Indicadores sociais, cartografia e análise de redes sociais

elementos para um diálogo possível entre dois campos de representação do real

Autores

  • Weber Soares Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-549X..13203

Palavras-chave:

Indicador social, Análise de redes sociais, Cartografia temática

Resumo

Este artigo encerra um propósito fundamental: sugerir que a análise de redes sociais pode servir de ponte para a constituição de um diálogo mais profícuo entre os interesses que conduzem à elaboração de indicadores sociais de uma perspectiva sistêmica e as representações gráficas da realidade, em particular a cartografia temática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Weber Soares, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Weber Soares é professor do Departamento de Geografia do Instituto de Geociências, UFMG; Doutor em Demografia.

Referências

BURT, Ronald S. Structural holes: the social structure of competition. Cambridge: Harvard University, 1992.

CÂMARA, Gilberto; DAVIS, Clodoveu; MONTEIRO, Antônio Miguel Vieira (Org., Ed.). Introdução à ciência da geoinformação. [S.l.: s.n.], 2001. Disponível em: <http://www.dpi.inpe.br/gilberto/livro/introd/>. Acesso em: 27 abr. 2005.

DEGENNE, Alan; FORSÉ, Michel. Introducing social networks. London: Sage, 1999. GARCIA, Maria Semitiel; MÉNDEZ, Pedro Nogueira. Los sistemas productivos regionales desde la perspectiva del análisis de redes. Revista Hispana para el Análisis de Redes Sociales, Barcelona, v.6, n.3, p.1-26, jun. 2004.

GIDDENS, Anthony. As conseqüências da modernidade. São Paulo: UNESP, 1991. HAESBAERT, Rogério. Territórios alternativos. São Paulo: Contexto, 2002.

HANNEMAN, Robert. Introduction to social network methods. Riverside: University of California, 2005. Disponível em: <http://wizard.ucr.edu/~rhannema/index.html#news>. Acesso em: 21 jun. 2005.

HARVEY, David. Condição pós-moderna: uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. São Paulo: Loyola, 1993.

JANNUZZI, Paulo de Martino. Indicadores sociais no Brasil: conceitos, fontes de dados e aplicações. Campinas: Alínea, 2001.

KNOKE, David; KUKLINSKI, James. Network analysis. Beverly Hills: Sage, 1982. KOSIK, Karel. Dialética do concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.

LEFEBVRE, Henri. La production de l’espace. Paris: Anthropos, 1974.

MATOS, Ralfo; BRAGA, Fernando. Redes sociais, redes territoriais e migrações. In: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS, 14., 2004, Caxambu. Anais... Belo Horizonte: ABEP, 2004. p.1-21.

MOURA, Ana Clara Mourão. Elementos de cartografia. Belo Horizonte: IGC/UFMG, 2002. Disponível em: <http://www.csr.ufmg.br/geoprocessamento/centrorecursos/apostilas/apostilas. html> . Acesso em: 21 maio 2005.

RAHNEMA, Majid. Pobreza. In: SACHS, Wolfgang. Dicionário do desenvolvimento. Petrópolis: Vozes, 2000. p.229-250.

RATTNER, Henrique. Indicadores sociais e planificação do desenvolvimento. Espaço Acadêmico, Maringá, n.30, nov. 2003. Disponível em: <http://www.espacoacademico.com.br/030/30rattner.htm>. Acesso em: 01 jun. 2005.

ROCHA, Sônia. Pobreza no Brasil: afinal, de que se trata? Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getúlio Vargas, 2003.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço. São Paulo: Edusp, 2002.

SANTOS, Milton. Espaço e método. São Paulo: Nobel, 1985.

SANTOS, Milton. Por uma nova geografia. São Paulo: Hucitec, 1986.

SCHWARTZMAN, Simon. Vantagens e desvantagens das linhas de pobreza. [S.l.]: Instituto de Estudos do Trabalho e Sociedade, 2002. Disponível em: . Acesso em: 21 jul. 2005.

SEN, Amartya K. Sobre conceptos y medidas de pobreza. Málaga: EUMEDNET Enciclopedia y Biblioteca Virtual, 1999. Disponível em:<http://www.eumed.net/cursecon/economistas/textos/senmedida%20de%20la%20pobreza.htm>. Acesso em: 01 jun. 2005.

SOARES, Weber. Da metáfora à substância: redes sociais, redes migratórias e migração nacional e internacional em Valadares e Ipatinga. 2002. Tese (Doutorado em Demografia) – Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2002.

TAVARES, Maria da Conceição; FIORI, José L. Desajuste global e modernização conservadora. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1993.

Downloads

Publicado

2006-12-01

Como Citar

Soares, W. (2006). Indicadores sociais, cartografia e análise de redes sociais: elementos para um diálogo possível entre dois campos de representação do real. Revista Geografias, 7–17. https://doi.org/10.35699/2237-549X.13203

Edição

Seção

Artigos