A implantação do novo sistema de gestão da Santa Casa de Belo Horizonte: descrevendo um cenário de mudanças organizacionais

Autores

  • Carla Aparecida Spagnol Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Enfermagem

Palavras-chave:

Administração Hospitalar-Tendências, Hospitais Gerais

Resumo

Em 1996, a Santa Casa de Belo Horizonte, implantou o "SIGESC" (Sistema de Gestão da Santa Casa) visando agilizar o trabalho, otimizar recursos e qualificar os serviços prestados. Neste artigo pretendemos descrever o processo de implantação deste novo sistema de gestão, destacando algumas mudanças organizacionais propostas. A crise financeira e administrativa do hospital foi determinante para a implantação do SIGESC. A criação de um plano de saúde próprio teve o objetivo de gerar receitas, visando o equilíbrio financeiro do hospital. O organograma foi redesenhado com base na descentralização administrativa, constituindo as Unidades de Negócio, gerenciadas por enfermeiros, denominados gerentes assistenciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-03-2004

Como Citar

1.
Spagnol CA. A implantação do novo sistema de gestão da Santa Casa de Belo Horizonte: descrevendo um cenário de mudanças organizacionais. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 1º de março de 2004 [citado 15º de junho de 2024];8(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/50907

Edição

Seção

Relato de Experiencia

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)