A doença cárie como preditora de cárie em dentes decíduos e permanentes

  • Helenaide Paiva Pereira Universidade Gama Filho - UGF
  • Victor Requejo Costa Universidade Gama Filho - UGF
  • Lívia Azeredo Alves Antunes Universidade Federal Fluminense - UFF
  • Maria da Encarnação Perez Requejo Costa Universidade Gama Filho - UGF

Resumo

Vários sinais têm sido relacionados como preditores de cárie nos dentes decíduos e permanentes. Dieta cariogênica e ausência de higienização são fortemente relacionados com a presença de cárie dentária,
mas a cárie em dentes decíduos tem sido apontada como forte preditora da doença nos dentes permanentes. O presente trabalho teve como objetivo relacionar a cárie nos dentes decíduos anteriores como preditora de cárie nos molares decíduos, e estes como preditores de cárie nos primeiros molares permanentes. Cento e vinte e cinco pacientes com idades entre 2 e 10 anos (média=4,7), de ambos os gêneros, atendidos na Clínica de Odontopediatria de uma Instituição de Ensino Superior particular, foram examinados em relação ao CPOD e CEO-d. Foi observado que 73,33% das crianças que apresentavam lesão cariosa nos molares decíduos possuíam cárie nos dentes decíduos anteriores (p=0,001), enquanto que 86,40% das que apresentavam cárie nos molares permanentes já possuíam a doença nos molares decíduos (p=0,004). Não houve relação significativa entre dentes decíduos anteriores obturados e cárie nos dentes decíduos posteriores (p=0,099), e entre restaurações em molares decíduos e cárie em molares permanentes (p=0,096). De acordo com a metodologia empregada, concluiu-se que a presença de doença cárie nos dentes decíduos anteriores é preditora da doença nos molares decíduos, e estes são preditores de cárie em primeiros molares permanentes, ficando clara a
importância da conscientização quanto à prevenção ou controle de lesões em estágio inicial.
Descritores: Cárie dentária. Fatores de risco. Dentição primária. Dentição permanente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Helenaide Paiva Pereira, Universidade Gama Filho - UGF
Universidade Gama Filho (UGF), Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Victor Requejo Costa, Universidade Gama Filho - UGF
Universidade Gama Filho (UGF), Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Lívia Azeredo Alves Antunes, Universidade Federal Fluminense - UFF
Departamento de Odontopediatria, Universidade Federal Fluminense (UFF), Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Maria da Encarnação Perez Requejo Costa, Universidade Gama Filho - UGF
Departamento de Odontopediatria, Universidade Gama Filho (UGF), Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Referências

