Esta é uma versão desatualizada publicada em 2024-04-01. Leia a versão mais recente.

Do problema do espaço à crítica à representação

aproximações entre Carl Einstein e Antonin Artaud

Autores

  • Cássio Gulherme Barbieri Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-2046.2024.48040

Palavras-chave:

Carl Einstein, Antonin Artaud, Espaço, Representação

Resumo

Ao traçar uma constelação entre as obras de Carl Einstein e Antonin Artaud, este trabalho pretende compreender a crítica à vinculação entre espaço e representação na cultura ocidental. Partindo dos textos einsteinianos sobre o Cubismo e a escultura africana e das reflexões de Artaud acerca do Teatro da Crueldade e da cultura indígena mexicana, buscamos reconstituir, em ambas as obras, uma reflexão que, ao acercar-se do problema do espaço na cultura ocidental, constitui uma problematização crítica à representação como paradigma estruturador do saber e da experiência sensorial e cultural das sociedades europeias. Esse desdobramento, permitiu-lhes pensar novas formas de representação da vida e do mundo, em seu dinamismo, profundidade e complexidade, negligenciadas pela frontalidade e pictoricidade que caracterizam a representação.

Referências

ARTAUD, Antonin. México y Viaje al país de los Tarahumaras. Ciudad de Mexico: Fondo de cultura econômica, 1984.

ARTAUD, Antonin. O teatro e seu duplo. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

ARTAUD, Antonin. Os Tarahumaras. Belo Horizonte: Editora Moinhos. 2020.

BENJAMIN Walter. Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1994.

CONDURU, Roberto. Negerplastik de Carl Einstein, aqui e agora. In: EINSTEIN, Carl. Negerplastik: escultura negra. Florianópolis: Editora da UFSC, p.291-302, 2011.

DERRIDA, Jacques. A escritura e a diferença. São Paulo: Editora Perspectiva, 1995.

DUMOULIÉ, Camille. Antonin Artaud e o Teatro da Crueldade. Lettres Françaises, São Paulo, v.1, nº11, p.63-74, 2010. . Disponível em https://periodicos.fclar.unesp.br/lettres/article/view/4134/3750. Acesso: 10 set. 2023.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Diante do tempo: história da arte e anacronismo das imagens. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2015.

EINSTEIN, Carl. Negerplastik: escultura negra. Florianópolis: Editora da UFSC, 2011.

EINSTEIN, Carl. Documents. Florianópolis: Cultura e Barbárie, 2019.

KIFFER, Ana (Org.). A perda de si: cartas de Antonin Artaud. Rio de Janeiro: Rocco, 2017.

KIFFER, Ana. Apresentação. In: KIFFER, Ana (Org.). A perda de si: cartas de Antonin Artaud. Rio de Janeiro: Rocco, 2017.

KIFFER, Ana. A escrita e o fora de si. In. KIFFER, Ana; GARRAMUÑO, Florencia (Org.) Expansões contemporâneas: literatura e outras formas. Belo Horizonte: Editora UFMG, p. 47-68, 2014.

MEFFRE, Liliane. Apresentação. In: EINSTEIN, Carl. Negerplastik: escultura negra. Florianópolis: Editora da UFSC, p.7-28, 2011.

QUILICI, Cassiano Sydow. Antonin Artaud: teatro e ritual. São Paulo: Annablume, 2012.

Downloads

Publicado

2024-04-01

Versões

Como Citar

BARBIERI, C. G. Do problema do espaço à crítica à representação: aproximações entre Carl Einstein e Antonin Artaud . PÓS: Revista do Programa de Pós-graduação em Artes da EBA/UFMG, Belo Horizonte, v. 14, n. 30, p. 180–206, 2024. DOI: 10.35699/2238-2046.2024.48040. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistapos/article/view/48040. Acesso em: 21 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos - Seção aberta