Inventário Toponímico e Abordagem Etnogeográ ica do Mundo Agrário e Alimentos Tradicionais no Quadrilátero Ferrífero e Vales do Jequitinhonha e Mucuri/ MG

  • José Antônio Souza de Deus

Resumo

Este artigo discute os alimentos tradicionais
nas regiões de antiga mineração em Minas
Gerais, a partir da análise e (re)interpretação
dos registros toponímicos aí incidentes;
problematizando sobre seu papel no contexto dos
estudos culturais, sobretudo aqueles de cunho
etnográ ico e/ ou vinculados às abordagens da
Percepção Ambiental. A investigação utiliza
categorias conceituais de análise e paradigmas
de interpretação explicitamente geográ icos. Os
procedimentos metodológicos compreenderam:
pesquisa bibliográ ica, cartográ ica e documental;
inventário toponímico, trabalhos de campo (e
realização de entrevistas semi-estruturadas);
além de contextualização e sistematização das
informações obtidas. Vale ressaltar o caráter
estratégico da preservação e revalorização da
cultura sertaneja no que concerne aos saberes
enraizados na identidade da população. E
é relevante assinalar, por outro lado, que a
manutenção de saberes tradicionais como
práticas alimentares, ao lado de outras vivências
comunitárias é que têm propiciado o protagonismo
etnopolítico e viabilizado o exercício de novas
territorialidades por atores sociais locais como os
agricultores familiares quilombolas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-03-04
Seção
Sabores Geográficos