A morte e a morte de Yossef Chayim

  • Léo Arieh Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Conto, Arquivo Maaravi

Resumo

E ele sonhou. Um anjo do senhor chegava em seu quarto trazendo dois falafels e o convidava para lanchar. Lancharam. Depois, sem qualquer prefácio, o anjo limpa as últimas migalhas de pita de sua longa bata e diz: "vive até completares os quarenta anos, pois um dia depois morrerás." O anjo some, ele acorda. Não achou  estranho. Não sentiu medo. Não desesperou. Acatou o presságio. Agora era esperar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Léo Arieh, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Pseudônimo literário de Leopoldo Osorio Carvalho de Oliveira, Professor Adjunto de Língua e Literatura Hebraicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro; Bacharel e Licenciado em Português-Hebraico pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Mestre em Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaica pela Universidade de São Paulo e Doutor em Literatura Comparada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Autor de vários artigos acadêmicos sobre Literatura Israelense e Judaica, também é autor de O Sr. Máni, de A. B. Yehoshua: considerações sobre a identidade judaico-israelense (Humanitas/FFLCH-USP, 2004).

Publicado
2010-10-30
Como Citar
Arieh, L. (2010). A morte e a morte de Yossef Chayim. Arquivo Maaravi: Revista Digital De Estudos Judaicos Da UFMG, 4(7), 113-115. https://doi.org/10.17851/1982-3053.4.7.113-115