Holofotes acesos durante a pandemia da covid-19: paradoxos do processo de trabalho da enfermagem

Autores

  • Carla Aparecida Spagnol Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Enfermagem, Deparamento de Enfermagem Aplicada, Belo Horizonte MG , Brasil, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Escola de Enfermagem, Deparamento de Enfermagem Aplicada. Belo Horizonte, MG - Brasil. http://orcid.org/0000-0003-1588-2109
  • Marcia dos Santos Pereira Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Enfermagem, Deparamento de Enfermagem Aplicada, Belo Horizonte MG , Brasil, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Escola de Enfermagem, Deparamento de Enfermagem Aplicada. Belo Horizonte, MG - Brasil. http://orcid.org/0000-0001-9961-8625
  • Carolina Teixeira Cunha UFMG, Hospital das Clínicas, Gestão da Qualidade-Gesqualis, Belo Horizonte MG , Brasil, UFMG, Hospital das Clínicas, Gestão da Qualidade-Gesqualis. Belo Horizonte, MG - Brasil. http://orcid.org/0000-0003-3241-6038
  • Karolinna Diniz Pereira Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Enfermagem, Deparamento de Enfermagem Aplicada, Belo Horizonte MG , Brasil, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, Escola de Enfermagem, Deparamento de Enfermagem Aplicada. Belo Horizonte, MG - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-5964-7605
  • Kênia Luzia de Souza Araújo UFMG, Hospital das Clínicas, Ambulatório Bias Fortes, Belo Horizonte MG , Brasil, UFMG, Hospital das Clínicas, Ambulatório Bias Fortes. Belo Horizonte, MG - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-8998-0716
  • Letícia Gonçalves Figueiredo UFMG, Hospital das Clínicas, Ambulatório Bias Fortes, Belo Horizonte MG , Brasil, UFMG, Hospital das Clínicas, Ambulatório Bias Fortes. Belo Horizonte, MG - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-7981-2655
  • Natália Gherardi Almeida Gestão Corporativa em Saúde, Belo Horizonte MG , Brasil, Gestão Corporativa em Saúde, Consultoria em Saúde. Belo Horizonte, MG - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-6856-0261

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2020.49986

Palavras-chave:

Infecções por Coronavirus, Condições de Trabalho, Enfermagem Prática, Profissionais de Enfermagem, Ambiente de Trabalho, Gestão em Saúde

Resumo

Objetivo: abordar de forma crítica e reflexiva os paradoxos relacionados às condições de trabalho da Enfermagem, de (des) valorização da profissão diante da pandemia da Covid-19 e da necessidade de se pensar em promoção de ambientes de trabalho saudáveis. A doença Covid-19 é uma pandemia que está influenciando os hábitos de vida e o trabalho contemporâneo. Os profissionais da Enfermagem são o maior número de trabalhadores atuantes na linha de frente no combate a essa doença. A rotina desses profissionais já era exaustiva, mas em tempos de pandemia a carga de trabalho torna-se maior e os turnos mais estressantes, devido a vários fatores como: medo de contaminação, informações deficientes, escassez de recursos humanos e materiais. Assim, torna-se urgente promover ambientes saudáveis, conforme recomenda a Organização Mundial de Saúde, visando a segurança, saúde e bem-estar dos trabalhadores. Método: estudo reflexivo realizado a partir da literatura científica e da análise crítica das autoras, abordando condições de trabalho e valorização da Enfermagem, indicando os paradoxos relacionados ao processo de trabalho. Resultados: essa reflexão abordou importantes desafios para a Enfermagem. Ao mesmo tempo em que os profissionais lutam em defesa da vida, combatendo a Covid-19 pautados em conhecimentos científicos, atitudes humanizadas e nos preceitos éticos, a profissão ainda é desvalorizada e vivencia condições de trabalho precárias. Conclusão: a expectativa é de os holofotes permanecerem acesos para a Enfermagem, mesmo após a pandemia, "iluminando" melhores condições de trabalho e reconhecimento profissional, além de ambientes laborais saudáveis com medidas concretas para o presente e o futuro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Barbosa ACQ. Lições sobre a pandemia da covid-19 e a informação científica. APS. 2020[citado em 2020 abr. 16];2(1):70-2. Disponível em: https://apsemrevista.org/aps/article/view/60

World Health Organization (WHO). Report of the who-china joint mission on coronavirus disease 2019 (covid-19). WHO; 2020[citado em 2020 abr. 16]. Disponível em: https://www.who.int/publications/i/item/report-of-the-who-china-joint-mission-on-coronavirus-disease-2019-(covid-19)

World Health Organization (WHO). Coronavirus disease (covid-19) outbreak: rights, roles and responsibilities of health workers, including key considerations for occupational safety and health. WHO; 2020[citado em 2020 abr. 16]. Disponível em: https://www.who.int/publications-detail/coronavirus-disease-(covid-19)-outbreak-rights-roles-and-responsibilities-of-health-workers-including-key-considerations-for-occupational-safety-and-health

