Expandindo as paredes da sala de aula

aprendizados com o ensino a distância e ensino remoto emergencial

Autores

  • Raquel Cardoso de Melo-Minardi Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Luana Luiza Bastos Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-770X.2021.29089

Palavras-chave:

Ensino a distância, Ensino remoto emergencial, curso de extensão universitária, ensino de programação de computadores, produção de conteúdos educacionais, design instrucional

Resumo

Neste artigo, apresentamos um estudo analítico-descritivo sobre o projeto, implementação e avaliação de um curso de extensão universitária na modalidade a distância no âmbito da UFMG. Trata-se de um curso de programação de computadores voltado para estudantes e formados nas ciências da vida e que desejam aprender Bioinformática. Apresentamos e discutimos algumas das especificidades do ensino a distância (EAD), os conhecimentos requeridos na concepção e implementação e desafios enfrentados. Avaliamos a percepção dos alunos formados no curso e discutimos os pontos a serem melhorados e perspectivas que tais avaliações originaram. Discutimos também algumas das contribuições que essa experiência prévia com a EAD nos trouxe no contexto do ensino remoto emergencial (ERE). Por fim, fazemos algumas considerações sobre o amplo alcance que esta modalidade de curso pode atingir em benefício de estudantes que não poderiam ter acesso a esse conteúdo de outras maneiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raquel Cardoso de Melo-Minardi, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Departamento de Ciência da Computação, Instituto de Ciências Exatas, Universidade Federal de Minas Gerais

Luana Luiza Bastos, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Programa de Pós-Graduação em Bioinformática, Universidade Federal de Minas Gerais

Referências

BENTO, D. (2018). A produção de material didático para EaD (1a. ed.). Cengage Learning.

DHAWAN, S. (2020). Online learning: a panacea in the time of COVID-19 crisis. Journal of Educational Technology Systems, 49(1), 5-22.

FIELD, S. (2001). Manual do roteiro (1a. ed.). Objetiva.

FILATRO, A. (2018). Como preparar conteúdo para EAD (1a. ed.). Saraiva Educação.

HIGASHI, R. M., Schunn, C. D., & Flot, J. B. (2017). Different underlying motivations and abilities predict student versus teacher persistence in an online course. Education Tech Research, 65(1), 1471-1473.

KENSKI, V. M. (Ed.). (2019). Design instrucional para cursos online (2a. ed.). Artesanato educacional.

RAPANTA, C., Botturi, L., Goodyear, P., Guàrdia, L. e Koole, M. (2020). Online university teaching during and after the covid-19 crisis: refocusing teacher presence and learning activity. Postdigital Science and Education, 2(1), 923-945.

UIJL, S., Filius, R. e Ten Cate, O. (2017). Student interaction in small private online courses. Medical Science Education, 27(1), 237–242.

Downloads

Publicado

2021-12-30

Como Citar

MELO-MINARDI, R. C. de; BASTOS, L. L. Expandindo as paredes da sala de aula: aprendizados com o ensino a distância e ensino remoto emergencial. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 28, n. 1, p. 106–125, 2021. DOI: 10.35699/2316-770X.2021.29089. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistadaufmg/article/view/29089. Acesso em: 7 jul. 2022.