Conduzindo por uma terra inabitável:

Excuse me, while I disappear de Michael MacGarry

Autores

  • Valdir Pierote Silva Programa de Pós-Graduação Interunidades em Estética e História da Arte da Universidade de São Paulo (USP-SP)) https://orcid.org/0000-0001-8763-3879

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-5864.2022.35750

Palavras-chave:

Arte Contemporânea Africana., Angola, Urbanismo, Capitalismo contemporâneo

Resumo

O artigo segue alguns componentes do vídeo Excuse me, while I disappear do artista Michael MacGarry, mobilizando fragmentos cotidianos do protagonista da produção, um varredor da cidade angolana de Kilamba Kiaxi. Trata-se de um ensaio que, a partir das proposições de MacGarry, discute o desaparecimento de formas de vida por meio da imposição de existências serializadas em uma cidade tecno-autoritária moderna.

Referências

ANDRÉ, Antonio Miguel. A formação do homem novo: uma análise dos técnicos governamentais atuando hoje em Angola. Campinas: Unicamp, 2004. 245 f. Tese (Doutorado em Educação) ‒ Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004.

APPADURAI, Arjun. Dimensões culturais da globalização. Lisboa: Teorema, 2004.

ARAUJO, Kelly Cristina Oliveira. Um só povo, uma só nação: o discurso do Estado para a construção do homem novo em Angola (1975-1979). Dissertação. Programa de PósGraduação em História da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.

BARBOSA, Muryatan. Razão Africana: Breve História do Pensamento Africano Contemporâneo. São Paulo: Todavia, 2020.

BINGFEI, Wang. Country rises from ruins of strife. China Daily Africa, 9/5/2014. Disponível: < http://africa.chinadaily.com.cn/weekly/2014-05/09/content_17495476.htm>. Acesso em: 20 de julho de 2022.

BITTENCOURT, Marcelo. “Estamos Juntos!” O MPLA e a Luta. Anticolonial 1961-1974. Volumes I e II. Kilombelombe: Luanda, 2008.

CAIN, Allan. African urban fantasies: past lessons and emerging realities. Environment and Urbanization, v. 26, n. 2, p. 561-567, abril 2014.

CHATAP, Yves. The Lives of Samuel Fosso: A Conversation with Yves Chatap Contemporary And, 6/1/ 2017. Disponível: <https://www.contemporaryand.com/magazines/the-lives-of-samuel-fosso-a-conversation-with-yves-chatap/>. Acesso em: 20 de julho de 2022.

CRAPANZANO, Vincent. Horizontes imaginativos e o aquém e além. Revista de Antropologia, v. 48. n. 1, São Paulo, 2005, p. 363-384.

D'ALVA, Aoaní. Eu comprei, mas não me mudei... Rede Angola, 1/4/2014. Disponível: <http://www.redeangola.info/eu-comprei-mas-nao-me-mudei/>. Acesso em: 20 jul. 2020.

DUNKER, Christian. A lógica do condomínio. Piseagrama, Belo Horizonte, n. 11, p. 102- 109, 2017.

FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade: curso no Collège de France (1975-1976). São Paulo: Martins Fontes, 1999.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Vozes, 1987.

FRAGA, Luís. Alves de. A guerra colonial: 1961-1974, DRI - Artigos/Papers, 2014, p.1-98.

GOMES, Marcos Aurélio A. de Filgueiras. Cultura urbanística e contribuição modernista: Brasil, anos 1930-1960. Cadernos PPG-AU/UFBA, Salvador, v. 4, ed. esp., p. 11-29, 2005.

GUATTARI, Félix. Revolução molecular. Pulsações políticas do desejo. São Paulo: Brasiliense, 1981.

LAZZARATO, Maurizio. As revoluções do capitalismo: a política do Império. Rio de janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

LEI CONSTITUCIONAL DA REPÚBLICA POPULAR DE ANGOLA DE 1975. Disponível em: < http://cedis.fd.unl.pt/wp-content/uploads/2016/01/LEI-CONSTITUCIONAL-de-1975.pdf >. Acesso em: 20 de julho de 2022.

