A RELEVÂNCIA DA CATEGORIA GÊNERO E DAS RELAÇÕES SOCIAIS DE SEXO NAS DISCUSSÕES SOBRE A ORGANIZAÇÃO E DIVISÃO DO TRABALHO / The relevance of the gender category and the social relations of sex in discussions on an organization and division of labor

  • Lucimara Moreira CEFET-MG
  • Ludmila de Vasconcelos Machado Guimarães CEFET-MG
  • Raquel Quirino CEFET-MG
Palavras-chave: Divisão do Trabalho, Divisão Sexual do Trabalho, Relações Sociais de Sexo, Division of Labor, Sexual Division of Labor, Social Relations of Sex

Resumo

A mulher é apontada como a principal responsável pelo trabalho de manutenção da vida, e quando está no mercado de trabalho, acaba acumulando os serviços produtivo e reprodutivo. A partir deste entendimento propomos neste ensaio debater a importância da divisão sexual do trabalho, e relações sociais de sexo, nas discussões clássicas sobre a divisão do trabalho. Para tanto, partimos dos estudos de Smith, Durkheim, Marx e Engels sobre divisão do trabalho, passando às obras de Kergoat e Hirata sobre divisão sexual do trabalho e relações sociais de sexo. Neste percurso foram evidenciadas aproximações entre Smith, Marx e Engels quanto à materialidade na base da formação da sociedade, sendo que Marx e Engels ampliam a discussão inserindo a exploração entre as classes, e distanciamentos entre Smith e Durkheim – enquanto um vê as trocas como elo que une as pessoas, o outro atribui à consciência da interdependência essa mesma função. Entretanto observa-se que a especificidade da condição feminina não foi considerada. A divisão sexual do trabalho demonstra que socialmente há trabalhos ditos para homens e mulheres, sendo o do homem mais valorizado. Essa divisão mostra-se como a base material que altera as relações sociais entre homens e mulheres, gerando uma tensão constante que colabora com a manutenção da desvalorização, social e econômica, das mulheres. Com isso, conclui-se que a variável gênero é relevante nas discussões sobre a divisão do trabalho e a produção e reprodução social.

Abstract

Women are appointed as the main responsible for life-sustaining work, and even when in the labor market, they accumulate productive and reproductive services. From this understanding we propose, in this essay, debate the value of the sexual division of labor, and social relations of sex, in the classical discussions about the division of labor. For this, we start from the studies of Smith, Durkheim, Marx and Engels on division of labor, and moving to the conceptual work of Kergoat and Hirata on sexual division of labor and social relations of sex. Approaches between Smith, Marx and Engels regarding materiality on the basis of the formation of society were evidenced in this path, and Marx and Engels go deeper on the discussion of classes exploration, and distances between Smith and Durkheim - while one sees the exchanges as a link. between people, the other attributes the same function to interdependent consciousness. However, it is observed that the specificities of the female condition were not considered. The sexual division of labor demonstrates that there are socially determined jobs for men and women, and men’s work is most valued. This division appears as the material basis that changes the social relations between men and women, generating a tension that contributes to the maintenance of the social and economic devaluation of women. Thus, it is concluded that the gender variable is extremely relevant in discussions about the division of labor and social production and reproduction

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucimara Moreira, CEFET-MG

Mestranda em Educação Tecnológica pelo CEFET-MG. Graduada em Engenharia Mecânica pelo CEFET-MG. Integrante do Grupo de Pesquisa Formação e Qualificação Profissional (FORQUAP) no CEFET-MG. Bolsista CAPES.

Ludmila de Vasconcelos Machado Guimarães, CEFET-MG

Doutora em Administração pela UFMG. Coordenadora do Núcleo de Estudos Organizacionais Sociedade e Subjetividade (NOSS). Pesquisadora do NERHURT/PUC. Tutora do Programa de Educação Tutorial (PET) de Administração do CEFET-MG. Professora do Programa de Pós-Graduação em Administração do CEFET-MG.

Raquel Quirino, CEFET-MG

Doutora em Educação pela UFMG. Mestra em Educação Tecnológica pelo CEFET-MG. Graduada em Pedagogia pela UFMG. Coordenadora do Grupo de Pesquisa Formação e Qualificação Profissional (FORQUAP) no CEFET-MG. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação Tecnológica do CEFET-MG. 

Publicado
2020-05-18
Como Citar
MOREIRA, L.; DE VASCONCELOS MACHADO GUIMARÃES, L.; QUIRINO, R. A RELEVÂNCIA DA CATEGORIA GÊNERO E DAS RELAÇÕES SOCIAIS DE SEXO NAS DISCUSSÕES SOBRE A ORGANIZAÇÃO E DIVISÃO DO TRABALHO / The relevance of the gender category and the social relations of sex in discussions on an organization and division of labor. Trabalho & Educação - ISSN 1516-9537 / e-ISSN 2238-037X, v. 29, n. 1, p. 155-169, 18 maio 2020.
Seção
ARTIGOS