AS competências do bibliotecário na educação básica: reflexões a partir de proposta de rede

Autores

  • Eliane Fioravante Garcez Universidade Federal de Santa catarina (UFSC) Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCIN)

Palavras-chave:

Bibliotecário Escolar – Competências. Rede de Bibliotecas Escolares – Santa Catarina (Brasil) – Estudo

Resumo

Resumo: O artigo resulta de estudo de um modelo de gestão para bibliotecas na rede de escolas de educação básica vinculada à administração pública do Estado de Santa Catarina desenvolvido em 2012. O estudo dessa rede, composta por mais de mil unidades escolares distribuídas em 293 municípios, além de prever a criação de 300 cargos de bibliotecário fez surgir um modelo de rede estruturado em três níveis de competência bibliotecária a partir do lugar de atuação desse profissional: a) Órgão Central da Secretaria de Estado da Educação; b) Gerências Regionais distribuídas em 36 municípios sede; e, c) Unidades Escolares. O estudo mais recente do qual fizemos um recorte e apresentamos neste artigo, teve a participação de representantes dessa categoria profissional em Santa Catarina e com representantes da Secretaria de Estado da Educação. Com as ideias abordadas neste texto se pretende ampliar a discussão sobre o papel do bibliotecário quando da formação de uma rede de bibliotecas escolares no âmbito da administração pública estadual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane Fioravante Garcez, Universidade Federal de Santa catarina (UFSC) Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCIN)

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, da Universidade Federal de Santa Catarina (PGCIN/UFSC), na Linha de Pesquisa: Profissionais da Informação.

Downloads

Publicado

2014-12-10

Edição

Seção

Artigos