MACGARRY, Michael. All Theory. No Practice Kilamba Kiaxi. Republic of China Hardcover: Special Edition, 2016.

MAKING AFRICA. Michael MacGarry: Excuse me, while I disappear. Making Africa, s/d. Disponível em: <http://makingafrica.net/2015/04/featured-workmichael-macgarry-excuse-me-while-i-disappear/>. Acesso em: 22 de julho de 2022.

MARQUEZ, Renata. Apagamentos. Piseagrama, Belo Horizonte, n. 2, p. 26 -27, 2011.

MBEMBE, Achille. “África é a última fronteira do capitalismo”. Entrevista a Miguel Manso e António Guerreiro. Público, 9/12/2018. Disponível: <https://www.publico.pt/2018/12/09/mundo/entrevista/africa-ultima-fronteira-capitalismo-1853532>. Acesso em: 20 de julho de 2022.

MEYER, Regina Maria Prosperi. O urbanismo: entre a cidade e o território. Cienc. Cult., São Paulo, v. 58, n. 1, p. 38-41, Mar. 2006.

N’KRUMAH, Kwame. O neo-colonialismo em África. In: SANCHES, Manuela Ribeiro (Org.). Malhas que os impérios tecem - textos anticoloniais, contextos pós-coloniais. Lisboa: Edições 70, 2012.

NETO, António Agostinho. Destruir para Construir Melhor, Semanário Angolense, nº 102, Coleção Resistência: Texto nº 5, 20/11/1976.

NETO, António Agostinho. Textos escolhidos. Luanda: Ed. DIP, 1985.

OURIQUES, Helton Ricardo (2014). As relações econômicas entre China e África: uma perspectiva sistêmica. Carta Internacional, São Paulo, v. 9, n.1, p. 19-43, 2014.

PINTO, Tatiana Pereira Leite. Modernidade x Tradição: homem novo e o problema racial e étnico em Angola. In: XXVI SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA – ANPUH, julho 2011, São Paulo, Anais eletrônicos... São Paulo: USP, 2011, [s/p].

REDE ANGOLA. Distrito do Kilamba Kiaxi pode voltar a ser município. Rede Angola, 3/6/2015. Disponível em: <http://www.redeangola.info/distrito-do-kilamba-kiaxi-pode-voltar-a-ser-municipio/>. Acesso em: 20 de julho de 2022.

ROLNIK, Raquel. Democracia no fio da navalha: limites e possibilidades para a implementação de uma agenda de Reforma Urbana no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, v.11, n. 2, p. 31-50, nov. 2009.

ROSENGARTEN, Magnus. A conversation with Stary Mwaba Aiming for the Stars. Contemporary And, 13/3/2015. Disponível em: <https://www.contemporaryand.com/magazines/aiming-for-the-stars/>. Acesso em: 20 de julho de 2022.

SARAIVA, José Flávio Sombra. A África na ordem internacional do século XXI: mudanças epidérmicas ou ensaios de autonomia decisória? Rev. bras. polít. int., v.51, n.1, p.87-104, 2008.

SERRANO, Carlos. Angola: nascimento de uma nação – um estudo sobre a construção da identidade nacional. Luanda: Edições Kilombelembe, 2008.

VIDEOBRASIL. 19º Festival Internacional de Arte Contemporânea SESC_Videobrasil. São Paulo: Sesc São Paulo, 2015.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. Desenvolvimento econômico e reenvolvimento cosmopolítico: da necessidade extensiva à suficiência intensiva. Sopro, Florianópolis, n. 51, p. 1-10, 2011.

Publicado

2022-12-19

Como Citar

SILVA, V. P. Conduzindo por uma terra inabitável: : Excuse me, while I disappear de Michael MacGarry . PÓS: Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG, [S. l.], v. 12, n. 26, p. 193–211, 2022. DOI: 10.35699/2237-5864.2022.35750. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistapos/article/view/35750. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos