O contista dos lagers

uma leitura de Lilith, de Primo Levi

Autores

  • Edson Sousa Soares UFU

DOI:

https://doi.org/10.35699/1982-3053.2022.37902

Palavras-chave:

Testemunho. Larger. Resistência. Lilith.

Resumo

Este artigo se propõe a realizar uma leitura do conto intitulado Lilith, da obra 71 contos de Primo Levi (2005), a fim de analisar aspectos da narrativa. Os principais tópicos deste estudo são: o sofrimento nos campos de concentração nazistas, os pactos de sobrevivência, os relatos testemunhais, a opressão, a violência, a resistência, a religiosidade, a contação de histórias hebraicas antigas, o mito da criação e a presença do medo que perpassa, há séculos, o imaginário popular, como o diabo, personificado na figura feminina, entre outras investigações. Ademais, busca-se analisar os capítulos Noite de Valpurgis e Fogo-Fátuo, de Fausto de Goethe (1815), com o intuito de estabelecer possíveis diálogos entre essas narrativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BERMAN, Marshall. Tudo que é sólido desmancha no ar: a aventura da modernidade. Tradução de Carlos Felipe Moisés, Ana Maria L. Ioriatti. São Paulo: Companhia das Letras, 1986.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução de Sérgio Paulo Rouanet; prefácio de Jeanne Marie Gagnebin. São Paulo: Brasiliense, 1994.

DELUMEAU, Jean. História do medo no ocidente. Tradução de Maria Lucia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

ECO, Umberto. História da Feiúra. Rio de Janeiro: Editora Record, 2007. Disponível em<https://www.academia.edu/36012799/ECO_Umberto_Hist%C3%B3ria_da_fei%C3%BAra>. Acesso em: 28 de maio de 2021.

GOETHE, Johann Wolf von. Fausto/Goethe. Tradução de Jenny Klabin Segall. Belo Horizonte: Ed. Itatiaia, 1987.

LERNER, Silvia Rosa Nossek; BORGES, Sônia. A arte produzida durante o holocausto. In: Webmosaica, 2012. Disponível em https://seer.ufrgs.br/webmosaica/article/view/31824>. Acesso em 20 de maio de 2021.

LEVI, Primo. É isto um Homem?. Tradução de Luigi Del Re. 3. ed. Rio de Janeiro: Rocco, 1988.

LEVI, Primo. Os afogados e os sobreviventes. Tradução de Luiz Sérgio Henriques. São Paulo/ Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2004.

LEVI, Primo. 71 contos de Primo Levi. Tradução de Maurício Santana Dias. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

LIMA, Gyzely Suely. A Mulher que enganou o Diabo: mais uma do Demônio Logrado. In: PEREIRA, Kenia Maria de Almeida (Org.). Treze maneiras de falar sobre Mefisto. Uberlândia: EDIBRÁS, 2009. p. 45-60.

HUSTON, Nancy. A espécie fabuladora: um breve estudo sobre a humanidade. Tradução de Ilana Heineberg. Porto Alegre: L&PM, 2010.

MELO, Francisco de Assis Ferreira. O Saci-Pererê de Monteiro Lobato: um Fausto no Sítio do Pica-Pau Amarelo. In: PEREIRA, Kênia Maria de Almeida (Org.). Treze maneiras de falar sobre Mefisto. Uberlândia: EDIBRÁS, 2009. p. 25-44.

MAURO, C. F. de C. O Mito de Ulisses em Se questo é un uomo. Revista de Letras, São Paulo, v .52, n. 1, p. 37-49, jan.- jun. 2012. Disponível em https://periodicos.fclar.unesp.br/letras/article/view/5129 . Acesso em: 10 jun. 2021.

SELIGMANN-SILVA, Márcio. História, memória, literatura: o testemunho na era das catástrofes. Campinas, São Paulo: Editora da Unicamp, 2003.

SILVA, Iane Christina Alves Rodrigues da. Lilith entre a profanação e a paródia: uma leitura de Caim de Saramago. 2021. Dissertação (Mestrado em Estudos Literários) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2021. Disponível em: <https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/31493>. Acesso em: 5 maio 2021.

VALLE, Eduardo Garcia. Contos, crônicas e testemunho: a ficção e a história em Primo Levi. 2013. 112 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013. Disponível em: <https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/16464>. Acesso em: 11 maio 2021.

Downloads

Publicado

2022-07-26

Como Citar

Sousa Soares, E. (2022). O contista dos lagers: uma leitura de Lilith, de Primo Levi. Arquivo Maaravi: Revista Digital De Estudos Judaicos Da UFMG, 16(30), 41–58. https://doi.org/10.35699/1982-3053.2022.37902

Edição

Seção

Artigo-Dossiê