1. Antunes LA, Antunes LS, Costa ME. Predição de cárie na dentição decídua e sua importância para dentições futuras. Riso Rep. 2005;5:1-10.
2. Hansen H, Seppä L, Fejerskov O. A cárie dentária pode ser previsível? In: Thylstrup A, Fejerskov O. Cariologia clínica. São Paulo:Santos;1995.
3. Powell LV. Uma revisão de literatura: predição de cárie. Community Dent Oral Epidemiol. 1998;26:361-71.
4. Hunt RJ. Behavioral and sociodemographic risk factors for caries. In: Bader JD. Risk assessment in dentistry. Chapel Hill: University of North
Carolina Dental Ecology;1990.
5. Thylstrup A, Fejerkov O. Cariologia clínica. 2ªed. São Paulo: Santos Livraria;1995.
6. Grindefford M, Dahllöf G, Nilsson B, Modéer T. Prediction of dental caries development in 1 year-old children. Caries Res. 1995;29:343-48.
7. Mattila MI, Paunio P, Rautava P, Ojanlatva A, Sillanpää M. Changes in dental health and dental health habits from 3 to 5 years of age. J Public
Health Dent. 1998;58:270-74.
8. Gibson S, Williams S. Dental caries in pre-school children: associations with social class, toothbrushing habit and consumption of sugars and sugar-containing foods. Caries Res.1999;33:101-13.
9. Holbrook WP, De Soet JJ, De Graaff J. Prediction of dental caries in pre-school children. Caries Res. 1993;27:424-30.
10. Grindefford M, Dahllöf G, Nilsson B, Modéer T. Stepwise prediction of dental caries in children up to 3.5 years of age. Caries Res. 1996;30:256-66.
11. Kleemola-Kujala E, Räsänem L. Relationship of oral hygiene and sugar consumption to risk of caries in children. Community Dent Oral
Epidemiol. 1982;10:224-33.
12. Schröder U, Granath L. Dietary habits and oral hygiene as predictor caries in 3-year-old children. Community Dent Oral Epidemiol.
1983;11:308-11.
13. Gomes MP. Fatores envolvidos no desenvolvimento da cárie de amamentação. Rev Assoc Paul Cir Dent. 1996;50;497-501.
14. Lopes WC, Tayfour MM. Avaliação clínica e laboratorial dos riscos de cárie em crianças de 5 a 6 anos. Parte I: revisão de literatura. Robrac.
1994;4:26-29.
15. Twetman S, Petersson L. Prediction of caries in pre-school children in relation to fluoride exposure. Eur J Oral Sci. 1996;104:523-28.
16. Alaluusua S, Renkonen OV. Streptococcus mutans establishment and dental caries experience in children from 2 to 4 years old.
Scand J Dent Res. 1983;91:453-57.
17. Alaluusua S, Malmivirta R. Early plaque accumulation: a sign for caries risk in young children. Community Dent Oral Epidemiol.
1994;22:273-76.
18. Crossner CG, Unell L. Salivary lactobacillus counts as a diagnostic and didatic tool in caries prevention. Community Dent Oral Epidemiol.
1986;14:156-60.
19. Botha FS, Botha SJ, Kroon J, Steyn PL. Caries prediction factors in children with primary dentition. SADJ. 2001;56:348-52.
20. Seki M, Karakama F, Terajima T, et al. Evaluation of mutans streptococci in plaque and saliva: correlation with caries development in
preschool children. J Dent. 2003;31:283-90.
21. Steiner M, Helfenstem U, Marthaler TM. Dental predictors of high caries increment in children. J Dent Res. 1992;71:1926-33.
22. O’Sullivan DM, Tinanoff N. Maxillary anterior caries associated with increased caries risk in other primary teeth. J Dent Res. 1993;72:1530-
77.
23. Gavazzi JC, Höfling JF, Moreira BW, Peters CF, Usberti AC, Cury JA. Previsores do incremento de cárie em crianças escolares brasileiras. Rev
Assoc Paul Cir Dent. 1995;49:40-6.
24. Navarro MF, Côrtes DF. Avaliação e tratamento do paciente em relação ao risco de cárie. Maxi Odonto Dentística. 1995;1:1-38.
25. O’Sullivan DM, Tinanoff N. The association of early dental caries patterns with caries incidence in preschool children. J Public Health Dent.
1996;56:81-3.
26. Antunes LA, Antunes LS, Costa ME. Fatores utilizados como preditores de cárie na primeira infância. Pesqui Bras Odontopediatria Clín Integr. 2006;6:117-24.
27. Newbrun E. Cariologia. 2ªed. São Paulo:Santos;1988.
28. Helm S, Helm T. Correlation between caries experience in primary and permanent dentition in birth-cohorts 1950-70. Scand J Dent Res.
1990;98:225-27.
29. Diniz FV, Martins MD. Análise comparativa de dois modelos de classificação de risco à cárie dental em faixas etárias distintas. Rev CROMG. 2002;8:69-78.
30. Li Y, Wang W. Predicting caries in permanent teeth from caries in primary teeth: an eight-year cohort study. J Dent Res. 2002;81:561-66.
31. Klock B, Krasse B. Microbial and salivary conditions in 9 to 12 year-old children. Scand J Dent Res. 1977;85:56-63.
32. Bastos LF, Reis R, Medeiros UV, Harari SG. Diagnóstico da cárie dental: determinado por uma cavitação ou por uma análise multifatorial.
UFES Rev Odontol. 2000;2:42-46.
33. Wandera A, Bhakta S, Barker T. Caries prediction and indicators using a pediatric risk assessment teaching tool. ASDC J Dent Child.
2000;67:408-12.
34. Seppä L, Hansen H. Frequency of initial caries lesions as predictor of future caries increment in children. Scand J Dent Res. 1988;96:9-13.
35. Baratieri N. Dentística: Procedimentos preventivos e restauradores. São Paulo: Santos; 1990.
36. Tinanoff N. Dental caries risk assessment and prevention. Dent Clin North Am. 1995;39:709-19.
37. Greenwell AL, Johnsen D, Disantis TA, Gerstenmaier J, Limbert N. Longitudinal evaluation of caries patterns from the primary to
mixed dentition. Pediatr Dent. 1990;12:278-82.
Publicado
2016-04-04
Como Citar
Pereira, H. P., Costa, V. R., Antunes, L. A. A., & Costa, M. da E. P. R. (2016). A doença cárie como preditora de cárie em dentes decíduos e permanentes. Arquivos Em Odontologia, 45(2). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3497
Seção
Artigos