Considerações sobre o ano hidrológico 2013- 2014 e os seus reflexos nos caudais fluviais da bacia do rio Doce

  • José Oliveira de Almeida Neto
  • Guilherme Eduardo Macedo Cota
  • Laís Carneiro Mendes
  • Antônio Pereira Magalhães
  • Miguel Fernandes Felippe

Resumo

O contexto de escassez hídrica vivenciado nos últimos anos na região Sudeste do Brasil tem levantado questionamentos e indagações sobre a gestão dos recursos hídricos no país, principalmente nas dimensões que tangem o abastecimento e à geração de energia. A partir deste cenário, a resposta dada pelos órgãos gestores para o quadro de escassez são as chuvas abaixo do esperado. O presente trabalho busca discutir o rebatimento das chuvas do ano hidrológico 2013-2014 nos caudais fluviais da bacia do rio Doce. Foram interpretados os dados pluviométricos e fluviométricos de estações oficiais de monitoramento em sete localidades da bacia. Os resultados indicam que em grande parte das estações a chuva permaneceu dentro da média histórica e que o seu rebatimento na vazão dos cursos d’água não foi significativo, levando à conclusão que há outros fatores que devem ser considerados para explicar o atual contexto de escassez.
Publicado
2016-08-08
Seção
Artigos