Alcances e limitações de três métodos de mensuração dos emigrantes internacionais do Brasil

Autores

  • Weber Soares
  • Dimitri Fazito de Almeida Rezende

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-549X..13406

Palavras-chave:

emigração internacional, levantamento de dados por amostragem, método de estimação indireta, método de ampliação da rede

Resumo

A diligência de aqui traçar os alcances e as limitações de três métodos de quantificação dos emigrantes internacionais do Brasil presta-se ao propósito de orientar as modulações prováveis do tipo ordinário de estudos que queiram trazer à luz dados demográficos mais adequados e precisos sobre número de emigrantes internacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BILSBORROW, R. E. et al. International migration statistics: guidelines for improving data collection systems. Geneva: International Labour Office, 1997.

CARVALHO, J. A. M. de; CAMPOS, M. B. . A variação do saldo migratório internacional do Brasil. Estudos Avançados, São Paulo, v. 20, n. 57, p. 55-58, maio/agosto 2006.

CARVALHO, J. A. M., RIGOTTI, J. I. R.. Os dados censitários sobre migrações internas: algumas sugestões para a análise. Revista Brasileira de Estudos de População, Campinas, v.15, n.2, p.7-17, jul./dez. 1999.

CARVALHO, J. A. M.; MAGALHÃES, M. V.; GARCIA, R. A.; SOARES, W. Estimativas dos saldos migratórios internacionais e do número de emigrantes internacionais das grandes regiões do Brasil – 1986/1991 e 1991/1996. In: CASTRO, Mary Garcia. Migrações internacionais: contribuições para políticas. Brasília: CNPD, 2001, cap. 13, p. 243-252.

CARVALHO, José Alberto M. de et al. Minas Gerais e a região de planejamento VIII - Rio Doce: emigrantes internacionais e saldos migratórios da década de 1980. In: SEMINÁRIO SOBRE A ECONOMIA MINEIRA, 9, 2000, Diamantina. Anais... Belo Horizonte: CEDEPLAR/ UFMG, 2000a. v.2, p.843-884.

CARVALHO, José Alberto M. de et al. Paraná: emigrantes internacionais de 1986/1991 e de 1991/1996 e saldos migratórios quinquenais entre 1981 e 1996. 2000b. (Trabalho apresentado no Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais, 12., Petrópolis, 2000).

CARVALHO, José Alberto M. de et al. Sinuosos caminhos para estimação do emigrantes internacionais de 1986/1991 e de 1991/1996 e saldos migratórios dos qüinqüênios entre 1981 e 1996 das Unidades da Federação Brasileira. In: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS, 12., 2000, Caxambu. Brasil 500 anos: mudanças e continuidades. [Campinas]: ABEP, 2000c. (Disponível em CD-ROM).

CARVALHO, José Alberto M. de, MACHADO, Cláudio Caetano. Quesitos sobre migração no Censo Demográfico de 1991. Revista Brasileira de Estudos de População, Campinas, v.9, n.1, p.22-34, jan./jul.1992.

CARVALHO, José Alberto M. de. Migrações internas: mensuração direta e indireta. In: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS, 2, 1980, Águas de São Pedro. Anais ... Belo Horizonte: ABEP, 1980. p. 533-577.

DUCHESNE, Louis. Proyecciones de poblacíon por sexo y edad para áreas intermedias y menores: método “relación de cohortes”. In: GRANADOS, Marai del Pilar. (Comp.) Métodos para proyecciones subnacionales de populacion. 1989. p. 71-126.

DUNBAR, Robin I. M. The social brain hypothesis. Evolutionary Anthropology: issues, news, and reviews, v. 6, p. 178-190, 1998.

FAZITO, D. Aplicação da técnica de ampliação da rede social para estimar o tamanho da população de usuários de drogas ilícitas em Curitiba, Brasil. Belo Horizonte. 2009. Protocolo de pesquisa. Mimeografado.

IOM - INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR MIGRATION. The future of migration: building capacities for change world migration report. Geneva, 2010. Disponível em <http://publications.iom.int/bookstore/free/WMR_2010_ENGLISH.pdf> Acesso em: setembro de 2012.

KILLWORTH, P. D.; McCARTY, C.; BERNARD, H. R.; SHELLY, G. A.; JOHNSEN, E. C.. Estimation of seroprevalence, rape, and homelessness in the U.S. using a social network approach. Evaluation Review, v. 22, p. 289-308, 1998a.

KILLWORTH, P. D.; JOHNSEN, E. C.; McCARTY, C.; SHELLY, G. A.; BERNARD, H. R. A social network approach to estimating seroprevalence in the United States. Social Networks, Elsevier, v. 20, p. 23 -50, 1998b.

McCARTY, C.; KILLWORTH, P. D.; BERNARD, H. R.;. JOHNSEN, E. C.; SHELLY, G. A. Comparing two methods for estimating network size. Human Organization, Oklahoma, v. 60, n.1, p. 28-39, 2001.

McCORMICK, T. H.; SALGANIK, M. J.; ZHENG, T. How many people do you know? Efficiently estimating personal network size. New York, Columbia University, 2009. Disponível em <http://www.stat.columbia. edu/~cook/movabletype/ archives/2008/10/how_many_ people_1.html> Acesso em: dezembro 2009.

RIGOTTI, José Irineu Rangel. Técnicas de mensuração das migrações, a partir de dados censitários: aplicação aos casos de Minas Gerais e São Paulo. 1999. 142p. Tese (Doutorado em Demografia) – Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Universidade Federal de Minas Gerais, 1999.

SALGANIK, M.J., MELLO, M.B., ABDO, A.H., BERTONI, N., FAZITO, D., BASTOS, F. I. The game of contacts: estimating the social visibility of groups. Social Networks, 33: 70-78. 2011.

SOARES, Weber. Emigrantes e investidores: redefinindo a dinâmica imobiliária na economia valadarense. 1995. 178p. Dissertação (Mestrado em Planejamento Urbano e Regional) – Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

SOARES, Weber; FAZITO, D. ; FARIA, Sergio Donizete . Do método para estimar o tamanho médio das redes pessoais e o tamanho de populações difíceis de contar. Revista Brasileira de Estudos de População (Impresso), v. 29, p. 101-115, 2012a.

SOARES, Weber; FAZITO, D. ; FARIA, Sergio Donizete . Emigrantes e retornados internacionais: estimativas para área urbana pelo método das subpopulações conhecidas. Geografia (Rio Claro. Impresso), v. 37, p. 187, 2012b.

UNITED NATIONS. Manual VI: Methods of Measuring Internal Migration. United Nations. New York, 1970.

WASSERMAN, Stanley; FAUST, Katherine. Social network analysis: methods and applications. Cambridge: Cambridge University Press, 1994.

Downloads

Publicado

2016-03-04

Como Citar

Soares, W., & de Almeida Rezende, D. F. (2016). Alcances e limitações de três métodos de mensuração dos emigrantes internacionais do Brasil. Revista Geografias, 100–121. https://doi.org/10.35699/2237-549X.13406

Edição

Seção

Artigos