DIFERÊNCIAIS DE FECUNDIDADE DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: UMA APLICAÇÃO DO MÉTODO RELACIONAL DE GOMPERTZ PROPOSTO POR BASIA ZABA

Autores

  • Ricardo Alexandrino Garcia

Resumo

A fecundidade é o componente mais complexo e mais decisivo, no processo de transição demográfica. Esse processo pode ser sintetizado como a passagem de altos níveis de fecundidade e mortalidade, para níveis baixos, através de um período transitório, no qual o declínio da mortalidade antecede o da fecundidade. Este artigo objetiva o aprofundamento da discussão sobre a aplicação de técnicas indiretas de fecundidade para a estimação de taxas específicas de Fecundidade em pequenas áreas. Para tanto, foram estimadas, através da aplicação dos modelos relacionais de Gompertz - proposto por BasiaZaba, em 1981, e aplicados no Brasil por Garcia, em 2001 - as funções de fecundidade municipal e cartografados os diferenciais de fecundidade total dos municípios brasileiros, baseados nos microdados do Censo Demográfico de 2000.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-05-11

Edição

Seção

Artigos