A ciência e as fronteiras móveis do imaginário: fábulas contemporâneas de Robert Sheckley

  • Alcebíades Diniz Miguel Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Ficção Científica, Maravilhoso, Robert Sheckley

Resumo

O maravilhoso, segundo algumas teorizações, como a de Todorov, por exemplo, possui certa continuidade e consistência, migrando da percepção do mundo medieval para o campo científico. Mas a questão não parece ser tão simples, uma vez que os elementos constitutivos dos dois campos estabelecem um diálogo cuja essência não pode ser reduzida à mera atualização/transferência, uma vez que tanto o maravilhoso medieval quanto a Science Fiction não se reduzem à operação de formas neutras, vazias. Assim, a obra de Robert Sheckley oferece para a reflexão sobre o maravilhoso e seu uso político um campo apreciável, pois a cenografia científica e espacial dota a mensagem irônica de um significado mais direto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alcebíades Diniz Miguel, Universidade Estadual de Campinas

Graduado em Lingüística pela Universidade de São Paulo e Mestre em Teoria Literária pela UNICAMP. Atualmente é Pesquisador do NEJ e Doutorando em Teoria e História Literária na UNICAMP.

 

  

 

 

Referências

BENEDEIT. El viaje de San Brandan. Madrid: Siruela, 1983.

EAGLETON, Terry. Teoria da literatura: uma introdução. Trad. Waltensir Dutra. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

LEMARCHAND, Marie José. Prólogo. In: BENEDEIT. El viaje de San Brandan. Madrid: Siruela, 1983.

MALAXECHEVERRÍA, Ignacio. Introducción. In: Bestiario medieval. Madrid: Siruela, 2000. NAZARIO, Luiz. O Expressionismo e o Nazismo. In: GUINSBURG, J. (Org.) O Expressionismo. São Paulo: Perspectiva, 2002.

NAZARIO, Luiz. O Golem, o autômato e Frankenstein. In: NAZARIO, Luiz; NASCIMENTO, Lyslei (Org.). Os fazedores de golems. Belo Horizonte: Programa de Pós-Graduação em Letras: Estudos Literários, FALE/UFMG, 2004.

SHECKLEY, Robert. Inalterado por mãos humanas. Trad. Marcelo Corção. São Paulo: Brasiliense, 1970.

SHECKLEY, Robert. Citizen in Space. London: New English Library, 1969.

TODOROV, Tzvetan. Introdução à literatura fantástica. Trad. Maria Clara Correa Castello. São Paulo: Perspectiva, 2003.

TORRES, Eduardo. Glossário de paradoxos temporais. Disponível em: http://www.xr.pro.br/FC/GlossarioParadoxo.html. Acesso em 31/08/2010.

WOOD, Michael. Introduction. In: VOLTAIRE. Candide Or Optmism. New York: Penguin Books, 2005.

Publicado
2010-10-30
Como Citar
Miguel, A. D. (2010). A ciência e as fronteiras móveis do imaginário: fábulas contemporâneas de Robert Sheckley. Arquivo Maaravi: Revista Digital De Estudos Judaicos Da UFMG, 4(7), 3-10. https://doi.org/10.17851/1982-3053.4.7.3-10