UMA BASE PARA A SEMIFORMAÇÃO SOCIALIZADA:

A VULGARIZAÇÃO DA CRÍTICA COMO ESTRATÉGIA DE PRODUÇÃO DO CONSENSO

Autores

  • PRISCILA MONTEIRO CHAVES Universidade Federal do Espírito Santo

Palavras-chave:

BNCC, Língua Portuguesa, semiformação socializada, linguagem

Resumo

Considerando o empreendimento que vem ocorrendo para a implementação da Base
Nacional Comum Curricular, neste artigo é proposta uma análise da sua última versão com foco
específico no que é normatizado para o ensino de Língua Portuguesa no Ensino Fundamental,
estabelecendo relações, em um segundo plano, com a área das linguagens nessa mesma etapa da educação.
A perspectiva metodológica utilizada é a análise crítica discursiva, ancorada nas relações dialéticas entre
linguagem e prática social, partindo do pressuposto que, no âmbito do discurso, é possível compreender
as coerções políticas e sociais. Infere-se que a política em questão opera na inserção das ideias de
regeneração aparente da cultura democrática, de estimulo não à cultura radicalmente participativa, mas
da socialização da pseudoparticipação, como mais uma força no progresso dos interesses das frações da
burguesia e se vale de um arsenal teórico-discursivo crítico e engajado como mais uma estratégia de
produção de consenso entre os professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-11-23

Edição

Seção

Artigos