A PRÁTICA DO TRABALHO INFANTIL ENTRE BENEFICIÁRIOS DE PROGRAMAS DE TRANSFERÊNCIA DE RENDA: NECESSIDADE E TRADIÇÃO FAMILIAR / The child labor practice in income transfer programs: low income family tradition

Autores

  • Maria Núbia Alves Cruz UFMG
  • Ada Ávila Assunção UFMG

Palavras-chave:

Educação, Jovens e adultos, Trabalhadores

Resumo

O artigo analisa as razões da prática da inserção precoce de filhos na produção por parte de famílias pobres. Foram combinadas técnicas de observação, entrevistas simultâneas e entrevistas fora do local da atividade. Insuficiência de renda e razões de ordem subjetiva influenciam os pais a mobilizar sua prole para o mercado de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-08-27

Como Citar

CRUZ, M. N. A.; ASSUNÇÃO, A. Ávila. A PRÁTICA DO TRABALHO INFANTIL ENTRE BENEFICIÁRIOS DE PROGRAMAS DE TRANSFERÊNCIA DE RENDA: NECESSIDADE E TRADIÇÃO FAMILIAR / The child labor practice in income transfer programs: low income family tradition. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 18, n. 1, p. 9–25, 2010. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8618. Acesso em: 28 nov. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.