REVISITANDO A NOÇÃO DE CAMPO DE PIERRE BOURDIEU PARA COMPREENDER A PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOS DA EDUCAÇÃO FÍSICA BRASILEIRA

Autores

  • Rodrigo Gomes Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - IFMG
  • Admir Soares Universidade Federal de Minas Gerais

Palavras-chave:

Educação Física, Pierre Bourdieu, Noção de campo, Formação Profissional

Resumo

Este artigo teve por objetivo (re) visitar a noção de campo de Pierre Bourdieu para compreender a Educação Física brasileira como um campo de produção de conhecimentos não neutro, repleto de interesses nas disputas pelo poder. A construção da escrita se deu por dois aspectos metodológicos. O primeiro via apreciação bibliográfica de obras de Bourdieu e de autores da Educação Física brasileira que se debruçaram sobre o autor. O segundo alicerçado na análise sociológica realizada na tese doutoral produzida por um dos autores. Consideramos que o exercício realizado neste artigo permite pensar sobre alternativas analíticas na construção teórico-metodológica de novos estudos. Apontamos que o campo é recente, em construção e permeado por tensões acadêmico/profissionais que interferem em sua identidade. Todo o percurso apresentado explica os interesses próprios de agentes e instituições que jogam simbolicamente na trama de suas conveniências. Cremos ser essencial o desvelamento dos múltiplos elementos que tencionam esse campo, principalmente no que diz respeito à sua institucionalização, incremento e política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Gomes, Instituto Federal de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - IFMG

Possui graduação em Educação Física (2008). Doutorando em Educação pela Universidade Nacional do Rosário. Mestre em Estudos Interdisciplinares do Lazer pela Universidade Federal de Minas Gerais (2013). Especialista em Educação, Cultura e Lazer (2009). Atua como Docente no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Minas Gerais Campus Congonhas. Estudioso das teorias sobre Currículo e Educação. Tem experiência nas áreas de planejamento, gestão e avaliação da Educação Física escolar. Ênfase nos estudos interdisciplinares sobre Lazer. Natação e Atividades Aquáticas. Esportes para pessoas com deficiência e Inclusão Escolar. Estudos históricos sobre Educação Física, lazer e sociedade.

Admir Soares, Universidade Federal de Minas Gerais

Possui Licenciatura em Educação Física pela Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional (EEFFTO) da UFMG, Especialização em Educação Física Escolar pela PUC-MINAS, em Lazer pela EEFFTO e Mestrado em Educação pela PUC-MINAS. Doutor em Educação pela Faculdade de Educação da UNICAMP. Professor Adjunto do Departamento de Educação Física da EEFFTO da UFMG.Docente do Programa de Mestrado Profissional em Educação Física em Rede Nacional na EEFFTO/UFMG. Docente do Programa de Mestrado Profissional Educação e Docência da Faculdade de Educação (FAE-UFMG), na linha Ensino de Educação Física. Pesquisador vinculado ao Grupo de Pesquisa em Educação Física Escolar do PROEFE. Pesquisador Vinculado a LapenSI (Laboratório de de Pesquisa em Experiências de Formação e Narrativas de SI). Coordenador Institucional do Programa Residência Pedagógica da UFMG. Atuou por mais de 20 anos na docência em Educação Física na Educação Básica. Vem atuando na formação inicial e continuada de professores de Educação Física. Tem interesse especial pelo processo de construção dos saberes docentes cotidianos vinculado à produção de narrativas.

Publicado

2022-09-13

Edição

Seção

Artigos