Da educação de usuários à construção de competência em informação no contexto das bibliotecas das Universidades Federais: um estudo a partir da Universidade Federal de Alagoas e UFMG

Autores

  • Marcos Aurélio Gomes

Resumo

Na busca de maior compreensão sobre o desenvolvimento de competências em informação no contexto das bibliotecas universitárias no Brasil é que se insere a pesquisa. O objetivo principal foi analisar a contribuição das ações e/ou atividades de educação de usuários — presenciais e/ou online — promovidas pelas bibliotecas universitárias brasileiras vinculadas às instituições federais de ensino superior, para o processo de formação de competências em informação de seus estudantes/usuários, visando à construção de sujeitos autônomos e conscientes na condução do processo de busca e uso da informação. A pesquisa se justificou por sua inserção nas abordagens conceituais da Biblioteconomia e Ciência da Informação, pois pesquisar a temática educação de usuários em bibliotecas universitárias na perspectiva da construção para a competência em informação é investigar as inter-relações de acesso, uso e necessidades de informação associadas ao estudante/usuário na sociedade. Pesquisa classificada como exploratória, estabeleceu em seu desenho o survey como método; instituiu como recorte duas universidades: Universidade Federal de Alagoas e a Universidade Federal de Minas Gerais. A análise dos dados empíricos foi realizada com enfoque quantitativo e qualitativo. Adotou-se como instrumentos o questionário e a análise de conteúdo (Web). O questionário foi aplicado a 2.133 estudantes de graduação de todas as áreas do conhecimento e com 31 bibliotecários/gestores das bibliotecas estudadas. Com os estudantes verificaram-se as percepções quanto aos conhecimentos ou habilidades em informação adquiridos por meio das ações/atividades de educação de usuários direcionadas aos mesmos. Com os bibliotecários/gestores o questionário apreendeu aspectos relacionados ao entendimento acerca dos serviços de educação de usuários disponíveis e dos mecanismos de estudo de usuários adotados para a proposição de tais serviços. A análise de conteúdo (Web) possibilitou a elaboração de um quadro sinóptico que embasou a categorização dos dados dos serviços disponíveis online e offline nos websites das bibliotecas universitárias investigadas, bem como permitiu a identificação de potenciais serviços no processo de educação de usuários e, assim, a obtenção de informações quanto à existência ou não de tutoriais, procedimentos de busca de informação e treinamentos. Conclui-se que a educação de usuários, desenvolvida no âmbito das bibliotecas universitárias, necessita de uma nova (re)significação para contribuir com a competência em informação dos estudantes dos cursos de graduação presenciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-02-07

Edição

Seção

Teses e Dissertações