS DE RECURSOS HUMANOS / “It’s different, but it is also the same”. Dialogue with clinical activity from a survey with Human Resources. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 24, n. 2, p. 319–320, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9446. Acesso em: 17 out. 2021.

Edição

Seção

RESUMOS