Encontros culturais e etnogênese: o caso das comunidades afro-brasileiras do Vale do Guaporé

  • Luis Claudio Pereira Symanski UFPR
  • Paulo Zanettini Zanettini Arqueologia
Palavras-chave: Etnogênese, Vale do Guaporé, População afro-brasileira

Resumo

Pretendemos, neste trabalho, discutir o processo de etnogênese da população afro-brasileira que, desde o século XVIII, habita o vale do Guaporé, no Mato Grosso e Rondônia. Essa região foi abandonada pela elite luso-brasileira no começo do século XIX, e o complexo material relacionado ao processo de colonização foi reapropriado pela população africana e afro-descendente, composta, sobretudo, por escravos forros e quilombolas. Essa população conformou um território afro-brasileiro que se estendeu por todo o vale do Guaporé, simultaneamente construindo uma identidade própria, fortemente pautada em referênciais culturais centro-africanos. Com base em registros escritos, tradição oral, estudos etnográficos e dados arqueológicos, discutiremos como ocorreu esse processo de etnogênese afro-guaporeana.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-12-31
Como Citar
Symanski, L. C. P., & Zanettini, P. (2010). Encontros culturais e etnogênese: o caso das comunidades afro-brasileiras do Vale do Guaporé. Vestígios - Revista Latino-Americana De Arqueologia Histórica, 4(2), 90-123. https://doi.org/10.31239/vtg.v4i2.10667
Seção
Artigos