Ending Caleb Williams: on storytelling influencing William Godwin’s politics

Autores

  • Peterson Roberto da Silva Graduação em Ciências Sociais, Mestrando em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). http://orcid.org/0000-0001-6206-2002

DOI:

https://doi.org/10.35699/2525-8036.2017.5057

Resumo

William Godwin escreveu o romance gótico Things as They Are; or, the Adventures of Caleb Williams (“As Coisas como Elas São; ou, as Aventuras de Caleb Williams”, em tradução livre) em 1794 para disseminar suas ideias filosóficas e políticas. Inicio o artigo revisando a literatura para demonstrar como sua teoria influenciou tanto sua decisão de escrever ficções quanto o tipo de ficção que ele escreveu, mostrando como o autor usou e inovou convenções do gênero gótico para transmitir suas ideias para um público mais amplo. Então comparo duas perspectivas divergentes na literatura quanto à maneira como suas narrativas influenciaram suas ideias políticas e filosóficas, em particular a partir de comentários acerca do significado e do impacto de mudanças de última hora ao desfecho de Caleb Williams. Argumento que essa relação ambígua entre narrativa e política na obra de Godwin é relevante para reflexões políticas contemporâneas sobre a relação entre representação e ação política, ou como narrativas sobre a condição humana e realidades políticas podem afetas as ideias, atitudes e relações sociais de seus narradores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-12-31

Como Citar

DA SILVA, P. R. Ending Caleb Williams: on storytelling influencing William Godwin’s politics. Revista de Ciências do Estado, Belo Horizonte, v. 2, n. 2, 2017. DOI: 10.35699/2525-8036.2017.5057. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revice/article/view/5057. Acesso em: 16 ago. 2022.