Gestão da água e paisagem natural

Autores

  • Maurício Andrés Ribeiro Agência Nacional de Águas - ANA
  • Eldis Camargo Agência Nacional de Águas - ANA
  • Dalvino Franca
  • Jorge Calasans Agência Nacional de Águas - ANA
  • Maria do Socorro Castello Branco
  • Agustin Trigo Agência Nacional de Águas - ANA

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-770X.2013.2690

Palavras-chave:

Paisagem cultural, Água, Planejamento regional

Resumo

O texto enfoca a água enquanto elemento estruturador e integrante de paisagens culturais. A distribuição desigual da água afeta as potencialidades de desenvolvimento de atividades humanas em cada região. As paisagens hídricas construídas pelo homem, especialmente os lagos, reservatórios, barragens e represas, transformam a paisagem preexistente e criam novos lugares. A paisagem é dinâmica, transforma-se por causas naturais de origem cósmica, planetária ou local, pela erosão, as chuvas, o clima, e também devido à ação humana, intencional ou não, por ignorância ou por projeto. Este trabalho realça a relevância do tema da  água na produção de paisagens culturais. O trabalho traz exemplos de como a infraestrutura e as intervenções humanas alteram o patrimônio natural. Propõe abordar a água como recurso e como patrimônio e defende o uso combinado dos instrumentos de gestão de recursos hídricos, de gestão ambiental e de proteção do patrimônio cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maurício Andrés Ribeiro, Agência Nacional de Águas - ANA

Arquiteto pela UFMG. Assessor na Agência Nacional de Águas (ANA)

Eldis Camargo, Agência Nacional de Águas - ANA

Bacharel em Direito. Especialista em Educação Ambiental (FSA) e Derecho del Ambiente (Universidad deSalamanca). Mestre em Direito das Relações Sociais, subárea Direito Ambiental (PUC-SP). Doutora em EnergiaElétrica (Escola Politécnica da USP). Pós-Doutoranda em Direitos Humanos (Universidade de Coimbra). Agência Nacional de Águas (ANA).

Dalvino Franca

Arquiteto. Especialista em Sociologia Urbana pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pós-Graduado em Planejamento Urbano pela UFPE.

Jorge Calasans, Agência Nacional de Águas - ANA

Bacharel em Direito. Doutor em Direito pela Universidade de Paris 1 Panthéon/Sorbonne. Agência Nacional de Águas (ANA).

Maria do Socorro Castello Branco

Engenheira Química. Advogada especialista em Direito Constitucional e em Direito Público.

Agustin Trigo, Agência Nacional de Águas - ANA

Arquiteto. Mestre em Urbanismo. Servidor efetivo da Agência Nacional de Águas (ANA). Especialista em Geoprocessamento.

Referências

BRASIL. Agência Nacional de Águas. Água e patrimônio cultural. Brasília: ANA, 2013. DVD.

DELPHIM, C. F. M. O significado universal da água. In: BRASIL. Agência Nacional de Águas. Água e Patrimônio Cultural. Brasília: ANA, 2013. DVD. (Seminário).

D’ISEP, C. F. M. Água juridicamente sustentável. São Paulo: Ed. Revista dos Tribunais, 2010.

FRANCA, D. T.; RIBEIRO, M. A. Patrimônio cultural e proteção dos recursos hídricos. In: COLÓQUIO IBERO-AMERICANO PAISAGEM CULTURAL, PATRIMÔNIO E PROJETO, 1., 2010, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: [s.n.], 2010. CD-ROM.

IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Portaria n. 127, de 30 de abril de 2009, publicada no DOU em 5 de maio de 2009.

RIBEIRO, M. A. Hidratando a gestão ambiental. Revista Plenarium, Brasília, ano 3, n. 3, p. 30-43, 2006.

RIBEIRO, M. A. Ecologizar. Brasília: Ed. Universa, 2009. (Trilogia).

RIBEIRO, M. A. Meio ambiente & evolução humana. São Paulo: Ed. SENAC, 2013.

SOLOMON, S. Water: The Epic Struggle for Wealth, Power and Civilization. Nova York: Harper Collins Publishers, 2010.

VON DROSTE, B.; PLACHTER, H.; RÖSSLER, M. Paisagens culturais de valor universal: componentes de uma estratégia global. Yena: Fischer, 1995.

Downloads

Publicado

2016-04-11

Como Citar

RIBEIRO, M. A.; CAMARGO, E.; FRANCA, D.; CALASANS, J.; BRANCO, M. do S. C.; TRIGO, A. Gestão da água e paisagem natural. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 20, n. 2, p. 44–67, 2016. DOI: 10.35699/2316-770X.2013.2690. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistadaufmg/article/view/2690. Acesso em: 23 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)