Conselho Federal de Enfermagem-COFEN. Cofen vai à justiça para preservar profissionais integrantes dos grupos de risco. Brasília: Cofen; 2020[citado em 2020 maio 6]. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/cofen-vai-a-justica-para-preservar-profissionais-integrantes-dos-grupos-de-risco_79210.html

The Lancet. 2020: unleashing the full potential of nursing. 2019[citado em 2020 maio 6]. Disponível em: https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(19)32794-1/fulltext?dgcid=raven_jbs_etoc_email 2020: unleashing the full potential of nursing

Silva BM, Lima FRF, Farias FSAB, Campos ACS. Jornada de trabalho: fator que interfere na qualidade da assistência de Enfermagem. Texto Contexto Enferm. 2006[citado em 2020 maio 6];15(3):442-8. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid= S0104-07072006000300008

Ribeiro RP, Marziale MHP, Martins JT, Galdino MJQ, Ribeiro PHV. Estresse ocupacional entre trabalhadores de saúde de um hospital universitário. Rev Gaúcha Enferm. 2018[citado em 2020 maio 6];39:e65127. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/index.php/RevistaGauchadeEnfermagem/article/view/65127/46585

Conselho Federal de Enfermagem - COFEN. Profissionais infectados com covid-19 informado pelo serviço de saúde. Brasília: Cofen ; 2020[citado em 2020 jul. 06]. Disponível em: http://observatoriodaenfermagem.cofen.gov.br

International Council of Nurses. Nursing Now. 2020[citado em 2020 mai. 8]. Disponível em: https://www.icn.ch/what-we-do/campaigns/nursing-now

Organização Pan-Americana da Saúde. Diretriz estratégica para a Enfermagem na Região das Américas. OPAS 2019[citado em 2020 ago. 31]. Disponível em https://iris.paho.org/handle/10665.2/50956?locale-attribute=pt

Miranda FMA, Santana LL, Pizzolato AC, Saquis LMM. Condições de trabalho e o impacto na saúde dos profissionais de Enfermagem frente a Covid-19. Cogitare Enferm. 2020[citado em 2020 ago. 31];25:e72702. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/72702/pdf

Ministério do Trabalho (BR). REQ 1593/2015 => PL 2295/2000, de 29 de abril de 2015. Requer inclusão na Ordem do Dia do Projeto de Lei nº 2295, de 2000, que “Dispõe sobre a jornada de trabalho dos Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem”, para alterar a Lei nº 7.498, de 1986, fixando a jornada de trabalho em seis horas diárias e trinta horas semanais. PL 459/2015, de 25 de fevereiro de 2015. Dispõe sobre o Piso Salarial do Enfermeiro, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Enfermagem e Parteira. Brasília: Ministério do Trabalho;2015.

Conselho Federal de Enfermagem - COFEN. Relatório da OMS destaca papel da Enfermagem no mundo. Brasília: Cofen ; 2020[citado em 2020 maio 8]. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-11042014000600094&script=sci_abstract &tlng=pt

Carvalho DP, Rocha LP, Barlem JGT, Dias JS, Schallenberger CD. Cargas de trabalho e a saúde do trabalhador de Enfermagem. Cogitare Enferm . 2017[citado em 2020 ago. 31];22(1):01-11. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/46569

Organização Mundial da Saúde (OMS). Ambientes de trabalho saudáveis: um modelo para ação para empregadores, trabalhadores, formuladores de política e profissionais. 2010[citado em 2020 maio 8];26. Disponível em: http://www.who.int/occupational_health/ambientes_ de_trabalho.pdf

Freitas MIF, Pereira MS. A implicação do trabalhador de saúde nos processos de mudança em uma Instituição Hospitalar Universitária. Rev Enferm UFJF. 2016[citado 2020 ago. 31];1(1). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/enfermagem/article/view/3791

Ministério da Saúde (BR). Humaniza SUS: documento base para gestores e trabalhadores do SUS. 2008[citado em 2020 ago. 31]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/humanizasus_gestores_trabalhadores_sus_4ed.pdf

Merhy EE. Saúde - a cartografia do trabalho vivo. 2th ed. São Paulo: Hucitec; 2002.

Seidl H, Vieira SP, Fausto MCR, Lima RCD, Gagno J. Gestão do trabalho na atenção básica em saúde: uma análise a partir da perspectiva das equipes participantes do PMAQ-AB. Saúde Debate. 2014[citado em 2020 maio 8];38(n.esp):94-108. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-11042014000600094&script=sci_abstract& tlng=pt

Publicado

05-02-2021

Como Citar

1.
Spagnol CA, Pereira M dos S, Cunha CT, Pereira KD, Araújo KL de S, Figueiredo LG, Almeida NG. Holofotes acesos durante a pandemia da covid-19: paradoxos do processo de trabalho da enfermagem. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 5º de fevereiro de 2021 [citado 15º de junho de 2024];24(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/49986

Edição

Seção

Artigo de Reflexao

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.