Os paradigmas epistemológicos da arqueologia histórica: estudos e perspectivas

Palavras-chave: Arqueologia Histórica, Cultura Material, Teoria, Metodologia

Resumo

O presente estudo deriva das reflexões teórico-metodológicas iniciais de um processo de revisão bibliográfica a ser aprofundado em tese de doutoramento de um dos articulistas. Parte-se de considerações conceituais seguidas de correlações interpretativas levadas a termo em alguns estudos que compõem o ponto de partida da aludida revisão bibliográfica. As reflexões conceituais incidem transversalmente sobre o campo epistêmico da Arqueologia Histórica. A tese de doutoramento em processo tem como objeto as fazendas do período colonial situadas no interior do Rio Grande do Sul. Apresenta-se ainda um elenco de estudos realizados no mesmo contexto como forma de prospectar o trabalho em curso e justificar sua pertinência.

Referências

BINFORD, L. R. 1981. Behavioral archaeology and the" Pompeii premise". Journal of anthropological research, vol. 37, n. 3. Pp. 195-208.

CODEVAT – Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari. 2018. Disponível em: <http://codevat.org.br> Acesso em: abril de 2018.

DEAGAN, K. 2008. Líneas de investigación en Arqueología Histórica. Vestígios - Revista Latino-americana de Arqueologia Histórica, vol. 2, n. 1. Pp. 63-93.

FRANZ, E. 2009. O Negro Taquariense: do escravismo ao abolicionismo. Monografia. (Licenciatura em História), Curso de História, Centro Universitário Univates, Lajeado/RS.

FOUCALT, M. 1999. As palavras e as coisas: uma arqueologia das ciências humanas. Trad. Salma Tannus Muchail. 8º ed. São Paulo: Martins Fontes.

FUNARI, P. P. A. 2007. Teoria e a arqueologia histórica: a América Latina e o mundo. Vestígios - Revista Latino-Americana de Arqueologia Histórica, vol. 1, n. 1. Pp. 50-58.

GHENO, D. A. 2012. Arqueologia histórica no Vale do Taquari/RS: análise dos recipientes de vidro da casa comercial de Arnaldo Fensterseifer–Roca Sales/RS. (Trabalho de Conclusão de Curso). Universidade do Vale do Taquari, Lajeado/RS.

HUME, N. 2001. A guide to artifacts of colonial America. Pensilvânia: University of Pennsylvania Press.

KREUTZ, M. R. 2008. O contexto ambiental e as primeiras ocupações humanas no Vale do Taquari/RS. (Dissertação de Mestrado em Ambiente e Desenvolvimento). Universidade do Vale do Taquari, Lajeado/RS.

LE GOFF, J. 2003. História e Memória. Tradução: Bernardo Leitão. Campinas, Editora da Unicamp, 5ª ed.

LIMA, T. A. 1993. Arqueologia Histórica no Brasil: balanço bibliográfico (1960-1991). Anais do Museu Paulista, vol. 1. Pp. 225-262.

LIMA, T. A. 2011. Cultura material: a dimensão concreta das relações sociais. In: Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, vol. 6, n. 1. Pp. 11-23.

LOPES, S. N.; MACHADO, N. T. G. 2007. Do Alicerce ao telhado: a arquitetura como documento arqueológico. In: XXIV Simpósio Nacional de Impostos. Caderno de Programação do 24° Simpósio Nacional de História. São Leopoldo - RS: Oikos. Pp 136-136.

LOPES, S. N.; MACHADO, N. T. G; GHENO, D. A. 2007. Os cacos do passado de presente para o futuro: as pesquisas em Arqueologia Histórica no Vale do Taquari/RS. In: Anais do VI Salão de Iniciação Científica da Univates. Lajeado - RS: Editora Univates. Pp. 60-60.

MACHADO, N. T. G.; LOPES, S. N. 2008. O Patrimônio cultural sob as lentes da Arqueologia Histórica – colonização e imigração no Vale do Taquari/RS. Estudo & Debate, Lajeado/RS, vol. 15 n. 2. Pp. 51-70.

MACHADO, N. T. G.; LOPES, S. N.; GHENO, D. A. 2009. Arqueologia Histórica e a problemática do patrimônio: discussões acerca da preservação, turismo e educação patrimonial no Vale do Taquari-Rio Grande do Sul. História (São Paulo), vol. 28, n. 1.

MARTINEZ, P. H. 2006. História ambiental no Brasil: pesquisa e ensino. São Paulo: Cortez.

MENESES, U. T. B. de. 1998. Memória e cultura material: documentos pessoais no espaço público. In: Estudos Históricos, Rio de Janeiro, vol. 11, n. 21. Pp. 89-104.

MOREIRA, P. R.; MUGGE, M. H. 2013. Teutas alforrias: Experiências de cativeiro e liberdade em uma zona de imigração europeia (São Leopoldo RS, séc. XIX). In: Anais do XXVII Simpósio Nacional de História. Natal/RN.

MÜLLER, C. A. 1998. A história econômica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Gazeta Mercantil.

ORSER JR, C.; FUNARI, P. 2012. Arqueologia da resistência escrava. Cadernos do LEPAARQ (UFPEL), vol. 1, n. 2. Pp.11-25.

PLENS, C. R. 2016. A Arqueologia da São Paulo Oitocentista: Paranapiacaba. São Paulo: Annablume Arqueológica.

RELLY, E.; MACHADO, N. T. G.; SCHNEIDER, P. 2008. Do Taiaçuapé a Colinas. Lajeado, Centro de Memória, Documentação e Pesquisa do Centro Universitário UNIVATES, Ed. da UNIVATES.

ROBRAHN-GONZÁLEZ, É. M. 1999-2000. A Arqueologia em perspectiva: 150 anos de prática e reflexão no estudo de nosso passado. Revista USP. São Paulo, n. 44. Pp. 10-31.

SAMARA, E. de M., TUPY, I. S. S. 2007. História & documento e metodologia de pesquisa. Belo Horizonte: Autêntica Editora.

SCHMITT, F. C.; LOPES, S. N.; MACHADO, N. T. G. 2016. A arqueologia histórica nas pesquisas sobre escravidão no Vale do Taquari/RS. In: Anais do XIII Encontro Estadual da ANPUH/RS. Santa Cruz do Sul.

SYMANSKI, L. C. P. 1997. Grupos Domésticos e comportamento de consumo em Porto Alegre no Século XIX: o Solar Lopo Gonçalves. (Dissertação de Mestrado em História). Porto Alegre/RS: PUC/RS.

SYMANSKI, L. C. P. 2009. Arqueologia Histórica no Brasil: uma revisão dos últimos 20 anos. In: MORALES, Walter Fagundes; MOI, Flavia Prado (Org.). Cenários Regionais em Arqueologia Brasileira. 1ª ed. São Paulo: Annablume. Pp. 279-310.

SYMANSKI, L. C. P.; ZANETTINI, P. 2010. Encontros Culturais e etnogênese: o caso das comunidades afro-brasileiras do vale do Guaporé. Vestígios-Revista Latino-Americana de Arqueologia Histórica, vol. 4, n. 2, p. 90-123.

TOCCHETTO, F. B. 2004. Fica dentro ou joga fora? Sobre práticas cotidianas em unidades domésticas na Porto Alegre oitocentista. (Tese de Doutorado em História). Porto Alegre/RS: PUC/RS.

WITT, M. A. 2014. Sobre escravidão e imigração: relações Interétnicas. História: Debates e Tendências. Passo Fundo/RS, vol.14. Pp. 21-35.

Publicado
2019-06-30
Seção
Artigos