As necessidades em saúde de usuários e sua interação com a atenção primária

Autores

  • Elaine Miguel Delvivo Farão Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Belo Horizonte MG , Brasil, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Belo Horizonte, MG - Brasil. Fundação Universidade Federal do Mato Grosso do Sul - UFMS, Curso de Enfermagem. Coxim, MS - Brasil http://orcid.org/0000-0002-8089-9196
  • Cláudia Maria de Mattos Penna UFMG, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Belo Horizonte MG , Brasil, UFMG, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Belo Horizonte, MG -Brasil http://orcid.org/0000-0001-5277-2860

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2020.49957

Palavras-chave:

Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde, Integralidade em Saúde, Atenção Primária à Saúde, Promoção da Saúde, Enfermagem

Resumo

OBJETIVO: compreender o significado das necessidades em saúde da vida cotidiana para os usuários da atenção primária à saúde. MÉTODO: trata-se de pesquisa qualitativa cujo referencial teórico foi o interacionismo simbólico, e o metodológico foi a teoria fundamentada nos dados. Foram entrevistados 23 usuários da atenção primária à saúde do município de Coxim-MS, no período de fevereiro a novembro de 2018. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas, sendo a análise concomitante a coleta de dados. A duração das entrevistas foi, em média, de uma hora. Inicialmente os participantes foram selecionados aleatoriamente. No decorrer da análise dos dados, foram sendo constituídos os grupos amostrais, com a finalidade de ampliar a variabilidade das concepções sobre o fenômeno. Os dados foram analisados por meio da codificação aberta, axial e seletiva. RESULTADOS: as necessidades em saúde da vida cotidiana resultam da interconexão de três subcategorias, a seguir: a primeira, denominada “o autocuidado: cuidando do que eu podia cuidar” - self; a segunda, “os relacionamentos na sociedade - a interação com o outro”; e a última, “as relações com o espaço onde se vive - a interação com o ambiente”. CONCLUSÃO: constatou-se que as necessidades da vida cotidiana não são significadas em uma perspectiva interacionista, pelos usuários, como demandas que podem ser cuidadas nos serviços. Dessa forma, por se distanciarem das demandas biológicas, são negligenciadas pelos profissionais de saúde na atenção primária e refletem que o cuidado integral ainda permanece como desafio no âmbito do Sistema Único de Saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Camargo Júnior KR. On health needs: the concept labyrinth. Cad Saúde Pública. 2018[citado em 2019 jan. 22];34(6):e00113717. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00113717

Cassettari SSR, Mello ALSF. Demand and type of care provided in emergency services in the city of Florianópolis, Brazil. Texto Contexto Enferm. 2017[citado em 2019 jul. 27];26(1):e3400015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072017003400015

Magalhães AHR, Parente JRF, Silva MAM, Pereira IH, Vasconcelos MIO, Guimarães RX. Health needs of street market saleswomen: access, connection and welcoming as integral practices. Rev Gaúcha Enferm. 2016[citado em 2019 fev. 12];37(n.spe):e2016-0026. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/19831447.2016.esp.2016-0026.3

Palhoni ARG, Penna CMM. Health care in the constitution of health needs for users of the family health strategy. Ciênc Cuid Saúde. 2017[citado em 2018 jun. 30];16(4). Disponível em: http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v16i4.40371.4

Farão EMD, Penna CMM. The (in) visibility of health needs. Ciênc Cuid Saúde. 2017[citado em 2018 jun. 30];16(4):e45180. Disponível em: http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v18i2.45180

Blumer H. Symbolic interactionism: perspective and method. Englewood Cliffs, NJ: Prentice-Hall; 1969. 208 p.

Carvalho VD, Borges LO, Rêgo DP. Interacionismo simbólico: origens, pressupostos e contribuições aos estudos em psicologia social. Psicol Ciênc Prof. 2010[citado em 2019 fev.15];30(1):146-61. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-98932010000100011

Strauss A, Corbin J. Pesquisa qualitativa: técnicas e procedimentos para o desenvolvimento da teoria fundamentada. 2a ed. Porto Alegre: Artmed; 2008.

Hino P, Bertolozzi MR, Takahashi RF, Egry EY. Necessidades em saúde segundo percepções de pessoas com tuberculose pulmonar. Rev Esc Enferm USP. 2012[citado 22 jan. 2018];46(6):1438-45. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v46n6/22.pdf

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Promoção da Saúde: PNPS: revisão da Portaria MS/GM nº 687, de 30 de março de 2006. Brasília: MS; 2015.

Santos MS, Amarello MM, Vigeta SMG, Horta ALM, Tanaka LH, Souza KMJ. Práticas integrativas e complementares: avanços e desafios para a promoção da saúde de idosos. REME - Rev Min Enferm. 2018[citado em 2019 ago. 19];22:e-1125. Disponível em: https://doi.org/10.5935/1415-2762.20180048

Dacal MPO, Silva IS. Impactos das práticas integrativas e complementares na saúde de pacientes crônicos. Saúde Debate. 2018[citado em 2019 ago.03];42(118):724-35. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0103-1104201811815

Luz RT, Coelho EAC, Teixeira MA, Barros AR, Carvalho MFAA, Almeida MS. Estilo de vida e a interface com demandas de saúde de adolescentes. REME - Rev Min Enferm. 2018[citado em 2019 abr. 15]];22:e-1097. Disponível em: https://doi.org/10.5935/1415-2762.20180027

Giovanella L. De Alma-Ata a Astana. Atenção primária à saúde e sistemas universais de saúde: compromisso indissociável e direito humano fundamental. Cad Saúde Pública. 2019[citado em 2019 ago. 19];35(3):e- 00012219. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0102-311X00012219

Publicado

08-06-2020

Como Citar

1.
Farão EMD, Penna CM de M. As necessidades em saúde de usuários e sua interação com a atenção primária. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 8º de junho de 2020 [citado 26º de maio de 2024];24(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/49957

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.