Mini teatro de óperas e a construção da memória a partir de fragmentos

Autores

  • Maria Tereza Dantas Moura Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Rayssa Sudré Rosado Costa Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Daniel Zuim Mussi Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Giulia Alcântara Cavalcante Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-770X.2021.33572

Palavras-chave:

Mini Teatro, Patrimônio, Memória

Resumo

O Mini Teatro de Óperas de Carlos José Villar é uma maquete que reproduz o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, com plateia, orquestra, cenários, figurinos e bonecos que compõem releituras de oito óperas. O artista, nascido no Rio de Janeiro, além de confeccionar os bonecos e os cenários, realizava saraus e eventos para as apresentações em sua casa. Em 2010, esse material foi trazido para Belo Horizonte, apresenta um acervo inédito e de grande riqueza estética e cultural. Todavia, o trabalho de restauração levantou questões sobre a preservação do patrimônio e a necessidade da história e memória relativa aos objetos. Esse trabalho investigativo busca recuperar a legibilidade da obra a partir das peças e fragmentos das óperas representadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Tereza Dantas Moura, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Artes, linha de Pesquisa: Preservação do Patrimônio Cultural, Escola de Belas Artes (UFMG). Bolsista Capes. 

Rayssa Sudré Rosado Costa, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Bacharel em Conservação-Restauração de Bens Culturais Móveis (UFMG).

 

Daniel Zuim Mussi, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Bacharel em Conservação-Restauração de Bens Culturais Móveis (UFMG).

Giulia Alcântara Cavalcante, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Graduanda em Conservação-Restauração de Bens Culturais Móveis (UFMG).

Referências

APPELBAUM, Barbara. Conservation treatment methodology. Amsterdam; Boston: Butterworth-Heinemann, 2007

ALMADA, Márcia. Cultura escrita e materialidade: possibilidades interdisciplinares de pesquisa. In: Pós. Revista do Programa de Pós-Graduação em Artes da Escola de Belas Artes da UFMG, v.4, nº.8, nov. 2014, pp. 134-147. Disponível em:https://www.eba.ufmg.br/revistapos/index.php/pos/article/view/211/129

CAYSES, Julia Buenaventura Valencia de. Isto não é uma obra: Arte e ditadura. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S0103-40142014000100011 >Acesso 15 de abril de 2021

CORDEIRO, Amanda Cristina Alves. Costurando valores: Uma proposta de preservação para os trajes bolivianos utilizados nas festas de Corpus Christi e Virgem de Guadalupe nos Andes Coloniais. 2014, 261 p. Dissertação (Mestrado em Artes Visuais). Escola de Belas Artes, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

FABRIS, Annateresa. Ecletismo na Arquitetura Brasileira. Ed. Nobel/Edusp. São Paulo, 1987.

FREITAS, Marcel de Almeida. ENTRE ESTEREÓTIPOS, TRANSGRESSÕES E LUGARES COMUNS: notas sobre a pornochanchada no cinema brasileiro. Intertexto n. 52, jan./dez. 2021 Data de publicação: 04/01/2021. Disponível em: <https://seer.ufrgs.br/intexto/article/view/3639/4440>Acesso 13 de abril de 2021

MAIRESSE, François; PETERS, Renata F (Ed.). What’s the essence of conservation? Paris: ICOFOM, 2019

MARTINS, Ana Paula Ramos da Silva Dutra. O Patrimônio Eclético no Rio de Janeiro e a sua preservação. 2009. Dissertação (Mestrado em Arquitetura). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro:

MASON, Randall. Assessing values in conservation planning: methodological issues and choices. In: Assessing values of Cultural Heritage. Los Angeles: The Getty Conservation Institute, 2002, p. 5-30.

PETERS, Renata. The brave new World of conservation. In: Diversity in heritage conservation: tradition, innovation and participation – Preprints of the ICOM-CC 15th Triennial Conference. Allied Publishers Pvt Ltd: New Delhi, 2008, v. 1, p. 185-190.

PETERS, Renata et. al. Traditional use and scholarly investigation: a collaborative project to conserve the Khipu of San Cristóbal de Rapaz. In: Preserving aboriginal heritage: technical and traditional approaches. Ottawa: Canadian Conservation Institute, 2008, p. 95-100.

PHILIPPOT, Paul. Restoration from the perspective of the humanities. In: PRICE, Nicholas Stanley; TALLEY JR., M. Kirby; VACCARO, Alessandra Melucco (Org.). Historical and philosophical issues in the conservation of cultural heritage. Los Angeles: The Getty Conservation Institute, 1996, p. 216-229.

PHILIPPOT, Paul. Historic preservation: philosophy, criteria, guidelines, I. In: PRICE, Nicholas Stanley, TALLEY JR., M. Kirby, VACCARO, Alessandra Melucco (Org.). Historical and philosophical issues in the conservation of cultural heritage. Los Angeles: The Getty Conservation Institute, 1996, p. 268-274.

PHILIPPOT, Paul. Historic preservation: philosophy, criteria, guidelines, II. In: PRICE, Nicholas Stanley, TALLEY JR., M. Kirby, VACCARO, Alessandra Melucco (Org.). Historical and philosophical issues in the conservation of cultural heritage. Los Angeles: The Getty Conservation Institute, 1996, p. 358-364.

SALES FILHO, Valter Vicente. Pornochanchada: doce sabor da transgressão. São Paulo: UNICAMP, 1995. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/36159/38879>. Acesso 13 de abril de 2021

SOARES, Paulo Marcondes Ferreira. ARTE E POLÍTICA NO BRASIL – OS ANOS 1960: questões de arte e participação social. Estudos de Sociologia, v. 2, n. 17 (2011). Disponível em: < https://periodicos.ufpe.br/revistas/revsocio/article/view/235218/28243>. Acesso 15 de abril de 2021

Downloads

Publicado

2022-07-28 — Atualizado em 2022-07-29

Como Citar

MOURA, M. T. D.; COSTA, R. S. R. .; MUSSI, D. Z.; CAVALCANTE, G. A. Mini teatro de óperas e a construção da memória a partir de fragmentos. Revista da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 28, n. 2, p. 336–355, 2022. DOI: 10.35699/2316-770X.2021.33572. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistadaufmg/article/view/33572. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

Memória/História/Patrimônio