A teoria e a prática caminhando de mãos dadas

a experiência docente no eixo Integração Ensino, Serviço e Comunidade

Palavras-chave: Educação, Teoria e prática, Inserção social, Saúde, Docência.

Resumo

Relato da experiência docente no eixo Integração Ensino, Serviço e Comunidade (IESC) do curso de Medicina em Arapiraca/Alagoas (criado no segundo semestre de 2015), acerca da construção de passos fundamentais para a inserção dos alunos da segunda turma (cursando o 1º/2º período) na comunidade e para enfrentar o desafio de atividades sem motivação e com desvalorização do trabalho junto às unidades básicas de saúde. O primeiro momento dá-se nas atividades de conhecimento e construção da cartografia social do espaço de atuação e aprendizado. O segundo momento dá-se no diagnóstico da saúde, em conjunto com a população e os serviços locais, ao buscar caminhos de promoção da saúde e garantias de vida plena. E, no terceiro momento, como parte desse processo, está o reconhecimento dos saberes circulantes na comunidade, num caminho de educação, autonomia, identidade e transformação social. Outros momentos na formação, na inserção e no compromisso docente, discente e institucional são necessários e têm, nessa pequena experiência, os seus inícios e a sua continuidade.

Biografia do Autor

Rafael Rodrigues da Silva, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Graduado em Filosofia e Teologia; mestre em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) e em Teologia pelo Instituto Teológico São Paulo (ITESP)/Atheneu Santo Alberto de Roma; doutor em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e livre-docente em Teologia pela PUC-SP. Professor do curso de Medicina da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), campus Arapiraca.

Raquel de Lima Santos, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Graduada em Psicologia e mestra em Psicologia pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Docente do curso de Medicina da UFAL, campus Arapiraca.

 
Jamile Ferro de Amorim, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Graduada em Nutrição e mestra em Nutrição Humana pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Doutorado em Saúde Pública no Instituto Aggeu Magalhães, da Fundação Oswaldo Cruz de Pernambuco (FIOCRUZ/PE), em andamento, 2014/2018. Docente substituta do curso de Medicina da UFAL, campus Arapiraca.

 

Referências

FARIA, Rivaldo; BORTOLOZZI, Arlêude. Espaço, território e saúde: contribuições de Milton Santos para o tema da geografia da saúde no Brasil. RA’EGA: O espaço geográfico em análise, Curitiba, n. 17, p. 31-41, 2009.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2007.

INTERFACE – COMUNICAÇÃO, SAÚDE, EDUCAÇÃO. Botucatu/SP: UNESP, v. 18 Suplemento 2, 2014. ISSN 1807-5762. [Seção de artigos com o tema: Educação, Saúde e Educação Popular, p. 1.161-1.474].

MONKEN, Maurício et al. O território na saúde: construindo referências para análises em saúde e ambiente. In: MIRANDA, Ary Carvalho; BARCELLOS, Christovam; MOREIRA, Josino Costa; MONKEN, Maurício. (org.). Território, ambiente e saúde. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2008.

PEREIRA, Martha Priscila Bezerra; BARCELLOS, Christovam. O território no Programa de Saúde da Família. Higeia – Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde,Uberlândia, v. 2, n. 2, p. 47-55, jun. 2006.

SANTOS, Milton. Saúde e ambiente no processo de desenvolvimento. Ciência & Saúde Coletiva, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 309-314, jan. 2003.

SOUZA, Aline Corrêa et al. A educação em saúde com grupos na comunidade: uma estratégia facilitadora da promoção da saúde. Revista Gaúcha de Enfermagem, Porto Alegre, v. 26, p. 147-153, 2005.

VASCONCELOS, Eymar Mourão. Educação popular nos serviços de saúde. 3. ed. São Paulo: HUCITEC, 1997.

VASCONCELOS, Eymar Mourão. A saúde nas palavras e nos gestos. Reflexões da Rede Educação Popular e Saúde. São Paulo: HUCITEC, 2001.

Publicado
2018-07-11
Como Citar
SILVA, R. R. DA; SANTOS, R. DE L.; AMORIM, J. F. DE. A teoria e a prática caminhando de mãos dadas. Revista Docência do Ensino Superior, v. 8, n. 1, p. 179-188, 11 jul. 2018.
Seção
Artigos