INSTITUCIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PÚBLICA ENQUANTO FENÔMENO ESSENCIALMENTE DIALÉTICO

Autores

Palavras-chave:

educação a distância, institucionalização, Sistema UAB, dialética

Resumo

O objetivo deste artigo é examinar as relações de causa e efeito no processo de incorporação orgânica da Educação a Distância (EaD) nas universidades públicas. Para tanto, propomos o conceito de dialética para explicar a institucionalização da modalidade. No que se refere à metodologia, a partir da triangulação metodológica utilizamos diferentes instrumentos, estratégias e fontes de coleta, a saber: análise documental; grupos focais virtuais; entrevistas semiestruturadas; técnica Delphi; e questionário virtual. Os dados foram analisados mediante as abordagens qualitativa e quantitativa, sem perder de vista a nossa matriz epistemológica concernente à sociologia compreensiva de Max Weber. Com o estudo, chegamos ao entendimento de que a institucionalização da EaD é um fenômeno essencialmente dialético, porque está enredado em constantes embates institucionais movidos pelas contradições imanentes. Enquanto persistem as visões dicotômicas, sobretudo por meio do modelo instituído pelo Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), tem-se importantes percalços na incorporação orgânica da modalidade. Assim sendo, consideramos que a superação dessa política pública de caráter emergencial tende a culminar no processo maior de síntese, em que EaD e educação presencial se tornam justapostas. Chega-se à educação híbrida, uma vez que os qualificativos “presencial” e “a distância” se tornam secundários, dando-se maior enfoque ao processo educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Braian Veloso, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Mestre e doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (PPGE-UFSCar). Doutorando, na mesma Universidade, pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS-UFSCar) Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Inovação em Educação, Tecnologias e Linguagens (Grupo Horizonte-UFSCar). Possui interesse por pesquisas voltadas à interseção entre Educação e Tecnologias, com ênfase na Educação a Distância (EaD). Pesquisa, ainda, sobre as relações de trabalho na contemporaneidade.

 

Endereço postal: Rua Arnaldo Teixeira Lemos, número 170. Bairro Jardim Lima. Franca-SP. CEP: 14403-108.

 

Telefone: (16) 98837-2001

Daniel Mill, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Doutor em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com pós-doutorado pela Universidade de Coimbra e pela Universidade Aberta de Portugal. É Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Inovação em Educação, Tecnologias e Linguagens (Grupo Horizonte-UFSCar).

 

Endereço postal: Rua Antônio Genovese, número 439. Parque Fehr. São Carlos-SP. CEP: 13563-758. 

 

Telefone: (16) 98182-1000

Publicado

2022-05-06

Edição

Seção

Artigos